Kalusuanga, chefe do raio maia

1
3985

Nossa amada América do Sul tem também seus templos majestosos, ainda que ninguém tenha falado deles. Esses são os templos da Deusa Natureza. Esses são os templos dos mistérios sagrados do Raio Maia.

Até agora só ouvistes falar dos Mestres asiáticos e europeus. Muitos estudantes espiritualistas desejariam progredir internamente, porém não podem, porque não encontraram o caminho que lhes pertence, seu raio e tônica próprios, que estejam de acordo com seu sangue e sua psique.

kalusuanga-gnosisonline

Não se deve esquecer que na América do Sul o sangue do índio predomina sobre tudo, e que são milhões os seres humanos que pertencem ao Raio Maia. Porém, vou falar desses Mestres do Raio Maia, discorrer pela primeira vez a cortina que os oculta.

Kalusuanga, o Deus primitivo da Luz, o grande Mestre do Sol, tem um depósito de sabedoria esotérica no Templo de Buritaca, sede da sabedoria antiga (costa atlântica
Kunchuvito Muya, Deus Poderoso.
Kakasintana, Deus Poderoso.
– Nuestro Seyancua.
– Nosso Pai Seukul.
– “Mama” Kaso Biscunde.
– “Mama” Batunare.
– A “Saga” Maria Pastora, Mestra de Sabedoria.
– O Deus Kuinmagua. Esse Mestre é o Deus das Tempestades, com poderes sobre as estações do inverno e do verão, do outono e da primavera.
– O Deus Temblor (Terremoto), é uma criança inocente, que faz tremer a terra, cujo nome não é o caso de se mencionar.

Esses Mestres da Venerável Loja Branca do Raio Maia são os silenciosos vigilantes da América Latina. A Sierra Nevada de Santa Marta (Colômbia) é outro Tibet poderoso e antiquíssimo.

Kalusuanga, o Deus primitivo de la Luz, alegremente admitirá em seus mistérios as almas sedentas do Raio Maia. A chave para entrar no Templo de Kalusuanga, o Mestre índio, é como segue:

O discípulo sentará numa cadeira ante uma mesa. Apoiará os cotovelos sobre a mesa e sustentará a cabeça com a mão esquerda, enquanto com a direita fará passes magnéticos sobre a cabeça, desde a frente até a nuca, com o propósito de magnetizar a si mesmo e jogar com força (com os passes magnéticos) o corpo astral para fora, em direção ao Templo de Buritaca, sede da sabedoria antiga do Raio Maia.

kalusuanga-viagem-astral-gnosisonline

O discípulo unirá sua vontade e sua imaginação em vibrante harmonia, fazendo esforço para adormecer.

Deve sentir-se atuando com sua vontade e imaginação como se estivesse em carne e osso dentro do Templo de Buritaca.

Com o pensamento, deve pronunciar estes mantras ou palavras mágicas:

OMNIS BAUN IGNEOS

Essas palavras se pronunciam de uma vez, alargando o som das vogais, até chegar a dormir.

Depois de certo tempo de prática, o discípulo “sairá” do corpo físico, em seu astral, e Kalusuanga, o Mestre sublime do Raio Maia, o instruirá em seus mistérios e lhe ensinará a sabedoria médica.

Kalusuanga prova primeiro o valor do invocador e aparece gigantesco e terrível para provar o discípulo. Se este for valoroso será instruído na ciência sagrada dos “Mamas”.

Os altos Iniciados “Mamas” comunicam-se com os Mahatmas do Tibet e conhecem a fundo os vegetais da Índia Oriental.

Invocando um Grande Mestre do Raio Maia

Invocação do mama Ceferino Maravita para nos curar o corpo físico e os corpos internos: Em nome de Kalusuanga, Deus primitivo da Luz, filho dos sete mares vermelhos e dos sete raios do sol, te suplico, mama Ceferino Maravita, para que me cures (ou cures a fulano), meu (seu) corpo físico e meus (seus) corpos internos. Amém, Amém, Amém.

Prática Maia da Magia Elemental do Jayo (Folhas de Coca)

E veio a mim a palavra do Senhor, dizendo: Que é que vês, Jeremias? E eu disse: Vejo uma vara de amendoeira. E disse-me o Senhor: Viste bem, porque eu velo sobre a minha palavra para cumpri-la. (vers. 11 e 12, cap. 1 de Jeremias).

Ao estudarmos esses simbólicos versículos do profeta Jeremias, encontramos que a vara da amendoeira representa a vara do mago. Em seu aspecto puramente vegetal, a vara da amendoeira encobre um segredo vegetal que Jeremias não quis revelar ao profanos. Por trás da vara da amendoeira se esconde o “jayo” (coca).

Essa planta maravilhosa serve para sair em corpo astral. O mantra do jayo é:

BOYA… BOYABOYA

Existe uma fórmula secreta para se preparar com o jayo uma poção que permite ao mago sair em corpo astral. Terei cuidado de não divulgar essa fórmula sagrada, porque a humanidade não está preparada para recebê-la.

Seyirino, pai do jayo, é um grande Mestre do Raio Maia. O elemental do jayo, com seu corpo de ouro puro, e suas formosas vestes, se parece com uma donzela de extraordinária beleza. Na antiga Roma dos Césares, os magos romanos usávamos muito o jayo para nossos grandes trabalhos de magia prática.

Samael Aun Weor. Mistérios Maias e Tratado de Medicina Oculta

1 COMENTÁRIO

  1. Achei uma leitura maravilhosa,não tinha conhecimento sobre este assunto tão profundo. Gosto demais das explicações do Autor: Samael Aun Weor

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui