Doenças causadas por obsessões, feitiçarias, mau-olhado

73
11278
Samael Aun Weor

Pergunta: O senhor poderia me dizer se existem as doenças de mau-olhado?
Samael Aun Weor:
Tenho de dizer-lhe que nas cidades morrem milhares de crianças devido ao mau-olhado. Acontece que nos países “supercivilizados”, as pessoas não acreditam em tal doença e por isso a mortandade aumente de maneira geral.

Qualquer pessoa com força hipnótica inconsciente, ao olhar um menino, fere violentamente seu corpo vital e o resultado não se faz muito esperar. Em seguida surgem na vítima grandes olheiras, vômito, febre, diarreia etc. Os médicos costumam diagnosticar infecção intestinal e receitam muitos antibióticos, xaropes etc. No entanto, as crianças em vez de melhorar pioram e morrem.

Que se pode fazer são fortes passes magnéticos, de baixo a cima, sobre o rosto e pálpebras do menino com o firme propósito de eliminar os fluidos vitais tenebrosos.

Convém acender um fogo, vela ou chama e ler para as crianças a Conjuração dos Sete do sábio Salomão tal como está escrita neste livro. Deve-se também benzer o menino enfermo na fronte, no peito, sobre a cabeça e nas costas, enquanto se lê os quatro evangelhos.

P: Ler os quatro evangelhos é muito comprido, não se poderia abreviar alguma coisa?
SAW:
Sim, senhorita. Podem ser lidas as bem-aventuranças com verdadeira fé para lançar um fluido curativo suficientemente forte que desaloje os maus fluidos acumulados no organismo do enfermo. Assim deverá curar-se.

P: Existem, então, enfermidades causadas por feitiçaria?
SAW: O mundo está cheio disso, distinta senhorita. Posso citar inúmeros casos, mas antes de tudo quero dizer-lhe que a primeira coisa que se necessita é o diagnóstico exato; somente assim se atinge a cura.

Infelizmente, são muito raros os curadores que sabem diagnosticar de verdade uma doença ocasionada por feitiçaria. Vou citar um caso especial relatado pelo sábio Waldemar. Segue entre aspas porque não me agrada ser adornado com plumas alheias, mas como é realmente um caso sensacional, é bom que nossos leitores o conheçam: Um dos casos mais interessantes de ciúmes vampirescos o experimentou o investigador e ocultista francês Eliphas Levi (abade Constant).

Durante sua permanência em Londres, Eliphas Levi travou amizade com um jovem duque, cuja casa visitava quase que diariamente. Fazia pouco tempo que o duque tinha se casado com uma jovem princesa francesa de extraordinária beleza, contudo o fizera contra a vontade de sua família protestante, já que a jovem era católica praticante.

O duque, como o comprovou Levi, tinha levado durante muitos anos uma vida um tanto frívola, para não dizer libertina, tendo por amante durante muito tempo uma jovem italiana, bailarina de balé. No fim a abandonou já que na realidade amava apenas a sua esposa.

Certa tarde, a duquesa enfermou , motivo que a levou a acamar-se. Os médicos diagnosticaram um princípio de gravidez, porém logo ficou demonstrado que a sua debilidade devia ter outra causa.

Apesar de o duque haver consultado os mais famosos médicos de Londres, eles viram-se diante de um enigma. Foram empregados os mais diferentes remédios sem êxito algum. Frequentava o palácio do duque também um velho abade francês que conhecia a princesa já de Paris.

Esse ancião agradou-se de conversar com Eliphas Levi especialmente de problemas metafísicos, pois ele também se interessava sobre o tema há décadas e não apenas teoricamente. Certa noite ficaram a sós no salão, pois o duque preocupado se fora para o quarto para ficar ao lado de sua esposa enferma. Era uma noite fria e úmida.

Fora, a célebre névoa londrina ondulava empanando a luz dos lampiões. De repente, o abade agarrou uma das mãos de Levi e disse com voz baixa: “Escute, querido amigo, desejaria falar de algo com você. Posso confiar com sua inteira descrição?”

Levi respondeu afirmativamente e o abade prosseguiu: “Tenho todos os motivos para supor que a doença da duquesa não é natural. Conheço a Mildred desde pequena e sempre foi uma garota mais saudável do que se possa imaginar. Agora, torna-se lânguida e se debilita dia a dia; parece-me que está sendo dessangrada misteriosamente”.

“Acredita você que se ache sob o influxo de algum poder obscuro? Que está em jogo algum sortilégio?” perguntou Levi. “Posso confiar e muito em minha voz interna e por isso quase me atreveria a dizer que nessa enfermidade há algo que não vai como deve. Queres ajudar-me a romper o encantamento.” “Com muito prazer”, respondeu Levi. “Bem, em tal caso não devemos perder mais tempo. Agradeceria que meia hora antes da meia-noite viesse ao meu domicílio para uma conjuração conjunta. Tentarei interpelar o poder tenebroso. Caso nos chegue uma resposta do além…”

Depois dessa conversação, Eliphas Levi tomou umacarruagem e rapidamente transladou-se para sua residência, onde se lavou, se enfeitou e mudou de roupa das cabeças aos pés, pois os espíritos da zona média, que era os que o abade pretendia invocar, exigiam de seus conjuradores a mais escrupulosa limpeza.

Também o traje devia estar de acordo com sua natureza; não suportavam nenhum tecido animal pelo que ficavam descartados os de lã, assim como os sapatos de couro ou de qualquer pele.

Como a casa do abade situava-se no nordeste, em Hampstead Heath, e Eliphas Levi vivia na Praça Russel, ou seja, era considerável a distância entre ambos os lugares, Eliphas Levi teve de fazer seu exigente asseio com certa pressa, uma vez que queria estar lá no horário combinado. Uns 40minutos antes da meia-noite chegou a Hampstead Heath.

O abade em pessoa, todo de branco, abriu-lhe a porta e o conduziu por uma elevada escalinata a um aposento que se achava em um extremo do corredor do primeiro piso. Os olhos de Eliphas Levi tiveram primeiro de acostumar-se com a obscuridade: chamazinhas azuladas e trêmulas queimavam um incenso que cheirava a âmbar e almíscar.

Nessa luz incerta, Eliphas observou uma grande mesa circular que se encontrava no centro da habitação, e, plantado sobre ela, o crucifixo invertido, símbolo do falo. Junto à mesa estava um homenzinho delgado. O abade comentou: “É meu criado. Você já sabe que é indispensável a cifra de três para essas conjurações. Começa você com a primeira invocação”.

Este convite da parte do abade era mais que uma cortesia, pois as potências da zona média poderiam enojar-se e vingar-se sobre o dono da casa, causando-lhe até a morte, caso permitisse rebaixar a harmonia de sua esfera por um intruso incompetente. Ceder pois a invocação ao amigo era mostra de que considerava a Eliphas como mestre de primeira categoria na magia. Tal suposição era em verdade justificada.

Se alguém podia executar com êxito, com gesto desembaraçado e sem temor, com coração puro e uma vontade fortalecida por numerosas provas, as cerimônias milenares da sagrada magia, era este homem. Ele exercia no reino dos espíritos tanto domínio quanto no mundo das criaturas encarnadas e adeptos.

Entre o véu de fumo, Eliphas estendeu a mão instintivamente à esquerda. Lá devia estar o recipiente com água benta que devia ter sido recolhida em uma noite de plenilúnio de uma cisterna, velando-se e orando-se sobre ela durante vinte e uma noites. Em seguida, fez uma aspersão pelos quatro ângulos da habitação.

O abade fazia às vezes de acólito e movimentava o incensário ondulatoriamente. No fumo, começaram a formar-se figuras estranhas e, ao mesmo tempo, pareceu-lhes que um frio, gelado, brotava do chão e chegava-lhe até a ponta dos cabelos, dificultando-lhes a respiração.

Eliphas Levi proferiu agora com mais força as palavras de invocação. Subitamente, as paredes do quarto pareceram retirar-se como se um abismo infinito e astral se abrisse na frente deles, ameaçando engoli-los. Brilharam os esplendores de uma cintilantes luminosidade e os olhos se cobriram para não ofender o espírito invocado com um olhar indiscreto.

Com régia voz, Levi perguntou a causa da enfermidade da duquesa Mildred.

Não recebeu resposta. As emanações de fumo ficaram espessas de tal modo que ameaçaram sufocar os sentidos. Precipitando-se rumo à janela, Eliphas ouviu subitamente uma voz, a qual ainda que forte e retumbante parecia sair do mais profundo de si mesmo e encher todo o espaço de sua alma.

O que a voz lhe gritou era tão espantoso que suas pernas se negaram a mover-se e ficou como que petrificado no mesmo lugar onde se encontrava. Agora foi a vez do abade se precipitar para junto da janela, porém suas mãos trêmulas, sem forças, não conseguiram abri-la. O criado que assistira passivamente a invocação jazia desmaiado no chão.

Por fim, Eliphas saiu de sua paralisia e rompeu o cristal com o crucifixo, absorvendo o ar fresco da noite com fruição em companhia do abade, especialmente ele que banhava por assim dizer, sua cabeça febril na névoa úmida. Por todos seus nervos corria a espantosa acusação que o misterioso espírito havia lançado com clareza inequívoca contra ele.

Quando por fim se recobrou, voltou para o quarto. O fumo tinha se dissolvido, mas a lamparina seguia ardendo tenuemente. O abade, palidíssimo, contemplava a Eliphas com os olhos dilatados e balbuciou: “Você é realmente culpado, meu amigo? Não posso acreditar!”

“Você também ouviu a resposta do espírito?”, perguntou Levi. O abade deixou cair a cabeça, como que oprimido, num gesto de concordância. “Sim…”, sussurrou apenas perceptivelmente. Levi se manifestou com veemência: “Juro-lhe que tomei o símbolo com mãos puras e que em minha vida jamais cometi um crime. Juro-lhe que não estou manchado de sangue”.

Ao dizer essas palavras, aproximou-se mais da lâmpada de maneira que o brilho dela caiu em cheio sobre ele. Espantado, o abade apontou com o dedo a mandíbula e a peiteira da camisa de Eliphas. “Aí, olhe você mesmo no espelho…”, disse tomando a mão do amigo e conduzindo-o a um grande espelho de parede que pendia no quarto contíguo.

Ali, comprovou Eliphas um corte em sua barba com umas gotinhas de sangue; também em sua camisa apareciam outras gotinhas. Devia ter se cortado ao fazer apressadamente a barba… Assim, a resposta do espírito explicava-se perfeitamente: “Eu não falo com alguém manchado de sangue”.

Levi sentiu seu coração se aliviar de um enorme peso, não obstante o abade parecia mais acabrunhado e tinha se deixado cair sobre um sofá, contraía os ombros convulsivamente e escondia o rosto com as mãos, Levi tentou acalmar o ancião, porém ele o rechaçou dizendo: “Trata-se da pobre Mildred, cada hora consome sua vida. Não fosse por isso, poderíamos invocar o espírito de novo em três vezes 21 dias, com as devidas oferendas e orações… porém o tempo é demasiado, nesse ínterim Mildred morrerá”.

Levi não soube o que responder e fechou-se em um denso silêncio que obrigou o abade a levantar-se e a andar com passos vacilantes de um lado a outro da sala: “Custe o que custar, devo obter uma resposta… a qualquer preço.

Prometa, meu amigo, que não me abandonará!. Uma vigorosa determinação lia-se na mirada do ancião e para tranquilizá-lo Eliphas respondeu: “Dou-lhe a minha palavra. Ponho-me a sua disposição como mago. Como o objetivo ainda não foi alcançado, mantenho a palavra dada”. “Então, permaneça aqui, dentro de 12 horas efetuaremos outra conjuração; invocaremos os espíritos da zona baixa”, disse o abade. Eliphas sobressaltou-se. Teria o velho ficado louco? “Você… o quê? Você… um filho da Igreja quer entrar em contato com os espíritos infernais? Não, isso não está sequer na intenção da devota duquesa. Renuncie a isso, não arrisque sua alma”.

É ostensível que invocar demônios é magia negra. Resulta claro que a magia negra traz fome, nudez, enfermidades e calamidades físicas e morais.

Havia tal glacial decisão nas palavras e gestos do abade que Eliphas sentiu que toda réplica seria vã. Contra sua vontade, mais por lealdade à palavra dada, aceitou a solicitação do amigo. Ficou como hóspede na casa. Depois da extraordinariamente fatigante e tensa conjuração anterior, dormiu tão profunda e pesadamente que despertou tarde de manhã.

Mau-olhado é a canalização concentrada de energias deletérias, egoicas, e podem ser suficientemente fortes para prejudicar o campo áurico, criando malefícios, doenças e diversos distúrbios psicofícios, entre outros.

O dia foi passado com as devidas purificações e orações. De noite, Eliphas recebeu a roupa apropriada para o serviço com o diabo, bem como os demais requisitos. Como já manifestara antes, o abade não tomaria parte ativa na invocação. Somente o assistiria como acólito, mas mesmo assim vestiu-se com a roupagem prescrita.

O que aconteceu após é algo que francamente e de maneira alguma quero transcrever porque há responsabilidades na palavra. Neste caso é preferível calar porque o silêncio é a eloquência da sabedoria. É notório que se alguém transcreve parágrafos tenebrosos, converte-se em cúmplice do delito. Isto é semelhante a ensinar magia negra às pessoas.

Felizmente, os invocadores do presente relato não conseguiram tornar visíveis e tangíveis os demônios invocados. A única coisa que conseguiram foi fazer brotar de uma parede uma salamandra, pequena e inocente criatura do fogo.

O abade, fazendo provisão de todas suas forças, perguntou pela doença da duquesa. “Batráquios”, falou a salamandra com voz infantil e no mesmo instante desapareceu. Eliphas viu então como o abade cambaleava e desabava no chão.

Imediatamente tomou nos braços seu magro corpo e o levou para o dormitório, onde despindo o ancião o pôs na cama, indo logo buscar o criado para que trouxesse algum reconstituinte. Ao voltar, encontrou o abade completamente restabelecido, mas sua aparência era a de um homem abatido, parecia haver envelhecido muitos anos.

Obviamente, o abade estava fazendo esforços sobre-humanos para salvar a duquesa.

“Tudo inútil, a pobre Mildred haverá de morrer. Minha alma…, ó minha alma… o que quer dizer ‘batráquios’?”, exclamava com voz febril. “Apenas sei que é uma palavra grega que significa rãs”, respondeu Eliphas.

O criado não tardou a chegar com vinho e biscoitos, porém o abade repeliu todo alimento. Eliphas tomou um pouco e tentou arrancar o amigo de sua desesperada letargia, mas foi inútil sua pretensão em reanimá-lo. Com o coração oprimido retirou-se para sua moradia. No dia seguinte, informou-se sobre como estavam o abade e a duquesa.

Mildred ia cada vez pior. Seu médico de cabeceira dava por certo seu óbito. Também o abade achava-se em estado grave. Negava qualquer alimento e inicialmente não respondeu as perguntas do amigo, depois manifestou sua intenção de por fim aos seus dias mediante a inanição. Profundamente entristecido, Levi despediu-se, preocupando-se muito com as trágicas conseqüências do pecaminoso conjuro.

Durante as duas tardes seguintes, afundou-se outra vez nos seus costumeiros estudos e enquanto lia o Enquiridion de Leão III deteve-se no ponto no qual, através da chave de Trithenus, se decifrava do esotérico e cabalístico escrito o seguinte: “Um apreciável encantamento maléfico é o da rã”.

Abstemo-nos de entregar a fórmula secreta do sapo para não dar armas aos perversos criminosos da magia negra.

Como um relâmpago, o trecho atravessou a mente de Eliphas. Sem fechar o livro pôs o sobretudo e lançou-se através das ruas de Londres que iam sumindo no crepúsculo vesperal. Por fim, achou uma carruagem e pareceu-lhe insuportável e longo o tempo que levou para chegar ao palácio do duque. Rostos chorosos o receberam. Informaram-lhe: “… a duquesa está em agonia. Já estão administrando-lhe os últimos sacramentos…”

“Eu posso salvá-la”, exclamou Eliphas e afastando os espantados criados precipitou-se em direção ao quarto de Mildred, onde achou o duque. Com a respiração ofegante, suplicou-lhe: “Você me conhece o suficiente para saber que sou de confiança. Creia-me pois que não se perdeu toda a esperança.

Enquanto a duquesa viver não há porque se desesperar. Rogo que me deixe a sós com ela e pelo amor de Deus não me pergunte nada … tenha confiança em mim”. Ainda que atônito e confuso ao extremo, o duque acedeu ao desejo de Eliphas pedindo aos presentes: um médico, um sacerdote e uma donzela de companhia, que abandonassem a paciente. Uma vez só, Levi fechou a porta atrás de si e se aproximou do leito da princesa. “Era o que supunha”, murmurou ao ver Mildred sumida em uma espécie de catalepsia com os olhos brancos. Seus lábios estavam roxos e respirava com suave estertor.

Imediatamente Levi pôs mãos à obra e começou a levantar o assoalho da soleira da porta, porém a madeira resistiu aos seus trêmulos dedos. Sacou sua navalha de bolso, cuja folha se rompeu no frenético intento. Finalmente e com força desesperada conseguiu levantar o sarrafo. Sangravam-lhe os dedos e seu esforço tinha sido baldio… Nada estava oculto ali. Levantou os tapetes… tampouco. Tornou a olhar a duquesa que respirava com dificuldade.

Reparou que sua mão esquerda pendia singularmente contraída para um lado. “A cama!”, pensou e com a certeza de agora procurar no lugar certo, levantou a enferma de seu leito e a depositou tão suave quanto pode sobre um sofá que estava contra a parede. Dedicou-se a seguir com uma crescente excitação a revolver cobertores e almofadas, mas nada … nada de novo.

Tirou o colchão e o desfez, tateou, apalpou, remexeu sua crina… e… seus dedos tropeçaram com um objeto mole, esponjoso, agarrou-o e retirou-o. Com efeito era aquilo que buscava… precipitou-se para fora do quarto.

Provou ao duque em breve explicação o problema e este colocou à sua disposição uma carruagem que o transportou com a maior rapidez a sua casa.

Chegando lá, pôs se a executar uma nova tarefa, a de queimar em chamas de pez e enxofre a besta dos infernos, seguindo ao pé da letra a prescrição do Enchiridion.

Abriu a janela do quarto para o mau cheiro sumir dele. Oprimido por um enorme cansaço, lançou-se vestido como estava na cama e num instante sumiu em profundo sono.

No dia seguinte, foi recebido como um salvador no palácio do duque. De maneira de causar pasmo e absolutamente incompreensível para os médicos, o estado de saúde da jovem duquesa havia melhorado a tal ponto que se podia falar de uma franca superação da crise. A própria Londres, no dia 28 de outubro de 1865, impressionou-se com a sensacional notícia de que a Diva do balé, Maria Bertin, tinha falecido repentinamente sem enfermidade alguma.

Esta não foi a única notícia. Poucas horas depois era também arrebatada pela morte uma parente próxima do duque, uma velha solteirona que tinha sido apaixonada inimiga de Mildred e que em vão tentara impedir o matrimônio do duque com a princesa católica.

http://www.esotera.com.br/loja/livros/gnose-samael
http://www.esotera.com.br/loja/livros/gnose-samael
Pantáculos
  • Viviane De paula silva

    Caro amigos,sabemos que a maldade existe e vem de todos os lados. Macumbaria,feitiço e encantamento tem seu poder. Mas como seres de luz e criado pelo cristo devemos repreender o mal com o bem. Atraves de boas praticas de proteçao astral,como oraçoes,mantras, velas e insensos pedindo proteçao contra qualquer espirito maligno sobre sua vida. O encantamento tem tempo de inicio e fim. E nesse curto periodo entre um e outro e que experimentamos a morte. E ai nosso SER e dispertado ao encontro do criador,e somos julgados a conhecer o que nos levou ate aquele estado deprimente e ai qualquer encantamento cai por terra. E viva a vitoria.

  • Ed

    No inicio o tema mau-olhado referia-se às crianças. Depois surgiram relatos sobre adultos. Todo tema é importante. Mais em ralação as crianças, como seria a proteção. Sempre foi dito que mau-olhado era sobre criança. O que devemos fazer para defende-las?…

  • Jessica Cardoso

    Minha ex sogra me disse que desde casou, os problemas de saúde vieram. Faz mais de 40 anos que ela sofre com diversos problemas de saúde, já fez várias cirurgias, e toda vez que cura algo, aparece outra doença logo em seguida.Tudo que é doença ela já teve, e agora, está com cancer no intestino ( ela já teve de mama e se recuperou). Ela diz que anda sonhando com entes já falecidos, embora eles não falem nada nos sonhos. Ela diz que está desesperançosa e que acha que vai morrer, mas não entende o porque de tantas doenças, uma atrás da outra. Seria isso obra de magia negra? Como posso ajuda-la?

    • Possivelmente, trata-se de energias deletérias onde ela dorme. Procure mudar a cama de lugar. Em seguida, tendo melhoras, realizar correntes de cura em nome desta senhora. Veja nosso post chamado CARTA ASTRAL, na categoria MEDICINA ESOTÉRICA…

  • Cristhiane

    Tem 6 meses q ganhei meu primeiro filho depois de um mês q o ganhei comecei com uma dor na perna esquerda fiz exames e descobri q estou com hérnia diz o tratamento de nada adianta ja cheguei tomar doze comprimido ao dia decide parar e agora mim apareceu uma alergia pelo corpo estou fraca nso sei mas oq fazer sera a alguem fez algo para mim pois tudo esta dando errado

    • Cristhiane, às vezes não é o caso de embruxamentos, mas de você se consultar com um médico alternativo para que seja administrada acupuntura, para que você reequilibre seu CORPO ETÉRICO…

  • roberto

    Quando voce está saindo da casa de alguem e pega de surpresa esta pessoa te benzendo e dizendo algumas coisa baichinho pelas costas tem algum significado ruim?

    • Suplique ao seu Cristo Interno proteção, peça com fervor e todo mal, venha de onde vier, será anulado. Existe uma potência divina em sua Alma que se chama CRISTO INTERNO, ore a Ele TODOS OS DIAS, e não somente quando se sentir ameaçado…

    • Sabrina

      Preciso saber como faz pra identificar esses vampiros,espraguejafdores,q rezam baixinho,quero me defender,defender meu marido e filhas dessas pessoas se amor no coração.

      • A Gnose ensina inúmeras técnicas de DEFESA PSÍQUICA. Leia todos os textos relacionados e pratique conforme seu entendimento.
        Aliás, estude os livros gnósticos escritos pelo Mestre Samael Aun Weor…

  • Nousvate

    Todo homem quando conhece a verdade perde o medo e passa a não se preocupar com o perigo ou em perder ou ganha

    Existe um ponto exato onde se deve alcançar todo buscador

    Esse ponto e o despreendimento de sua própria vida.

    Estar sobre o fio da navalha ultrapassar todos perigos e não se intimidar com a falsa inlusão de fraqusa.

  • Nousvate

    A base de toda fraqueza doenças e debilidades vem da fraqueza espiritual

    Mão olhado macumbaria e feitiçaria e apenas movimentos de seres q nada pode perante o grande poder de nosso ser

    Já me vi sendo atacado sendo perseguido por demônios perigoso tentaram tirar minha vida por várias vez e nada fiz

    Somente acreditei incondicionalmente minha vida a deus seja para vida ou para a morte

  • Só o nome de Jesus e muitas orações salvam de macumba e magia negra se não receber verdadeira ajuda externa. Não deixe brechas no seu caráter e vida para que sejam usados pelo mal.

  • cleusa maria de lima

    Estou desesperada, tive uma convivência com umhomem , no comeco ele era bom, mas daí ele mudou muito e se tornou outra pessoa ruim, traidor e tudo de ruim comigo numa convivência de 14 anos. Eu amava-o muito, mas fugi de casa com meus filhos e fiquei sem nada, hoje lamento muito e sofro muito, o que faco da minha vida, Parece que algo me amarra , nao me deixa eu crescer e estou sem coragem e forcas para lutar, por favor me ajude, eu vos imploro

    • Em suas orações, implore ao Cristo Interno para que Ele cure seu marido e o oriente. Uma pessoa se torna agressiva e “chata” conosco quando no fundo no fundo ela ESTÁ PEDINDO SOCORRO.
      Seu marido é um pobre-coitado que precisa muito da sua ajuda.
      Só não permita agressões físicas, isso é caso de terapia ou, mesmo, de polícia.

  • marisa Oliveira

    A minha tia. Esta sofrendo do estômago, pois uma mulher fez macumba pra ela por causa de homem quero desfazer esse mal ela tá muito mal nem água para no estômago dela

  • Max

    Todos homens querem ser feliz!

  • Luana

    Interessante o texto…porém de forma prática como podemos saber se estamos sendo ou se fomos alvo desse tipo de ataque?

    Obrigada

    • Pelo diagnóstico direto e claro. Veja as consequências desses ataques em sua saúde, na qualidade do sono, no estado emocional, nos pensamentos etc. e aí terá a resposta…

  • joseroberto de castro

    minha ma~e tem dores pelo corpo todo não tem remédio que de jeito o que posso fazer

  • Cleber

    Quem foi o sábio Waldemar?

    • Charles Waldemar foi um estudioso da magia cerimonial e autor de diversos livros e aparelhos psicoeletrônicos. Duas de suas obras foram referência nos estudos da relação sexo/expiritualidade: A MAGIA DO SEXO (lida pelo Mestre Samael e explicada em seu livro O Mistério do Áureo Florescer) e YOGA E POTÊNCIA SEXUAL. Nenhum de seus trabalhos foi traduzido ao português.

  • ivanilde bregantim da silva
    • maria

      Cara Ivanilde, boa tarde.
      quando vc, tirar esses pensamentos obscuros de sua mente,revivera uma nova vida de felicidade e muita paz espiritual..ai então peça ajuda ao seu Deus interior..acredite nessa força..um abraço.

  • jonas de oliveira

    SEMPRE FUI MUITO ALEGRE MAIS VEM ACONTECENDO COISA MUITO ESTRANHAS PRIMEIRO MINHA MÃE FRATUROU O PE E NÃO SARA MAIS UM TRATOR DERUBOU A MINHA CASA A TRINTA DIAS COMEÇOU UMA DOR NA MINHA COLUNA SEN CAUSA APARENTE OU DIAGNOSTICO MUITAS DIVIDAS TRALHO EM DOIS EMPREGO R NADA DA SERTO AGORA MINHA MÃE DEU DERRAME NAS DUAS VISTA MINHA ESPOSA E AMIGA DE UMA PESSOA QUE MEXE COM FEITIÇARIA SERA QUE FIZERAM ALGUMA COISA P/ MIM ME AJUDE POR FAVOR ESTOU MEIO DEPRESSIVO

  • maria

    Não sei mais oque fazer sobre a minha vida,e já procurei até medicos mais nao em nada…durante muito tempo sinto que não estou sozinha em espirito..não conseguindo ficar em serviços nenhum, parei de estudar,nenhum relacionamento meu dar certo e não tenho animo mais sempre começou alguma coisa e paro no meio do caminho.Já benze e quando procurei uma pessoa ela me disse que alguem tinha feito um feitiço pra mim e esse feitiço não deixaria eu proceguir em nada e isso ta acontecendo.queria saber oq posso fazer sobre isso por não aguento mais tanta angustia e com isso nao to sendo feliz.me ajudar a resolver isso

    • aline

      maria já fui vitima de magia, tive problemas psiquiatricos, financeiros, parei a vida, fiquei prostrada numa cama, problemas de coluna, isso começou desde os 16 anos, perdurou até os 30, hj cm 32 estou curada, eu já sentia a morte me rodear, tinha visões, alucinações, odores fétidos, estava obsediada por 2 obsessores, contratados em magia negra. MInha cura veio qd uma ajuda de fora percebeu, por isso, peça de coraçao a Deus que lhe envie um anjo, alguém que lhe ajude, tenha fé que alguém vai te ajudar. Existem pessoas que trabalham para isso, retirar magia, muitos enganadores, praticantes do mal que dizem que desmancham, mas só tem capacidade quem lidar com magia branca somente.

    • maria

      maria ..use as conjuraçoes p/ essas pessoas
      verá como as coisas mudam de rumo peça forças a sua mãe e pai interiores que moram dentro do seu ser..
      Boa Sorte..bjs

      • Roberto Pereira

        Muito dos males que nos afligem, de ordem física, moral e financeira, advém de nossa própria vibração vibração psíquica. – Claro; há exceções, porém se vibrarmos positivamente, esperando o melhor dos momentos, certamente teremos maiores chances de resultados positivos.

  • Édson Xavier de Jesus

    Estou precisando de ajuda, esbanjava saúde até uns meses atrás, passei mal na academia e desde então não como, não durmo, tenho fortes tonturas, estou emagrecendo a cada dia que passa. Problema estomacal como: Gastrite e infecção intestinal etc.. Consultas no hospital não estão surtindo efeito, me livrei dos problemas de estômago mas sinto um vazio uma tristeza, melancolia, pânico. Continuo não comendo direito e nem dormindo, estou abatido. Preciso de uma luz só não faço ideia por onde começar. Por favor não aguento mais.

    • ana paulaa

      Os banhos com ervas de banimento e sal grosso ajudam muito.

      • ARTUR

        PROCURA COISAS QUE TE DERAM E JOGA FORA, E PEGA REVISTAS E PAPEIS QUE TE DERAM E QUE VC PEGOU EM ALGUN LUGAR E JOGA FORA TUDO QUE É PAPEL INUITIL , O Q

      • ARTUR

        PROCURA COISAS QUE TE DERAM E JOGA FORA, E PEGA REVISTAS E PAPEIS QUE TE DERAM E QUE VC PEGOU EM ALGUN LUGAR E JOGA FORA TUDO QUE É PAPEL INUITIL , O QUE VC NÃO PUDER JOGAR FORA COLOCA NUM SACO PLASTICO E FECHA COM DOIS LAÇOS, SACOS PLASTICOS DE LEGUMES DE MERCADO SERVE COLOQUE TODOS OS PAPÉIS EM SACOS PLASTICOS E PASSE A REZA DE DUAS A TRES HORAS POR DIA , QUANDO FIZER ISSO VC VAI DESCOBRIR O QUE HOUVE. ATÉ UM PRESENTE INOCENTE UMA COMIDA QUE TE DERAM UM PÃO ETC DOCE ETC…. OBJETO BOLSAS ETC… QUALQUER COISA PODE TER SIDO MAGNETIZADA COM O MAL ATE DINHEIRO OU ROUPAS ETC..

    • maria

      Édson, voce ja tem em seu mome o nome do Mestre jesus, peça ajuda a ele.

  • stela

    Nao sei se foi um espirito de luz que fez me ver essa pagina quando as coisas nao correm bem na minha vida e quer passar para uma pessoa muito querida. Preciso que ajude me urgente

  • muitas pessoas confundem o dom mediúnico com doenças, as pessoas que sofrem de bipolaridade constumam ter essas visões, e sintomas parecidos não conseguem terminar tarefas. Nem sempre é a espiritualidade trabalhando as vezes é doença mental que precisa ser tratada, um bom psiquiatra pode ajudar muito, receitando remédios como DEPAKENE, LITIO, muitas angustias podem ser atenuadas com remédios, de fato a esperitualidade existe, mas, se uma tiver o canal aberto, esse canal pode ser fechado, basta a pessoa pedir ao DIVINO ESPIRITO SANTO, de coração, e em NOME DE JESUS, o canal se fechará, mas acontece que as pessoas são tolas e gostam de ficar sendo joguete dos espiritos atrasados. ESPIRITISMO É IDOLATRIA, porque idolatria, uma pessoa fica enredada e esquece de Deus.;

    • Nada no texto induz o leitor a confundir ataques psíquicos com distúrbios psíquicos.
      Uma coisa não anula a outra, é importante que haja um diagnóstico perfeito para que o paciente seja bem tratado.
      Os médicos que não conhecem o aspecto espiritual do ser humano NUNCA tratarão um doente de forma holística, integral e satisfatória.
      E um religioso, especialmente os evangélicos, limitado pelo que ensinam em sua igreja, acaba virando uma pessoa tacanha, preconceituosa e chata, porque se recusa a ver além do próprio umbigo…

  • BETO

    como posso sair do corpo a noite, sem ficar indo para locais atrazados?? tenho um pantaculo de prata que achei na gaveta de meu pai. eu ja o poli, e passei seladora, para ficar. devo usalo ou me desfazer, ja que meu pai ja faleceu. o que fazer?? pode me enviar resposta para o email?/ outra coisa estou usando espada de sao jorje cruzada em baixo do meu colchao. o que e mais aconhselhavel??

    • Beto, se você usar o símbolo em seu peito e sentir-se bem, continue usando-o, com certeza está bem magnetizado, embora recomendamos sempre que use um produto “virgem”, não usado por ninguém (mas como você tem forte ligação com o pai, cremos que está tudo bem).
      No caso da planta espada-de-são-jorge, a questão não é usar sob ou sobre a cama, ou na parede etc., mas ter consciência de que se está trabalhando com um elemental do fogo muito forte (pois é uma salamandra). Entre outras questões para você pensar é que quando realizamos uma prática com Magia Elemental, deve-se LIBERTAR o elemental na hora certa, pois, é como você pôr coleira em um cão de guarda e não soltá-lo jamais. Ele pode se revoltar…

  • feitisaRIA SERA QUE E BOM PARA ALGUMA COISA

  • KATTIA

    sempre tive sonhos com spiritos me atacando,ou exorcizando alguem. alguns me atacam de maneira absurdas querendo me matar as vezes acordo, e continuo a rezar ate expulsar, tenho 43 anos e sempre tive essas coisas ruins, ja busquei ajuda melhora , mas com o tempo me afasto de tudo, pois nao aceirto a ideia de ter dons. ou ter que doar para espiritos me possuir.para qualquer tipo de coisas, ja achei que era escrisofenia, mas vi que tenho algo espiritual, que o medico normal nao vai achar. pois é muito forte a sensaçao, tenho tbm premoniçao so de coisas ruins nunca boas, pq sera que nao consigo me lçiberta de vez disso.eles m deixam um tempo mas volta a me tormenta

    • anA

      ola kattia, quanto mais se tenta negar o que se tem pior, eu sei por experiência própria, e quando tocamos afeta nos muito mais do que o normal…

  • Mayara

    Sinto que tem alguma coisa ruim dentro de mim, não sei se é só coisa da minha cabeça, ou se é verdade mesmo.. Mais constantemente sinto dores no peito, antes era com mais frequência que agora, mais ainda as sinto, e principalmente em relação ao meu namoro, sinto que não amo mais o meu namorado, só que eu não quero deixar ele. Passei mal uma tarde, e uma mulher veio me rezar, ela disse que estava com olhado, 6 olhados, de homens e de mulheres, mais de mulheres. Ela me passou alguns chás pra tomar, e eu vou ver como me sinto.. Eu nu sei o que fazer, eu só não quero viver nesse drama que eu vivo, e ainda mais fazer com que meu namorado sofra, eu não quero fazê-lo sofrer.. Me ajude por favor :'(.O mau olhado pode ter causado isso?

    • Mayara, a culpa NÃO É DO MAU-OLHADO DOS OUTROS, mas da tua incapacidade de não se proteger.
      Convido você a estudar as técnicas de autoconhecimento e defesa psíquica ensinadas pela Gnose para que você tenha uma visão mais ampla das Leis de Energetismo que regem nossa vida.

  • Lucas

    Muito interessante o caso relatado. Preciso de uma orientação amigo. Moro em Curitiba e acho que estou com um obsessor encarnado. Desde o início de 2012, quando um amigo de MG veio morar tb na minha cidade, muitas coisas estranhas acontecem. É uma espécie de inveja que fica disfarçada perante a sociedade como admiração, tudo o que eu faço, meus passos, projetos, cidades que visito, até mesmo minhas doenças…esse “amigo” vivencia tudo igual ou similar. Não tinha consciência disso, uma amiga em comum que me abriu os olhos. Cheguei a dar uma força, abrigando ele no meu ap por 6 meses, mas tive retirá-lo em Agosto. Ele continua morando na cidade e minha vida simplesmente parou desde então, apareceram problemas de saúde também. Estava com quase tudo certo para me transferir para SC e de repente a empresa voltou atrás. Quando encontro com ele para almoçar, sinto uma energia de atraso e manipulação absurda. Enfim, desculpem estar me prolongando, é um desabafo. Me ajudem com alguma orientação ou conselho.

  • JU

    Depois de Magia negra feita na minha pessoa, fico inconsciente e chego a convulsionar. Como me livrar?

    • Ju, estude todos os textos na categoria Defesa Psíquica e pratique as orações, os conjuros, as limpezas astrais…
      E verá que, com o tempo, você se livrará de todo mal externo.
      Mas o pior de todos os males é o interno, nosso Ego…

  • acho que sou vitima da bruxaria no meu casamento. meu marido arrumou uma amante e ela dormiu na minha casa desde entao nao tive mais paz na minha casa meu esposo so fala em mim matar . mim de uma ajuda pelo amor de deus

  • Eliza

    Eu preciso urgentemente de ajuda, resumindo tudo desde criança tenho coisas “incomuns” e minha família é toda católica e preconceituosa. Desde cedo eu sonhava e sentia uma segunda pessoa comigo, como se fosse minha alma gêmea, também vi fadas e tive, tenho sonhos reveladores, esses sonhos que me levaram a ciências ocultas, e ainda criança quando fui me dando conta de que eu não era “mais uma” que tinha algo a fazer e existia dentro de minha alguém querendo fazer coisas incríveis, sei que esse alguém é meu eu inconsciente me alertando que preciso saber de algo, tenho quase todos dias “paralisia do sono”. Encontrei um sentimento de amor e ligação muito forte com uma pessoa, mas fui ignorada, depois de pesquisar comecei a suspeitar que ele fosse minha alma gêmea, mas não está preparado por isso não me reconhece, ou não me aceita, mais um motivo que preciso estudar ciências ocultas, quero ajuda-lo e me ajudar também. E assim quanto mais começo a “entender” e querer seguir uma linha de estudo algo me bloqueia e tou ficando muito doente, já me disseram que é ataque de vampirismo, obsessão, eu acredito sim, mas por algum motivo sou boa em defesa, também me falaram isso, mas aos poucos tou perdendo a força e não consigo viver. O que mais quero é encontrar alguém que possa me guiar aqui perto de mim na minha cidade, mas não conheço ninguém no nível ou confiável, minha cidade é muito pequena e de maioria cristãos, eu queria saber onde encontrar um gnóstico, alguém que pudesse me guiar, moro no Acre, existe algum contato ou alguma forma de descobrir isso?

  • Quando tento me interessar seriamente pelas coisas espirituais sempre algo ruim me barra e faz eu deixar isso de lado e meus sonhos são oniricos lucidos. vejo e sinto que esta pra acontecer, e nas minhas maos as veias formam numeros 305 e 13 que não sei o que significam, tenho os passaros como amigos quando a perigo eles sempre me alertam, penso não ser uma pessoa comum, quando comecei a me interessar seriamente por estudos das ciencias ocultas sinto dor na regiao do sete chackra nao lembro o nome é chackra que ficar acima do chackra frontal. Penso que seres ruins querem me fazer desistir da vida e não concluir minha missa tenho um coraçao feito cristal lindo mais que se quebrar facil. Tenho tanto pra perguntar q nao dar pra falar tudo aqui se puder me indicar alguma ajudar nao quero cair pro mal.

  • Gostaria de perguntar sobre obssessores porque quando criança eu era uma pessoa feliz com problemas, mas feliz. Mas depois de momento não sei qual minha vida desandou tudo começou a dar errado, todas as oportunidades que surgiram e surgem na minha, eu tendo agarrar essas oportunidades, mas nunca consigo concluir minhas metas, no começo a uma grande disposiçao mais depois começa um desanimo só. Não sei o que fazer. Mas tambem nunca fui como as outras pessoas quando menor eu sentir a presenças dos espiritos bons e maus. Sei que sou mediunica porque quando tinha 13 anos tudo começou dores estranhas pelo corpo e sonhos tenebrosos terriveis menos. Penso que tenho o canal aurico aberto e como não trabalhei o meu lado espirito, penso que seres ruins se aproveitaram disso, porque as energias tenebrosas me machucam e as vezes passo mal. Por favor me ter uma orientação

    • Eliza

      Hellen eu sou exatamente como vc, algo sempre me bloqueia tbm quando me interesso ou tenho uma oportunidade de estudar ciências ocultas ou quando tento ser feliz. Tbm creio que sou mediúnica, mas não nasci pro espiritismo, sei disso, mas além de não achar respostas sozinha minha família é toda católica e preconceituosa. Acho que não devemos desistir, existe um chamado, uma missão para nós, sempre temos respostas ou através de sonhos, pressentimentos ou algo assim, acho que só não devemos desistir por mais difícil que seja, não deixar os maus espíritos nem as pessoas nos derrubarem.

  • Ramona

    Muito interessante esse texto, mas tenho uma duvida que não é relacionada a isso, é sobre autoconhecimento, eu acho que o autoconhecimento é conhecer o ego dentro de mim, mas quero saber, é só isso ou vai alem disse que citei?

  • Morghana

    Uma pessoa sem intenção pode lançar um mal olhado?

    • Raramente a energia da inveja se expressa explicitamente.
      Muitas vezes, Morghana, as forças subconscientes e inconscientes estão carregadas da energia da inveja (um dos cabeças de legião do Ego), e mesmo sem saber, ou quase sem saber, emitem-se essas ondas negativas contra outros.

  • Artur

    É possível eliminar totalmente o nosso ego? Quero eliminar uma paixão passional dentro de mim e a ela aliados vários elos como luxúria, ciúmes, ira, raiva, etc.

  • quartzos

    Existe alguma corelação entre o ocorredo com a espeosa dele com o fato de uma familia ser catolica e outra protestante e de não ter havido aprovação do casamento? porque a esposa inicente adoeceu sendo ele o “promiscuo”?

  • dalva

    eu tenho um problema sei que fizerao magias para me separar do pai dos meus filhos.e de lá pra ca vivo lutando muito sempre com problemas finaceiro de saude dos meus filhos brigas familiares minha saude.já achei enterrado em um monte de areia no meu quintal um feitiço que nao sei pra que era já foi colocado do portão pra dentro de minha casa um doce chamado trufa não sei quem deixou lá será que poderia alguém me ajudar

    • Dalva, se possível, procure um grupo gnóstico próximo de você (mesma cidade ou próxima) e peça ajuda e orientação.
      Caso não possa, sugiro que faça uma oração (a que sair de seu coração, feita com todo respeito e devoção) aos seguintes mestres da Fraternidade Branca:

      – Arcanjo Samael
      – Anjo Adonai
      – Senhor Anúbis

      Acenda 3 velas brancas e, diariamente, sempre à mesma hora e durante 9 dias seguidos, ore intensamente a esses poderosos mestres. Tenha certeza de que você será auxiliada…
      Caso sinta, em seu coração, que deve realizar mais 9 dias, continue, sem dúvida ou temor. E repita uma terceira vez o ciclo de 9 dias, totalizando 3 x 9 dias.

  • joao viana

    Como são plurais os caminhos que levam a SABEDORIA. Não podemos deixar de trilhar por este. afim de obtermos o maximo intendimento, para as nossas vidas e auxiliarmos, aos semelhantes qdo nescessário.

  • Ellen

    Olá, nunca acreditei em Feitiçarias, Mau Olhado, mas algumas coisas estranhas tem me acontecido. E a pouco tempo pensei neste fator. Por exemplo: Depois que sai do meu último emprego minha alergia atacou de uma forma em meu corpo que não conseguia andar, e desde então passo em um Hospital escola para controlar essa minha Dermatite Atópica, depois minha namorada perdeu a Aliança (não sei se tem algo a ver) mas começamos a brigar MUITO, comecei a ter sonhos e então acontecer coisas que sonhei. Não tinha medo de filme de terror e hoje não consigo mais ver pois, quando assisto ouço coisas, sinto coisas, tenho me sentido cansada, com sono, com olheiras. Me ajudem por favor? Estava hoje afim de ler algo diferente e li aqui neste site e acho que aqui posso ter respostas.

    • Ellen, as pessoas não precisam acreditar ou desacreditar nessas coisas, o que importa são os fatos. Veja os diversos sintomas que estão ocorrendo em sua vida. Isso não pode advir de problemas meramente fisiológicos.
      O primeiro passo é você estudar seriamente esses temas esotéricos de Proteção Psíquica, familiarizar-se com o aspecto prático e, em seguida, botar a mão na massa.
      Orações (especialmente ao venerável mestre Jesus o Cristo), mantras, magia elemental, magia branca etc., tudo isso são armas que ajudarão a se livrar desses mal-estares energéticos…

  • carlos

    Muito bom o texto. O que eu psso fazer para melhorar minha vida, pois desde criança sou atacado por espiritos do mau, ou os pego no dia dia ou alguem mandão trabalhos para me arruinar. Eu não consigo intender estas pessoas que agem desta forma. Minha vida profissional para falar a verdade não existe, em media a cada um ano e meio sou demitido, sem falar da minha saude e da minha vida sexual. Estou procurando como me acertar.
    Obrigado.

    • Carlos, a maioria dos “espíritos do mal” estão em seu próprio interior, em sua psique, são seus Eus Psicológicos que te danificam e perturbam sua mente…
      Estude profundamente os textos sobre a Morte do Ego em nosso site…

  • Caro Leonardo, como paliativo, leia os textos do link DEFESA PSÍQUICA e pratique o que lhe for ensinado (mantras, orações, símbolos sagrados, magia elemental, magia branca etc.).
    Mas como forma radical de se livrar das forças trevosas, tanto intenas quanto externas, pratique o Ensinamento Gnóstico, que preconiza que as trevas estão dentro de você, o Ego encontra-se em seu interior, e eliminando-o totalmente, nenhum mal atacará você.

  • Carlos

    Muito bom texto. Mas pergunto, o que podemos fazer para vencer possíveis feitiçarias.Em algum livro ou material Samael nos ensina isso?

    • Em diversos livros o venerável mestre Samael ensina técnicas de defesa psíquica. Sugerimos que pesquise na categoria DEFESA PSÍQUICA, do GnosisOnline as diversas práticas para proteção interior…
      Sugiro que leia o maravilhoso livro MEDICINA OCULTA.

  • verme do lodo

    Ola irmãos ,presiso de uma ajuda ,reconhecendo minha fraqueza , eu tow com olheiras terriveis , e toda vez que durmo sonho coisas ruins , acordo como si tivessi sido sugado as energias ,evolui muito meu intelecto ,minha mente esta num desequilibrio brutal ,por favor , necessito de um conselho ,algum livro que ajudeme a equilibrar minha mente ,não consigo mais sentir algum sentimento de afeto nem carinho,meus sentimentos são frios como si eu num fosse vivo , qual as chances de eu ter me vendido a o unbral em outra vidas ? si poderem me instruir com algum livro eu agradeço ,

    • Sua situação é como a de qualquer um de nós: desenvolvemos ao excesso a mente e atrofiamos o chacra do coração.
      Sugiro praticar muita meditação e mantra “O” para o despertar do chacra cardíaco, assim você voltará ao equilíbrio do Caminho do Meio…

  • Bom seria se os incrédulos lessem tal narrativa e com boa vontade tentassem aceitar as evidências…

  • muito boa a informação. eu também estive por muito tempo com sintomas de doença astral e descobri através de desdobramento a causa causorum de tal: Feitiçaria das mas baixas. mas,não podemos esquecer das causas cármicas também. parabéns pelo site.

  • mafa

    Posso dizer que andei muitos anos a não acreditar nisso até ser eu a sofrer desses maus fluidos e eram de tal forma que cheguei ao ponto de não conseguir sequer levantar-me da cama. Felizmente já lá vai longe.

  • douglas

    Já li esse trecho no livro ”Magia e Teurgia pratica”-SAW
    parabens pela divulgação, muito util.