A energia sexual, a imaginação e as poluções noturnas

8
6707

O sexo tem um ciclo de 84 anos e está governado pelo planeta Urano. Os polos norte e sul do planeta Urano, de forma cíclica, apontam alternativamente para o Sol.
Ditos polos são os fatores determinantes do ciclo maravilhoso dos 84 anos na espécie humana.

Se os polo positivo-masculino de Urano aponta para o sol, predomina sobre o tema o impulso sexual masculino. Se o polo negativo-feminino de Urano aponta para o Sol, predomina sobre a Terra o impulso sexual feminino.

Durante 42 anos tem predomínio o sexo masculino e durante 42 anos reina soberano o sexo feminino.

A história da pirataria, a idade de Isabel, do desenvolvimento masculino, aventuras cavalheirescas… representam claramente o ciclo sexual masculino.

 

yab-yum-gnosisonline

Este ano de 1966 em que as mulheres se desnudam, predominam, mandam, indica ou assinala claramente o ciclo sexual feminino.

O homem ou a mulher de idade madura vivem na atmosfera sexual oposta a de seu nascimento. semelhante atmosfera é de fato totalmente estimulante.

Isso explica com inteira exatidão por que os sentimentos sexuais são, muito amiúde, mais vigorosos e ricos aos 40 do que aos 30 anos.

O sexo, em si mesmo, deveria ser a função criadora mais elevada. infelizmente, a ignorância reina soberana e a humanidade dista muito da compreensão dos grandes mistérios do sexo.

Se estudamos o livro dos céus, o Zodíaco maravilhoso, podemos compreender que a Nova Era Aquária está governada pelo signo zodiacal de Aquário, o Aguador. O símbolo de Aquário é uma mulher com dois cântaros cheios de água; trata de mesclar, inteligentemente, as águas dos dois cântaros. Esse símbolo vem recordar-nos a Alquimia Sexual.

Se em Pisces o homem só foi escravo do instinto sexual simbolizado pelos dois peixes entre as águas da vida, em Aquário o homem deve aprender a combinar inteligentemente as águas da existência, deve aprender a transmutar forças sexuais.

Aquário está governado por Urano, o planeta que governa as funções sexuais. É incongruente e absurdo que alguns indivíduos isolados e certas escolas de tipo pseudoesotérico repilam o Maithuna (magia sexual) e não obstante tenham a pretensão de estar – segundo dizem – iniciando a nova era.

Urano é sexual cem por cento e na nova era governada por esse planeta, o ser humano deve conhecer a fundo os mistérios do sexo. Repelir o maithuna (magia sexual) significa de fato pronunciar-se contra o signo de Aquário, governado por Urano, o rei do sexo.

Deve-se recordar que a energia sexual é a energia mais sutil, mais poderosa, mais fina que se produz e conduz maravilhosamente através do organismo humano.

Analisando muito a fundo o poder surpreendente da energia sexual, chegamos à conclusão de que é extraordinariamente volátil e muito difícil de armazenar e controlar. A energia sexúal é como um depósito de dinamite e sua presença significa uma fonte formidável de tremenda potencialidade, e também um perigo constante de explosão catastrófica.

A energia sexual tem seus próprios canais de circulação, seu próprio sistema elétrico organizado. Quando a energia sexual se infiltra no mecanismo de outras funções, pode então produzir grandes explosões, tremendas catástrofes biológicas, fisiológicas e psíquicas.

As manifestações de tipo violento e destrutivo da energia sexual originam-se de certas atitudes psicológicas negativas para o sexo em geral. A suspeita, o medo ao sexo, os preconceitos sexuais, o sentido cínico, brutal e obsceno do sexo etc., obstruem os canais por onde circula a energia sexual, e então esta se desvia, infiltrando-se dentro de outros canais, sistemas e funções, onde produz catástrofes espantosas.

O aspecto de tais catástrofes pode ser multifacético. Às vezes tem aspectos de fogo que flameja explosivos com ira apaixonada, outras vezes a amargura da réplica nociva, palavras que ferem, violentas denúncias etc.

Tudo isso e milhares de asquerosos assuntos da humana espécie são devidos precisamente à infiltração da energia sexual dentro de canais e funções diferentes.
As pessoas que malgastam a energia sexual em conversas mórbidas de tipo sexual, ou vendo películas pornográficas ou lendo novelas desonestas, tornam-se impotentes.

As pessoas que gastam o tempo miseravelmente, raciocinando sobre o ato sexual sem cumprir com suas funções sexuais tornam-se impotentes. Quando, realmente, e fora de todo raciocínio, vão efetuar o ato sexual, não podem, fracassam.

A imaginação e a razão mal usadas podem conduzir-nos à impotência de tipo psicossexual. A imaginação mórbida, o mau uso da imaginação, acaba com a energia sexual, e quando o indivíduo vai realizar o ato, fracassa, está impotente.

O excessivo raciocínio sobre o sexo conduz à impotência. Quem só vive analisando o ato sexual sem realizá-lo, quando for realizá-lo de verdade terá de passar pela tremenda surpresa de que não o pode, está impotente.

Ao chegar a esta parte do presente capítulo, nossos leitores não devem se espantar. Estudar os mistérios do sexo é urgente, porém, abusar do raciocínio sexual excluindo o ato sexual por tempo muito prolongado ou indefinido produz impotência psicossexual.

Classes de Imaginação Negativa

Existe a subimaginação e a infraimaginação. Qualquer pessoa pode, se assim o desejar, contemplar com pureza a outra pessoa do sexo oposto, porém, a subimaginação e a infraimaginação podem trair-nos nos níveis submersos da mente e conduzir-nos ao coito em outros estados de consciência.

 

polucao-noturna-gnosisonline

O resultado disto podem ser as poluções noturnas com abundante perda de licor seminal.

Constantemente, chegam à Sede Patriarcal do Movimento Gnóstico, na cidade do México, muitas cartas de pessoas que se queixam de ter sonhos eróticos acompanhados de poluções noturnas.

Nós sempre respondemos aconselhando a essas pessoas o Maithuna, a magia sexual, o AZF (união sexual sem ejaculação do sêmen), como único remédio contra as poluções noturnas.

É claro que com o Maithuna diário o ser humano se acostuma a refrear o ato sexual para não derramar o sêmen. O resultado é que o sujeito se acostuma tanto a esse superesforço, que, quando em sonhos realiza o ato, então, seja por costume, seja por instinto, refreia para evitar o derrame de licor seminal, resultando que a polução não se produz.

O sexo e a imaginação acham-se intimamente associados. É impossível chegar à castidade absoluta se não transformamos a imaginação em um espelho puro e sem a menor mancha.É urgente transformar a subimaginação mecanicista e mórbida e a infraimaginação automática e luxuriosa em imaginação de criança recém-nascida.

Este tipo de transformação só é possível com uma ajuda especial da Divina Mãe Kundalini, a serpente ígnea de nossos mágicos poderes. É necessário saber orar, saber rogar à Divina Serpente, pedindo-lhe o milagre de transformar a imaginação subjetiva e mecânica em imaginação de criança recém-nascida.

Só ela, a Mãe Divina, a Serpente Sagrada, pode transformar a subimaginação mórbida e a infraimaginação bestial em imaginação inocente de criança recém-nascida. Uma criancinha pode contemplar uma bela mulher nua de forma pura e perfeita, sem sentir a menor luxúria. Realmente, enquanto não for como criança inocente, será impossível entrar no reino do esoterismo.

No mundo físico, algumas pessoas conquistaram a perfeita castidade e podem dar-se ao capricho de contemplar o corpo desnudo de outra pessoa do sexo oposto sem sentir luxúria de nenhuma espécie. É claro que tais pessoas excepcionais creem haver chegado à castidade absoluta. Em outros territórios subconscientes da mente, sem suspeitar nem sequer remotamente que a subimaginação e a infraimaginação subjetiva e mecanicista as atraiçoam por debaixo dos limites da esfera intelectual.

Esse tipo excepcional de pessoas pode ter imaginação pura, porém, ignora que a subimaginação e a infraimaginação resultam sendo espantosamente fornicárias em terrenos desconhecidos para sua razão e para seu intelecto. Quando essa classe de pessoas é submetida a provas de castidade nos mundos superiores ou nos mundos submersos da natureza, quando se lhes coloca em estados situacionais e tempos diferentes de tipo infraconsciente ou subconscientes, fracassam lamentavelmente.

Muitas pessoas escrevem-nos pedindo algum remédio contra as poluções noturnas. Nós sempre respondemos a esses enfermos receitando-lhes a magia sexual, o Maithuna. Aqueles que se acostumam a refrear o ato sexual para não ejacular o licor seminal ficam curados das poluções noturnas.

Imaginação Mecânica e as Poluções Noturnas

Os sonhos mórbidos, luxuriosos, são devidos à subimaginação mecânica e à infraimaginação de tipo erótico e automático. Se pomos em funcionamento um aparelho de televisão, em sua tela sucedem-se então, de maneira automática, muitas cenas, quadros, figuras ante os olhos do espectador. A imaginação é como uma tela de televisão. Qualquer choque sexual põe-na em marcha não somente na esfera intelectual, senão também nos outros territórios submersos da mente.

Qualquer sonhador nos mundos internos pode ser afetado por representações de tipo mórbido. Ditas representações produzem sonhos eróticos e poluções noturnas. Se o sonhador está acostumado a refrear o ato sexual, existirá neste caso o sonho erótico, porém, não as poluções noturnas. Se o sonhador transformou a subimaginação e a infraimaginação em imaginação de criança inocente, então resultam impossíveis os sonhos eróticos, estes desaparecem de forma radical, total e definitiva.

Se qualquer estudante esoterista fosse submetido a espantosas provas sexuais nos mundos internos, sem haver passado primeiro por um longuíssimo período de magia sexual diária, é claro que fracassaria lamentavelmente, perdendo seu licor seminal em poluções noturnas. Sem a magia sexual, sem o maithuna, o AZF, é impossível avançar na senda iniciática.

Quando a energia sexual é centrífuga, quando flui de dentro para fora, o resultado são as descargas seminais, as poluções noturnas. Com o Maithuna, o arcano AZF, a magia sexual, as distintas correntes de energia sexual invertem seu curso, tornam-se centripetas, fluem então de fora para dentro.

As descargas seminais, as poluções noturnas, tornam-se totalmente impossíveis quando a energia sexual flui do exterior para o interior.

A energia sexual contém dentro de si mesma, no nível molecular superior, o selo universal ou o desenho cósmico do Homem Verdadeiro. Esse desenho podemos fazê-lo cristalizar em cada um de nós mediante a magia sexual.

Quem quiser se autorrealizar a fundo deve baixar à nona esfera e trabalhar com o fogo e a água, origem de mundos, bestas, homens e deuses. Toda autêntica iniciação branca começa por aí.

Existe íntima relação entre a energia sexual e a imaginação. A energia sexual é o fundamente básico da autorrealização íntima. Os iniciados que percorrem a senda do fio da navalha são submetidos a muitas provas sexuais nos mundos infraconscientes, subconscientes, inconscientes, humanos, sub-humanos, infra-humanos.

Se o iniciado não transforma a subimaginação mórbida e a infraimaginação mecânica e erótica em imaginação de criança inocente recém-nascida, é claro que fracassará inevitavelmente em todas as provas sexuais.

É necessário saber que os iniciados são colocados nos mundos internos, em outros tempos, lugares, situações e estados de consciência sub-humanos, infra-humanos, diferentes, distintos, diversos, onde nem remotamente recordam seus estudos, o caminho etc.

Agora nossos leitores compreenderão a urgente necessidade de transformar a subimaginação e a infraimaginação em imaginação consciente, objetiva e pura como a da criança recém-nascida. Agora nossos leitores compreenderão a íntima relação existente entre o sexo e a imaginação.

A energia sexual pode converter o homem em um anjo ou em uma besta.

No mundo ocidental existem muitas pessoas que odeiam mortalmente a magia sexual. Essas pessoas justificam seu ódio absurdo com muitos pretextos.

Dizem que o Maithuna, a magia sexual, “dizem” que é só para os orientais e que nós, os ocidentais, não estamos preparados. Afirmam tais gentes que com este ensinamento de sexo-yôga o único que pode resultar é uma colheita de magos negros.

O interessante de tudo isso é que tais pessoas de tipo reacionário, conservador, regressivo e retardatário, não dizem uma só palavra contra a fornicação, contra o adultério, contra a prostituição, contra o homossexualismo, a masturbação etc. Tudo isto lhes parece o mais normal e não têm inconveniente algum em malgastar miseravelmente a energia sexual.

Os ignorantes fornicários do pseudo-ocultismo reacionário desconhecem totalmente a doutrina secreta do Salvador do Mundo, o esoterismo cristão.

A reação pseudoesotérica e pseudo-ocultista ignora que as primitivas seitas gnósticas cristãs praticavam o Maithuna, a magia sexual. O Maithuna sempre foi ensinado em todas as antigas escolas ocidentais de Mistérios.

O Maithuna foi conhecido nos Mistérios dos templários, nos mistérios dos astecas, maias, incas, chibchas, zapotecas, taraucanos, toltecas… Nos Mistérios de Elêusis, Mistérios de Roma, Mitra, Cartago, Tiro, celtas, fenícios, egípcios, druidas e em todas as seitas cristãs primitivas, tais como a seita dos essênios, que tinham seu convento às margens do Mar Morto e que um dos membros mais exaltados foi o divino Rabi da Galileia.

O Maithuna, a magia sexual, é universal. Conhece-se o Maithuna nos Mistérios do Norte, do Sul, do Leste e do Oeste do mundo, porém, repelem-no violentamente os pseudo-ocultistas reacionários, fornicários e regressivos. A Pedra Fundamental das autênticas e legítimas Escolas de Mistérios é o Maithuna, o Arcano AZF, a magia sexual…

Samael Aun Weor, O Colar de Buda ou Os Corpos Solares

8 COMENTÁRIOS

  1. Muito bom o texto mas uma questão: E quanto aqueles que simplesmente não podem dispor de um parceiro para Realizar o Arcano AZF? Eu por exemplo, por causa de minha condição financeira estou a Décadas sem sequer uma namorada e não é por falta de tentativa… e ontem mesmo tive uma polução noturna.

    Como fica essa questão? Tem como evitar a polução noturna sem recorrer, por força das circunstâncias, ao arcano AZF, como é o meu caso?

    • É necessário condicionar o corpo a não ter poluções, e isso só se consegue quando se tem uma companheira e se pratica a Magia Sexual.
      Enquanto isso, há somente PALIATIVOS. E quais são? Muitas práticas e exercícios esotéricos, como a Gnose ensina:
      – Mantras diversos => ARIO… TORN… Kandil-Bandil-R (também para solteiros)…Ham-Sah… e outros.
      – Exercícios respiratórios => o que a Gnose ensina é o que chamamos de Pranayama Egípcio, mas as escolas de Yôga podem te ensinar muitos outros.
      – Alimentação saudável => pouco calórica, pouco condimentada, comidas mais “Sátvicas”, alimentos integrais (como o arroz integral) etc.
      – Vida saudável no dia a dia => caminhadas, corridas, malhação, tudo isso para “queimar” um pouco o excesso da energia sexual acumulada…
      – Vida psicológica saudável => evitar o uso de palavras e imagens obscenas para não ferir a tela mental.

      Tome essas dicas como um bom orientador, assim você estará vivenciando mais seriamente a Gnose…

  2. Olá tenho uma duvida..

    Venho praticando a gnose a alguns meses e me indaguei sobre um fato: Será que ficar sem ejacular não é uma forma de se reprimir sexualmente e então a pessoa acaba explodindo de desejo e se tornando mais fornicário que antes? ( Sabendo-se que o sexo é uma forma de vício, como o fumo, alcool etc. E quando o ex usuário volta a usar tal substancia sua vontade e vicio cresce) Digo isso pois passo por essa situação. Se fico sem desperdiçar o sêmem, tenho que descontar em algo, então passo a comer feito louco.

    Mesmo praticando os mantras, respirações e muito exercicio e não tendo nenhuma polução.

    Quero uma informação sobre isso, pois as vezes parece que que é a toa toda a magia sexual. E nao quero desistir da gnosis.

    Grato.

    • Carlos, seus questionamentos são ótimos e sempre respondidos a todos os “gnósticos iniciantes”.
      Você tem aí duas questões, a primeira refere-se à uma sublimação incorreta, e isso não se deve a nada menos do que a falta de hábito do seu corpo… a memória celular está condicionada, “acostumada”, a perder a energia sexual, e isso é mais do que “normal”, portanto, reverter essa memória celular é muito difícil, e requer constância ao longo de muitos anos.
      Essa memória celular condicionada gera insatisfações, repressões, poluções, sonhos eróticos, descarregos emocionais direcionados erradamente. Etc.
      O único conselho que damos é que não desanime, não se desespere, não se revolte e, principalmente, NÃO PARE COM AS PRÁTICAS por anos a fio, até sentir/observar que seu corpo está passando por uma mudança de vibração, que seu corpo etérico está se fortalecendo cada vez mais.
      Mãos à obra!!!

      • Gnosis Online.

        Estou muito agradecido pela resposta que recebi.
        Para finalizar tenho a ultima duvida que é: Caso eu nao consiga sublimar as energias corretamente e demore algum tempo eu poderia criar “a cauda de sata” ? E se sim. Nao tenho outra alternativa a nao ser continuar tentando ?

        • Despertar a Kundalini requer extremos sacrifícios, o mesmo ocorre com o despertar contrário da Kundalini, portanto, isso é um trabalho de procedimentos profundos de “Magia Negra”. Não se preocupe com isso, faça o trabalho e permita que a Divindade o ajude desde os Mundos Internos…

  3. Excelente comentário da GNSOSONLINE sobre ALQUIMIA. Realmente é assim. Já estou na GNOSIS a algum tempo e só o tempo e a prática vão nos dando as respostas e o resultado esperado.E a prática vai nos aprimorando, vamos aprendendo sempre, com humildade. O ensinamento é algo muito profundo. Diziz o filósofo ‘ SÓ SEI QUE NADA SEI’. Peçamos DEUS AJUDA. Abraço a todos.

Deixe uma resposta para Carlos.B Cancelar resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui