As misteriosas grutas de Cacahuamilpa

1
2519

Existe uma gigantesca gruta no México, chamada Cacahuamilpa (que em náhua, a língua clássica dos astecas, significa “terra das sementes”, ou terra de amendoins). Situada a duas horas e meia da capital mexicana, essa imensa caverna é muito visitada pelos turistas e espeleólogos. Mas existe um mistério em seu interior, segundo ensinamentos gnósticos do venerável mestre Samael Aun Weor. Vejamos o que o Mestre ensina, na conferência a seguir:

As origens destas cavernas não são conhecidas pela Geologia ou pela Antropologia. Supõe-se que por aqui passava um rio, mas não são mais que suposições, nada mais… Elas existem desde a época  dos náhuas, dos maias e dos toltecas. Muitas pessoas, antigamente, visitavam essas cavernas por motivos esotéricos. Tudo que se conhece sobre elas são as informações que os guias de turismo dizem aos visitantes.

Nos tempos gloriosos de Anáhuac existia aqui um Templo e  se cultivam aqui os Mistérios. Nós iremos até o local onde lhes falarei sobre aquele Templo, só me limito a dizer que tal Templo, apesar de ter desaparecido fisicamente, continua ativo na Quarta Vertical.

Quem visita as cavernas vê as rochas, imagens alegóricas ou simbólicas, pedras com determinadas figuras etc., mas não conhece o motivo pelo qual essas pedras têm esculpidas  figuras de leão,  águia ou de rostos etc., por que possuem essas formas e quem as esculpiu?

Os guias turísticos se limitam a dizer simplesmente: “Isto é um barco, isto é um cavalo que está comendo” etc.

Sabemos que o Demiurgo Arquiteto do Universo, na antiga linguagem esotérica náhuatl, o Quetzalcóatl, foi o que na realidade construiu todas as maravilhas desta Criação.

Quetzalcóatl é a Unidade Múltipla Perfeita, é o Divino Arquiteto da Grande Criação. Seria absurdo supor que não existem princípios inteligentes por trás das formas de todas as figuras.

Essas figuras são formas que foram cinzeladas através do tempo pelos Princípios Inteligentes da Natureza, esses princípios pulam e palpitam em tudo o que é, em tudo o que tem sido e em tudo o que será.

Franz Hartmann, o Grande Iniciado alemão, nos fala dos gnomos ou pigmeus. Paracelso falava em sua época de tais criaturas, mas conforme o tempo foi passando a humanidade se degenerou e agora não é capaz de conceber os Princípios Inteligentes por trás de todas as formas naturais.

Sem dúvida, nós, os gnósticos, diferentemente dos materialistas, sabemos que por trás das rochas existem os princípios inteligentes.

A natureza contém em si mesma os prodígios que as pessoas não são capazes de ver, porque todas elas estão com as Consciências adormecidas. Se as tivessem despertas, poderiam descobrir por si mesmas os Princípios Inteligentes da Natureza e do Cosmo.

Há muito tempo que as pessoas esqueceram as Leis da antiga Arcádia; faz muito tempo que se esqueceram daquelas histórias das ninfas e das fadas, proíbem que as crianças digam que viram o gnomo, ou o silfo dos ares, ou as ondinas das águas ou as salamandras do Fogo Universal, e hoje só se fala em guerras, drogas, álcool, prostituição etc.

Aqui, nesta caverna, encontramos  um umbral de  grandes  mistérios, figuras extraordinárias e, alegóricas que as  pessoas comuns não entendem.

Todas as cavernas da Terra, dentro da Quarta Dimensão, ou melhor, dentro da Primeira Esfera Submersa, formam na realidade o “Limbus”, essa região onde dormem as Almas inconscientes, essa região dos defuntos, onde moram os que nunca despertaram a Consciência, as pessoas de Consciência hipnotizada.

A Terra tem três aspectos, um corresponde à Zona Tridimensional, acima dela encontramos as Regiões Superiores da Natureza e por debaixo dela, encontramos as Regiões Inferiores da Natureza, ou Infradimensões, que correspondem à essas cavernas, precisamente aos Nove Círculos Dantesco.

Um dia desses, tais almas passam pela Segunda Morte, ou seja, as forças centrífugas da Natureza aniquilam o querido Ego. Isto lhes permitirá ressurgir novamente à superfície, sob a Luz do Sol, para iniciar novamente os processos evolutivos, começando pelo mineral, passando ao vegetal, depois ao animal e finalmente ao humano.

Tenho falado em meus livros que cada Alma tem designado 108 Vidas, nestes tempos atuais a maioria das pessoas está chegando à 108ª vida, motivo mais que suficiente para afirmar, de forma enfática, que ondas de vida humanas ingressarão, nesses instantes de crise mundial, dentro das entranhas vivas do planeta onde vivemos.

Assim como existem as Infradimensões, onde estão situados os Nove Círculos de Dante, também existem as Dimensões Superiores, onde se encontram os Mistérios da Fraternidade Universal Branca.

O Gênio da Terra está no centro físico da Terra, mora em suas cavernas com o corpo físico e os Goros e os Bodhisatvas sobreviventes da Lemúria e da Atlântida o acompanham, e estes possuem também Naves Cósmicas, com as quais podem viajar através do espaço infinito.

É urgente, impostergável aniquilar o Ego, reduzi-lo a cinzas para que a Consciência desperte… para poder ouvir, ver, tocar e sentir as grandes realidades do Universo. Tem de Despertar!

Tenho dito que se necessita de uma didática e de uma dialética para o despertar, e tudo isso está escrito em meus livros intitulados Psicologia Revolucionária e A Grande Rebelião. Vocês necessitam estudar essas obras e trabalhar de acordo com os axiomas ali colocados, para que um dia consigam o despertar.

Até aqui, meus queridos irmãos.

Paz Inverencial!

Samael Aun Weor

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui