Peixes – De 18 de fevereiro a 20 de março

21
2999
Incensos

Regências e Relações

Região do corpo: Pés
Metal: Platina e estanho
Pedras preciosas: Ametista
Perfume: Tomilho
Planta: Agave (pita) e plátano-falso
Flor: Violeta
Planeta: Netuno
Cor: Violeta
Elemento: Água
Palavra-chave: Divindade
Dia da semana: Sexta-feira
Arcanjo Regente: Zacariel
Gênios do Zodíaco: Rasamosa e Uacabiel
Tattwa: Apas

Querido discípulo:

Hoje chegamos ao signo de Peixes, o último do Zodíaco, governado por Netuno e Júpiter.

Confeccionei este curso com o único objetivo de que ganheis a felicidade sem limites do Nirvana.

O Nirvana é o vale do silêncio profundo e do “Não Ser”; ali, porém, na realidade, nosso “Real Ser” É, porque ali vivemos de uma maneira tão distinta de nosso atual estado de compreensão que transcende nossos sentidos ordinários. Por isso dizemos “Não Ser”, porém, na realidade, ali nosso “Real Ser” É.

O Nirvana está além do amor e aquilo que está além do amor é a felicidade absoluta.

O Nirvana está além do desejo, além da mente, além da vontade, além da inteligência e muito além da consciência.

O Nirvana é a pátria do Ser.

Como poderíamos defini-lo? Ali, a alma totalmente fundida com o Íntimo sente-se onipotente e poderosa, numa felicidade que não conhece limites.

Ali, a gota fundiu-se no oceano e o oceano fundiu-se na gota. Ali, as melodias mais inefáveis nos lançam em estados de beatitude que transcendem a toda compreensão.

Os grandes ritmos do fogo invadem os inefáveis recintos do Nirvana e as almas de rostos majestosos, com suas túnicas de dharmasayas e seus mantos de distinção, acompanham com seus cantos as melodias deliciosas do Mahavan e do Chotaban, que sustentam os cosmos durante o Mahavântara.

O iniciador tem de comunicar ao discípulo a verdade final, antes de entrar no Nirvana.

O Iniciador tem de ensinar ao discípulo o grande mistério do Nirvana antes do próprio discípulo entrar no Nirvana.

O Nirvana é o esquecimento do mundo e do homem para sempre. Ali moram também os Deuses de outros Mahavântaras em um estado de indescritível felicidade. Ali, toda lágrima desapareceu, pois reina apenas a felicidade do Ser.

Os nirvanis não possuem nenhum dos quatro corpos do pecado chamados físico, etérico, astral e mental. O Mestre extrai desses veículos apenas seus extratos anímicos, os quais absorve e assimila antes de entrar no Nirvana.

Os nirvanis trabalham sob a direção de seus pais estelares.

O Íntimo de todo homem é filho de um gênio sideral e há tantos pais no céu quantos homens na Terra.

Todo ser humano nasce em cada reencarnação humana sob a influência de um astro distinto, a fim de ir “esmerilhando” o Ego pouco a pouco, porém, há um astro que rege nosso interior e esses astro não muda nunca; esse é o Astro-Pai. Esse é o nosso Pai que está nos céus. Diz Isbener Aldane: “Levanto os olhos até as estrelas, das quais haverá de chegar o auxílio, porém, eu sempre sigo a estrela que guia meu interior”.

Quando o coração do sistema solar começou a palpitar, depois da noite profunda do Pralaya, ao iniciar-se a aurora do Mahavântara, o Primeiro Logos imanifestado do Grande Alento fecundou o Akasha. Surgiram então sete Logoi Planetários, modelando o Akasha ou matéria primordial por meio do fogo da vida para construir a este sistema solar no qual estamos evoluindo.

Esses sublimes arquitetos da vida viam que nós éramos somente raios inconscientes do supremo Parabrahatman, o eterno Pai sempre obscuro, a quem chamamos de Absoluto. Foram esses excelsos Prajapatis ou Anjos Divinos que dotaram os inconscientes raios do Absoluto disso que hoje chamamos Mônada, ou, melhor ainda, Íntimo.

E todo homem tem seu Íntimo e todo Íntimo tem seu pai que o engendrou, isto é, nosso Pai que está nos céus.

AUM MANI PADME HUM é um forte mantra que se pronuncia assim: OM MASSI PADME YOM; cantamo-lo em sílabas e alongando o som de cada uma de suas letras. O significado deste mantra é:

“Ó meu Deus em mim”.

Este mantra deve ser vocalizado com o coração, em profunda meditação, adorando o Íntimo, amando-O, rendendo-Lhe culto, porque o Íntimo é em essência a alma de nosso Pai encarnada em nós; nossa divina individualidade pela qual precisamos ser absorvidos para entrar nessa infinita e indescritível felicidade do Nirvana, lugar onde não há lágrimas, penas ou dor.

Nosso Senhor, o Cristo, ensinou-nos a orar assim:

“Pai Nosso que estás nos céus. Santificado seja teu nome. Vem a nós o teu reino. Seja feita tua vontade assim na terra como nos céus. O pão nosso de cada dia nos dá hoje e não nos deixes cair em tentação, mas livra-nos, Senhor, de todo o mal. Amém.”

Essa oração faz-se em profunda meditação, adorando a essa estrela inefável da qual saiu nosso Íntimo. Assim aprendemos a falar com nosso Pai secreto.

Muitos dirão: “Bem, como e de que maneira nos engendrou nosso divino Pai que está nos céus?”

Isso necessita de uma explicação. Vejamos:

Nosso Pai é antes de tudo uma chama de fogo ardente e toda chama é suscetível de expansão, de crescimento, de progresso, evolução e independência de cada uma de suas chispas. Fazei a experiência com uma chama e vereis que essa chama pode se expandir por todas as partes e que cada uma de suas chispas pode se converter em uma chama independente.

Levai este exemplo agora até a aurora do mahavântara e então compreendereis como vossos pais celestiais vos engendraram.

Agora, se imaginais que cada chispa está associada a um raio de luz próprio, compreendereis então a relação das chispas com a luz e de nossa chispa divina com o raio de luz absoluto, ao qual pertencemos; este raio de luz absoluto é o Glorian.

Nosso Glorian é um hálito para si mesmo profundamente desconhecido.

Nosso Glorian é um hálito do Absoluto.

Antes de possuir uma Mônada divina, não tinha consciência de si mesmo. Sua consciência era a consciência do Absoluto, porém, não podia dizer: “Eu sou Eu”. Agora, porém, o Glorian de cada um de nós está dotado de um “Eu” Divino e por isso nosso Glorian já pode dizer: “Eu sou eu”, “Eu sou o Absoluto” e “Eu estou aqui agora”. Assim, embriagado de felicidade, submergirá dentro desse oceano da suprema felicidade absoluta ao chegar a Noite Cósmica, para ressurgir, como um Deus inefável, ao se iniciar a aurora de um Mahavântara. Então, cada um de nós, chamas inefáveis, se expandirá como se expande o fogo, e cada uma de nossas Chispas Ígneas se converterá em pedra, em planta, animal, homem e Anjo. Cada uma de nossas chispas, convertida em chama, nos amará, adorará e levantará seus cânticos até nós para todo o sempre, amém, dizendo: “Aleluia, aleluia, aleluia”. O incenso de suas orações chegará até nós como um perfume inefável cheio de amor.

Então faremos por nossos filhos do fogo o mesmo que nossos pais fizeram por nós.

É conveniente que o discípulo aprenda a visitar seu Pai em corpo astral para receber instruções diretas de seu Pai que está nos céus.

Os raios estelares ao caírem sobre nossa terra produzem cores, sons, elementais metálicos que se condensam em metais; elementais metálicos que, evoluindo, se convertem em elementais vegetais; elementais vegetais que se convertem em elementais animais; elementais animais que despertam suas chispas divinas para encarná-las pela primeira vez em homens, homens que se tornam anjos para regressar novamente ao seu pai que os engendrou.

Toda essa descida e subida das chispas virginais através desta peregrinação da matéria está simbolizada pela escada do sonho de Jacó.

O que é o ferro? É a alma de Samael-Marte evoluindo ali.

O que é o cobre? É a alma de Uriel-Vênus evoluindo ali.

O que é o chumbo? É a alma de Orifiel-Saturno ali evoluindo.

O que é o ouro? A alma de Miguel-Sol ali evoluindo.

O que é a prata? A alma de Gabriel-Lua ali evoluindo.

O que é o estanho? A alma de Zacariel-Júpiter eli evoluindo.

O que é o mercúrio? A alma de Rafael-Mercúrio ali evoluindo.

Todo este fluxo e refluxo da vida ressoa na natureza inteira com o gongo chinês.

Ao chegar a Noite Cósmica, todas as Chispas convertidas em chamas regressam ao Logos imanifestado para submergirem na felicidade ilimitada do Absoluto, onde não há lágrimas ou dor, onde todos são um, onde todos nós somos o Deus, o inonimado, aquilo, aquilo, aquilo.

Este fluxo e refluxo da vida está firmemente confirmado nos Veda, que são as escrituras sagradas mais antigas, pois a sua filosofia data de muitos mmilhares de anos antes de Jesus Cristo. Esta é velha lei do pêndulo.

Têm existido na vida momentos estelares da humanidade em que o Pai Sideral de um grande gênio pode falar e expressar-se através dele para iniciar novos ciclos de cultura espiritual.

Eu, Aun Weor, sou tão somente o filho e o instrumento de Samael-Marte e o que ensino para vocês é a sabedoria de meu Pai.

Cada um de nós tem sua herança espiritual e astral provinda de seu Pai que está nos céus.

Todas as faculdades mentais, espirituais, emotivas e psíquicas são influenciadas pelas ocultas propriedades da escala de causas provindas das hierarquieas dos gênios planetários e não pelos planetas físicos. Uma vez mais dizemos que, por este motivo, a nós, astrólogos autênticos, não nos interessa a astrologia de aritmética.

O sistema solar desenvolve-se dentro da matriz do Zodíaco. Cada uma das doze constelações zodiacais está governada por dois anciães (os quais estão relacionados no início de cada lição, signo por signo).

Estes são os 24 anciães que regem as 12 constelações zodiacais. Durante as vossas práticas zodiacais devereis visitar os templos siderais dos gênios com os quais estejais praticando. Assim, em Áries visitareis os gênios de Áries, em Touro visitareis os gênios de Touro etc., rogando a esses gênios que venham tratar vossos órgãos correspondentes ao signo zodiacal com o qual estais trabalhando.

Estes 24 anciães reúnem-se às vezes no templo-coração da Terra ao redor do Cordeiro.

Nossas 12 faculdades, ou seja, nossos 12 sentidos, são as 12 faculdades do Zodíaco dentro de nós. Devemos fazer resplandecer nosso Zodíaco por meio destes exercícios para nos convertermos em Deuses inefáveis.

Nosso corpo é uma harpa musical onde devem ressoar incessantemente as sete vogais da natureza. Durante o signo de Peixes é necessário vocalizar o som das sete vogais, assim:

Iiiiiiiiiiiiiii. Eeeeeeeeeeee. Oooooooooooo. Uuuuuuuuuuuu. Aaaaaaaaaaaaaaa. Mmmmmmmmmmmmmmm. Ssssssssssssss.

O som de cada um dessas sete vogais deve ser levado da cabeça até os pés. Diz o Mestre Huiracocha que uma hora de vocalização diária vale mais que a leitura de 1 milhão de livros de teosofia oriental.

Peixes influi sobre os pés e eles são as peneiras por onde entram as forças que sobem do Gênio da Terra.

Nas linhas dos pés estão escritas nossas reencarnações passadas. A cerimônia do lavatório dos pés, feita pelo Divino Redentor do Mundo, significa que ele, o Divino Cordeiro, veio para lavar-nos com seu sangue de todas nossas culpas passadas.

Cristo é o cordeiro de Deus que lava os pecados do mundo.

A chave para entrar no Nirvana reside na santidade absoluta e na castidade absoluta.

É preciso que o estudante aprenda a conhecer os sinais do céu. A esposa de Júlio César, imperador de Roma, viu cair uma estrela em sonhos e tratou de salvá-lo, porém, como ele não a escutou, foi assassinado quando entrava no Capitólio de Roma.

Quando Hitler lançou-se à guerra, viu claramente, em pleno meio-dia, duas estrelas amarelas separando-se uma da outra.

Na Atlântida, no plano físico, existiram sete oráculos importantes onde os humanos estudavam a sabedoria das estrelas e consultavam os Deuses siderais. Os guardiães desses mistérios eram grandes Iniciados. No oráculo de Marte ensinava-se o ocultismo marciano. No de Júpiter, a religião jupiteriana; no oráculo de Vênus, as artes e a sabedoria venusianas; no oráculo de Saturno, a sabedoria de Saturno; no oráculo da Lua, o ocultismo lunar; no oráculo de Mercúrio, a sabedoria mercuriana; no oráculo solar, nossa sabedoria gnóstica.

Os antigos sacerdotes ensinavam seus discípulos a interpretar os sinais do Firmamento. Esses sinais são interpretados com base na lei das analogias filosóficas. Por exemplo, se com vossa clarividência virdes estrelas negras, há fracasso para vós; se virdes uma estrela cair do céu no momento em que um amigo parte para uma viagem, há um luto para vosso amigo; se a estrela cai sobre alguém, ou próximo de alguém muito importante, esse alguém morrerá; se passa uma estrela errante diante de vós e de maneira que cause surpresa, alguém se irá; se virdes duas estrelas amarelas que se separam uma da outra, significa guerra.

Através de vossos estudos esotéricos, ficareis sob a tutela de alguns gênios planetários e eles vos chamarão por meio de sinais luminosos que vós aprendereis a conhecer. Também devereis compreender o cintilar da estrela de vosso Pai Celestial, quando chame para vos instruir nos mistérios da luz.

Esta terra densa que hoje habitais, em um dia futuro será etérica e então teremos a Jerusalém Celestial, onde não há lágrimas ou dor. A constelação de Órion, então, que tanta amargura trouxe ao mundo pelo Setentrião, brilhará iluminando um mundo cheio de alegria e felicidade.

“Depois dessas coisas olhei, e eis aqui uma porta aberta no céu; e a primeira voz que ouvi era como de trombeta que falava comigo, dizendo: ‘Sobe aqui e eu te mostrarei as coisas que serão depois destas’”.

“E logo me fui em espírito, e eis aqui um trono que estava posto no céu, e sobre o trono estava alguém sentado.”

E o que estava sentado era de aspecto semelhante a uma pedra de jaspe e de sardônio; e havia um arco celeste ao redor do trono semelhante no aspecto à esmeralda.”

“E ao redor do trono havia 24 cadeiras e 24 anciães sentados, vestidos de roupas brancas, e tinham sobre suas cabeças coroas de ouro.”

“E do trono havia como que um mar de vidro semelhante ao cristal, e no meio do trono, e ao redor do trono quatro animais cheios de olhos por diante e por detrás.”

“E o primeiro animal era semelhante a um leão, e o segundo animal semelhante a um bezerro, e o terceiro animal tinha a cara como de homem, e o quarto animal assemelhava-se a uma águia voando.”

“E os quatro animais tinham cada um seis asas ao redor, e dentro estavam cheios de olhos e não tinham repouso de dia ou de noite, dizendo: Santo, Santo, Santo, o Senhor Deus todo-poderoso, que era, que é, e que há de vir.”

“E quando aqueles animais davam glória e honra e louvores ao que estava sentado no trono, e adoravam o que vive para sempre.”

“Os 24 anciões se prostravam diante do que estava sentado no trono e adoravam O que vive para sempre, e lançavam suas coroas diante do trono, dizendo:

“Senhor, digno és de receber glória, honra e virtude, porque tu criaste todas as coisas, e por tua vontade têm ser e foram criadas.” (capítulo 4 do Apocalipse de São João)

Que a paz mais profunda reine em vossos corações.

Tipo astrológico de peixes

Os nascidos sob o signo de Peixes têm, comumente, duas esposas e vários filhos. São de natureza dual e têm disposição para duas profissões ou ofícios.

São muito difíceis de serem compreendidos. Vivem como o peixe em tudo, porém, separados de tudo pelo líquido elemento. Adaptam-se a tudo, porém, no fundo desprezam todas as coisas do mundo. São delicadamente sensitivos, intuitivos e profundos. As pessoas não os compreendem.

Têm grande disposição para o ocultismo, graças ao fato de Peixes estar governado por Netuno, o planeta do esoterismo.

Incensos
  • Maria Dulcinéa

    Eu já estudei os ensinamentos gnósticos e gosto de receber essas matérias, é muito profundo e é bom que tenhamos mais alguém com conhecimentos para falar disso.

  • Armando Antonio Colli

    Atenção humanidade de baixo, não perca o contacto com a humanidade de cima. O nosso planeta está mudando sua frequência espiritual. O mundo começa a mudar seu sistema de provas e expiação para um mundo melhor, um mundo de regeneração. Oxalá, cada habitante deste orbe consiga superar os desafios que lhe será imposto pelas vicissitudes do dia-a-dia. Aqueles que não souberem aproveitar, nesta vida, oportunidades concedidas pelo Alto para fazerem o BEM aos semelhantes, pois, fora da caridade, não há salvação, não reencarnarão mais no planeta Terra, mas, em mundos mais atrasados em relação à Terra. Resista ao mal.faça sempre o BEM! Natal de 2015 Muita PAZ! Luz em cada coração. O Sublime Peregrino abençoe cada habitante deste nosso mundo. Amém. Assim seja, assim É!

  • Armando Antonio Colli

    Atenção humanidade nascida sob o signo de Peixes: faça o máximo de bem aos semelhantes. Pratique bastante caridade. Agindo assim, é muito provável que não haja necessidade de um uma nova encarnação neste Orbe. Muita Luz. Paz com todos. Assim Seja, Assim É>

  • Peixes , o signo ancião. Áries o bebezão astrológico.Os demais signos continuam na caminhada evolutiva!

  • JOSE LUIZ DE SOUZA CARDOSO

    GOSTARIA DE SABER COMO FAZER UMA VIAGEM ASTRAL CONSCIENTE, LÍ UMA VEZ NO LIVRO “A TERCEIRA VISÃO” DE LOBSANG RAMPA, MAS NÃO MAIS ENCONTREI ESTE LIVRO. COMPREI UM CHAMADO O MEDICO DE LHASSA, A TERCEIRA VISÃO MAIS NÃO MAIS ENCONTREI.

    • nousvate

      ESTAR EM ASTRAL CONSENCIENTE E SÓ ESTAR AQUI NO MUNDO FÍSICO ACORDADO E SÓ ISSO.

      AS PRATICAS COM OS MANTRAS NOS DA ALGUNS MINUTOS DE LUCIDEZ, MAS ESTAR DESPERTO AQUI PODE NOS DA MUITAS HORAS DESPERTOS NO ASTRAL.

  • Maria Isabel D. Maia

    Foi o site mais maravilhoso , que ja encontrei vou indicar para meus conhecidos.

  • MsReiki

    “AUM MANI PADME HUM é um forte mantra que se pronuncia assim: OM MASSI PADME YOM .. ”

    Acima, que ensina sobre a pronuncia, o Y se pronuncia com som de I, certo? Na parte PADME, se pronuncia PÉDME ou PADME ?

    Iiiiiiiiiiiiiii. Eeeeeeeeeeee. Oooooooooooo. Uuuuuuuuuuuu. Aaaaaaaaaaaaaaa. Mmmmmmmmmmmmmmm. Ssssssssssssss.

    Sobre a pronuncia das sete vogais, pronuncio assim :

    Iiiiiiiiiiiiiii. Êêêêêêêê. Ôôôôôôôôôô. Uuuuuuuuuuuu. Aaaaaaaaaaaaaaa. Mmmmmmmmmmmmmmm ( emmmmmmmmm ou emêêêêêêêê ? ). Ssssssssssssss (éssssssssssssss ou éssssssssssss ou ésssssssiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii?).

    • MsReiki

      repeti duas vezes o >> éssssssssssssssssss –‘ a pronuncia do Sssssssssssssssss tem de ser melhor explicada ‘-‘

    • OM MASSI PADME JOM (O “Y” entre os hispânicos é o nosso fonema “J”).
      Esta variante do OM MANI PADME HUM foi ensinada pelo VM Samael graças a seus estudos nos mundos internos, com os quais Ele, Samael, viu que os efeitos sobre nossos corpos internos são mais profundos.
      No entanto, nada impede que a outra mantralização seja feita com sucesso…

  • MsReiki

    Eu nasci sobre o signo de peixes, e meu ascendente é aquário, oq a gnoses diz sobre signo ascendente?

    • Todas as características contidas no mapa astral nos ajudam a compreender melhor como se estrutura nossa Personalidade. É útil conhecermos isso.
      Mas o trabalho psicológico e esotérico em si é muito mais profundo.

  • Charlatão

    Q miguelagem isso ai!
    Sem embasamento científicos, somente experiencias espirituais…

    Muito cabreiro isso ai!

    • Diana

      se tem experiencia é cientifico, cabe a cada um comprovar por si!

  • Graça Muniz ferreira

    Muito obrigado por essas informações vou ler e reler inumeras vezes,não sabia a profundidade do signo de PEIXES o meu signo e q eu amo…

  • Goenitze

    Obrigado por tudo meu irmao

  • Ana

    Obrigada pela resposta.
    Porém, tenho outras indagações, como diz no artigo que o pisciano tem disposição para o ocultismo, gostaria de saber como poderei desenvolver? Referencias onde poderia busca-las.

    • Ana, a Gnose tem diversos grupos de estudo para você se aprofundar nos estudos esotéricos. Sugiro que pesquise o grupo mais próximo de você. Ou então, caso não haja grupos próximos, leia as obras gnósticas, de autoria do Mestre Samael Aun Weor, que são o que há de mais profundo no esoterismo e ocultismo no momento.
      Endereços Gnósticos. Clique aqui.

  • Ana

    Como faço para visitar o Pai em corpo astral?

    • Oi, Ana, pesquise nos temas gnósticos sobre VIAGEM ASTRAL. Todos nós saímos do corpo físico diariamente, nos momentos em que nos deitamos na cama, pela noite, por exemplo. Mas, infelizmente, saímos do corpo de forma inconsciente, adormecida…

  • eu adorei queria que madasse email para mim todos os dias muito obrigado.