Conde de Saint Germain

0
1536

(O Quinto Evangelho) Pergunta: Há rumores de que o Conde de Saint Germain também alcançou o cobiçado Elixir e que por isso lhe permitiu viver até estes tempos, e que para evitar problemas com o ceticismo e o fanatismo de sua época e desta era contemporânea, utilizou-se de personalidades como William Shakespeare e outros, para manifestar-se até a consumação dos séculos. Isso é verdade? O que nos diz sobre isso?

  • Samael Aun Weor: Giovanni Papini testemunha, precisamente, sobre o Conde de Saint Germain. Ele o encontrou em um navio viajando para a Índia. Abordou-o e o Conde não fez nenhuma objeção em mostrar ao referido escritor suas credenciais. Em um porto indiano ele desembarcou e um grupo de anciães tibetanos o recebeu. Estes o levaram para o Tibete. Isso aconteceu no ano de 1939.

Obviamente, o Conde, antes da Segunda Guerra Mundial, visitou os principais homens de estado da Europa; aconselhou-os, sugeriu-lhes a ideia de desistirem da Guerra… Ele ainda vive, apesar de seus incontáveis ​​séculos.

(As Sete Palavras) O Mestre RAKOCZI, é o mesmo Conde de Saint-Germain, Roger Bacon e Francis Bacon. Este Mestre dirige a política mundial. Atualmente, vive no Tibete. e possui o mesmo corpo físico com que foi conhecido durante os séculos 17, 18 e 19, em todas as Cortes da Europa.

Sobre este Mestre passaram os séculos sem que a morte tenha podido sobre ele, porque é um Filho da Ressurreição. Este Mestre é do Raio de Júpiter.

Saint Germain Foi William Shakespeare

Muito pouco se sabe ao certo sobre William Shakespeare. O que sabemos sobre sua vida vem de registros de época, registros judiciais, testamentos, certidões de casamento e sua lápide na Igreja da Santíssima Trindade, em Stratford-upon-Avon.

William Shakespeare foi batizado em 26 de abril de 1564, na Holy Trinity em Stratford-Upon-Avon. Tradicionalmente, seu aniversário é comemorado três dias antes, em 23 de abril, dia de São Jorge (santo esse considerado o padrinho e guardião das Ilhas Britânicas).

Sobre a Chama Violeta

Certa vez, um discípulo do VM Samael Aun Weor perguntou-lhe sua opinião sobre o significado e a importância do Mestre Racockzy (Conde de Saint Germain), e Samael respondeu: A CHAMA VIOLETA É UMA MISTURA ENTRE O AZUL DO CRISTO E O VERMELHO DE SAMAEL!

💙 + ❤️ = 💜

O que isso poderia significar, entre outras intuições? É que os 7 Raios Planetários são superiores, regem os 7 Raios secundários de nosso planeta Terra (regidos por Saint Germain, Morya, Hilarión e outros)…

O SINGULAR ENCONTRO DE UM ESCRITOR ITALIANO COM O MISTERIOSO CONDE DE SAINT GERMAIN, ESTE ENIGMÁTICO E SOFISTICADO ADEPTO QUE ATRAVESSA A HISTÓRIA

Assim começa a obra de Papini sobre seus encontros com o misterioso personagem, conhecido como Conde de Saint Germain, o Imortal:

A viagem durou vários dias de barco pelo Mar Vermelho. O escritor descobriu esse indivíduo singular desde que embarcou na Europa. Ou talvez o Conde de Saint Germain tenha percebido a presença do primeiro logo no início, quando saíram daquelas terras italianas.

Saint Germain era de estatura mediana, aparentando não ter mais de 50 anos de idade.

O escritor italiano, por sua vez, já tinha mais de 40 anos, com seus óculos grossos de fundo de garrafa e cabelos cacheados. Seus olhares se encontrariam furtivamente várias vezes ao longo da viagem, sem conseguir evitar a tentação de se conhecerem.

Sem dúvida, Saint Germain teria lido a História da Literatura Italiana, que tornou Papini bastante famoso e conhecido, dedicada ao Duce (Benito Mussolini), benfeitor das artes e das letras, como o nomeou no início de sua obra, pela qual seria condenado e perseguido até a exaustão, anos depois, no final de sua vida.

Certamente, ele também leu sua História de Cristo, escrita em seu primeiro período como criador, de um ateísmo declarado e até ingênuo.

Terá chamado muito a sua atenção daquele ateísmo feroz, e que seu pensamento e seu espírito evoluíram a ponto de levá-lo a abraçar novamente e com grande fervor o catolicismo romano, religião com a qual foi batizado.

Uma mudança de 180º que não deixaria de surpreender seus leitores não só na Itália e na Europa, mas além das fronteiras continentais. Uma mudança de espírito que, sem dúvida, atingiria o conde durante sua prolongada estada na Índia, longe dos ocidentais, dos quais ele estava cansado, até enfastiado.

(Giovanni Papini, em sua obra GOG)

Ali Onaissi – Jornalista, escritor e coordenador do Portal GnosisOnLine

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.