A arte superior e a arte degenerada

41
3525

Conforme o ser humano foi se precipitando pelo caminho da involução e da degeneração, conforme foi se tornando cada vez mais materialista e se esquecendo de suas origens espirituais, seus sentidos também foram se deteriorando e degenerando.

Vem-nos à memória uma escola da Babilônia que se dedicava a estudar tudo o que se relacionava com o olfato.

Eles tinham um lema que dizia: Buscar a verdade nos matizes dos odores obtidos entre o momento da ação do frio congelado e o momento da ação em decomposição cálida.

Essa escola foi perseguida e destruída por um chefe terrível. Dito chefe mantinha negócios duvidosos e logo foi denunciado indiretamente pelos afiliados da escola.

O sentido do olfato extraordinariamente desenvolvido permitia aos alunos daquela escola descobrir muitas coisas que não convinha aos chefes do governo.

Havia uma outra escola muito importante na Babilônia: a Escola dos Pintores. Essa escola tinha como lema: Descobrir e elucidar a verdade só por meio das tonalidades existentes entre o branco e o negro.

Por aquelas épocas, os afiliados dessa escola podiam utilizar normalmente e sem dificuldade cerca de 1.500 matizes da cor cinza.

Do período babilônico até estes tristes dias em que milagrosamente sobrevivemos, os sentidos humanos têm se degenerado espantosamente devido ao materialismo que Marx justifica ao seu modo através da barata sofisticação de sua dialética.

O eu continua depois da morte e perpetua-se em seus descendentes. O eu complica-se com as experiências materialistas e robustece-se às custas das faculdades humanas.

Conforme o eu se fortaleceu através dos séculos, as faculdades humanas foram se degenerando cada vez mais.

As danças sagradas eram verdadeiros livros de informação e que transmitiam deliberadamente certos conhecimentos cósmicos transcendentais.

Os dervixes dançantes não ignoravam as sete tentações mutuamente equilibradas dos organismos vivos.

Os antigos dançarinos conheciam as sete partes independentes do corpo e sabiam muito bem o que são as sete linhas distintas do movimento. Os dançarinos sagrados sabiam muito bem que cada uma das sete linhas do movimento possui sete pontos de concentração dinâmica.

Os dançarinos da Babilônia, da Grécia e do Egito não ignoravam que tudo isto se cristaliza no átomo dançarino e no gigantesco planeta que dança ao redor de seu centro de gravitação cósmica.

Se pudéssemos inventar uma máquina que imitasse com plena exatidão todos os movimentos dos sete planetas do nosso sistema solar ao redor de seu sol, descobriríamos com assombro o segredo dos dervixes dançantes. Realmente, os dervixes dançantes imitavam perfeitamente todos os movimentos dos planetas ao redor do sol.

As danças sagradas dos tempos do Egito, Babilônia, Grécia etc., vão ainda mais longe. Transmitiam tremendas verdades cósmicas, antropogenéticas, psicobiológicas, matemáticas etc.

Quando na Babilônia, começaram a aparecer os primeiros sintomas do ateísmo, do ceticismo e do materialismo, a degeneração dos cinco sentidos se acelerou de forma espantosa.

Está perfeitamente demonstrado que somos o que pensamos. Se pensarmos como materialistas, degeneramos e nos fossilizamos.

Marx cometeu um crime imperdoável. Tirou os valores espirituais da humanidade. O marxismo desatou a perseguição religiosa. O marxismo precipitou a humanidade na degeneração total.

As idéias marxistas, materialistas, infiltraram-se em todas as partes: nas escolas, nos lares, nos templos, nas fábricas etc.

Os artistas, a cada nova geração, vêm se convertendo em verdadeiros apologistas da dialética materialista. Todo ar de espiritualidade desapareceu da arte ultramoderna.

Os modernos artistas já nada sabem sobre a lei do sete, já nada sabem de dramas cósmicos, já nada sabem sobre as danças sagradas dos antigos Mistérios.

Os tenebrosos roubaram tudo do cenário do teatro; profanaram-no miseravelmente e prostituíram-no totalmente.

O sábado, o dia do teatro, o dia dos mistérios, era muito popular nos antigos templos. Neles eram representados dramas cósmicos maravilhosos.

O drama serviu para a transmissão de valiosos conhecimentos aos Iniciados. Por meio do drama, transmitia-se aos Iniciados diversas formas de experiência do Ser e de manifestações do Ser.

Entre os dramas, o mais antigo é o do Cristo Cósmico. Os Iniciados sabiam muito bem que cada um de nós deve se converter no Cristo de dito drama, se é que realmente aspira o reino do super-homem.

Os dramas cósmicos baseiam-se na lei do sete. Certos desvios inteligentes dessa lei foram usados sempre para transmitir ao neófito conhecimentos transcendentais.

É bem sabido em música que certas notas podem produzir alegria no centro pensante, que outras podem causar pesar no centro sensível e que por fim outras podem produzir religiosidade no centro motor.

Realmente, os velhos hierofantes jamais ignoraram que o conhecimento integral só pode ser adquirido através dos três cérebros; um único cérebro não pode dar informação completa.

A dança sagrada e o drama cósmico sabiamente combinados com a música serviram para transmitir aos neófitos tremendos conhecimentos arcaicos de tipo cosmogenético, psicobiológico, fisioquímico, metafísico etc.

Cabe aqui mencionar também a escultura. Ela foi grandiosa em outros tempos. Os seres alegóricos cinzelados na dura rocha revelam que os velhos Mestres não ignoraram nunca a Lei do Sete.

Recordemos a esfinge de Gizé, no Egito. Ela nos fala dos quatro elementos da natureza e das quatro condições básicas do super-homem.

Depois da segunda guerra mundial, nasceram a arte e a filosofia existencialistas. Quando vimos os atores existencialistas em cena, chegamos à conclusão de que são verdadeiros enfermos: maníacos e perversos.

Se o marxismo continuar se difundindo, o ser humano terminará por perder totalmente seus cinco sentidos, os quais estão em processo de degeneração.

Já está comprovado pela observação e pela experiência que a ausência de valores espirituais produz degeneração.

A pintura atual, a música, a escultura, o drama, etc., não são senão o produto da degeneração.

Já não aparecem no cenário os Iniciados de outros tempos, as dançarinas sagradas, os verdadeiros artistas dos grandes templos… Agora, só aparecem nos palcos autômatos enfermos, cantores degenerados, rebeldes sem causa etc.

Os teatros ultramodernos são a antítese dos sagrados teatros dos grandes Mistérios do Egito, da Grécia e da Índia.

A arte destes tempos é tenebrosa, é a antítese da luz. Os modernos artistas são tenebrosos.

A pintura surrealista é marxista, a escultura ultramoderna, a música afro-cubana e as bailarinas modernas são o resultado da degeneração humana.

Os rapazes e as moças das novas gerações recebem por meio de seus três cérebros degenerados dados suficientes para se converterem em vigaristas, ladrões, assassinos, bandidos, homossexuais, prostitutas etc.

Ninguém faz nada para acabar com a má arte e tudo caminha para uma catástrofe final por falta de uma Revolução da Dialética.

Samael Aun Weor, A Revolução da Dialética

41 COMENTÁRIOS

  1. aah creio q existem arte boa e ruim em qlqr movimento artisitico,agora dizer q surrealismo é degenerado pq é marxista ! não engulo fazil isso, os surrealistas usam da linguagem do subconsciente !

  2. Achei o texto generalista, conservador, anacrônico….
    Achar q boa arte é só aquilo que copia a natureza é um grande erro!!!

    Porém o que mais me me assustou é a grande homofobia contida no penultimo paragrafo.
    Esse preconceitos e falta de respeito é que representam a degeneração humana!!!

          • Tomarei a liberdade de expressar minha opinião. Perdoem-me caso esteja errado. Acredito que a gnose é linda em toda a sua filosofia, mas, infelizmente, acaba por excluir as pessoas com um preconceito duro e desenfreado. Acredito no amor divino. Se um pai humano perdoa os erros de seus filhos, quem dera um pai/mãe divino?

          • Caro Toth, sábias palavras. Mas lembre-se de que não podemos ser coniventes com quem infringe os Mandamentos Divinos.

            Existem as Leis de Causa e Efeito (Karma) e estas são para todos, sem exceção. E não se pode ser cúmplice com nossos erros.

          • “Mas lembre-se de que não podemos ser coniventes com quem infringe os Mandamentos Divinos?”
            Quer dizer então que entre os gnósticos não há homossexuais? O que fazem vocês com os que nesta condição também buscam os conhecimentos gnósticos? Excluem? Rejeitam? Quem deve cuidar das leis divinas? Os gnósticos? Ou quem pesa o coração humano é a Ordem Divina?

          • Uma coisa é discriminar e rejeitar socialmente o homossexual, ofendendo, agredindo e rebaixando-o vilmente, e isso nunca esteve em nosso discurso…
            Outra é estudarmos essa condição sexual sob o prisma esotérico (clarividente, astral, espiritualmente…) e perceber a condição de erro do ato homossexual em si e seu prejuízo na evolução dessa pessoa…

          • Então creio que certas frases aqui colocadas deveriam ser eliminadas, pois não correspondem ao vosso discurso. Como gnóstica sei realmente que isso não deveria fazer parte do discurso. Absolutamente!

          • Samia, a verdade é que as pessoas se ferem quando se faz crítica ao ato homossexual. Isso não é questão de moralismo barato, longe disso defendemos moralismos de qualquer natureza.
            A questão é uma e única o ato homossexual danifica os corpos astral e mental, isso é uma questão de harmonia de polaridades. Quando um homem (chamemo-lo, grosso modo, de polo positivo) se une com uma mulher (chamemo-la, também grosso modo, de polo negativo) algo se cria, o homem absorve energias da mulher e a mulher absorver energias do homem. Ou se cria um novo ser ou se cria nova energia…
            No caso do ato homossexual nada se cria, pois ambos são da mesma polaridade. Além do que esse choque de mesmas polaridade danifica os corpos internos (como dissemos acima, principalmente o corpo astral e o mental).
            Isso gera problemas gravíssimos para as próximas encarnações…
            Isso não tem nada a ver com preconceito, homofobia ou moralismos baratos…

          • Era aí que queria chegar. Quando não fazemos uma colocação razoável, muito do que se escreve, não se compreende. E a minha insistência em respondê-los, não é devido a suposta ofensa, mas ao não cumprimento de explicar verdadeiramente como ele se gera. E isso não foi feito até agora, somente foi dito “a verdade dói. Mas ter que ser dita!!” , “o ato homossexual não cria nada” e coisas do gênero. Frases bastante usuais aos moralistas que não sabem o que falam, e pior, não sabem o impulso que causa tudo isso. Gostaria de até dizer-lhes que li em outro site, o Anael.org, que uma das explicações para o homossexualismo está relacionado a fatos passados. Portanto se o indivíduo não tem conhecimento desse fato e outros que resultam no homossexualismo, sempre sentirá que isso é moralismo barato. Se não for muito, peço que escrevam um texto que explique como o homossexualismo se gera, sua origem e tudo o mais. Acredito que assim, a função dos gnósticos que é oferecer subsídios aos que procuram-nos, realmente se esforçaram em crescer e não se prejudicarem mais.

          • Homossexuais, roqueiros e evangélicos são os que mais se ressentem com o “preconceito” gnóstico e os que mais criticam este e outros sites gnósticos…
            Todos querem ir para o Céu, mas ninguém quer “morrer”…
            Ninguém quer renunciar ao lixo que se carrega, que se apega e que se defende…
            O tema deste post não é homossexualismo, portanto, sugiro que procurem os posts do nosso link Tantrismo.

    • Observe o homosexualismo aos olhos de uma criança e irá entender o porque se trata de uma degeneração…Macho e femea foram feitos para se unir, os opostos se atraem e os iguais se repelem, se o sexo cria, pergunto a vocês que tipo de criação é gerada de um casal homossexual…Reflitam serenamente e sem conceitos!

  3. “lembre-se de que não podemos ser coniventes com quem infringe os Mandamentos Divinos”
    Quais mandamentos? esses que voces acabaram por inventar para justificar seus preconceitos?
    Homofobia é crime e qualquer que seja a desculpa que a gnosis tenha, você ainda está sujeito as leis da nossa sociedade.
    Até me interessei por alguns conteúdos do site mas depois que li esse texto vi que merecem total descrédito.

    • desculpa, mas você esqueceu que todo o mundo ocidental AINDA usa o estilo neoclássico?? Oi Casa Branca, Museu Britânico, Museu do Louvre, Arco do Triunfo, Rockfeller plaza…

        • Não esqueçamos que o Egito foi praticamente construído na base do trabalho escravo. A beleza nem sempre está naquilo que é visível, palpável e sim na essêcia, vista por exemplo na obra de Michelangelo, mas que também como nos conta a história da Arte, pintou a capela Cistina contra vontade própria.

          • Letticia, com todo respeito, sugiro que pesquise mais sobre o Egito, as pirâmides NÃO FORAM CONSTRUÍDAS COM TRABALHO ESCRAVO, isso já está comprovado.
            A Beleza artística tem de ser vista/sentida transcendendo contextos históricos, para que seja perene e universal…

  4. realmente e muito dificio admitir que salvo raras exeçoes todos nos caminhamos para a nossa propia destruiçao. mas os fatos assim o comprovam, queiramos ou nao. olhemos com atençao aos acontecimentos, nao ha como negar infelismente.

  5. Analisando bem o texto,realmente mostra o que se vive hoje,uma anarquia artística do subconsciente dos tenebrosos.É a KALI YUGA…porém também chegou Aquário,então creio que demore um pouco até que se tenha uma safra de novos artistas porque a nova era tem um tempo para se desenvolver.É o fim para a maioria,mas a nossa querida América Latina tem um pouco mais de tempo em relação ao resto do mundo.Só peço a Deus que nossa terra(AM.LATINA) elimine o marxismo,surrealismo,guerra,preconceitos,etc da face da terra.AMÉN.Ótimo texto!

  6. Olá, concordo bastante com 99% das colocações. A arte clássica e iniciática eleva. O autor esqueceu de mencionar Darwin e Freud no roll dos materialistas:-) Mas, Dali não era marxista e em suas palavras, “ele era o surrealismo”. Quanto ao Rock, creio que se exagera e muito, e comete-se um erro. Há várias modalidades de Rock. Já ouviu Yes? Então sabe o que é estar no céu em plena vida, várias citações clássicas. E a letra do “Hino do Rock”, Stairway To Heaven, é uma alegoria alquímica de extrema beleza. Deve-se tomar cuidado com posturas fundamentalistas, principalmente aqueles que apresentam como “iniciados”. Diz a letra: “e enquanto ondulamos pela estrada, nossas sombras maiores do que nossa alma, ali caminha uma dama que todos nós conhecemos, que reluz luz branca e quer mostrar, como tudo irá tornar-se ouro, e se você escutar realmente com força, a sintonia virá até você finalmente, quando todos forem um e um for todos. Ser uma rocha e não rolar” E isto que chamam de degenerado? Percebe? Paul Sedir já se debatia muito com este apego aos sistemas iniciáticos e as viseiras que impõe aos adeptos…

  7. Quanto aos gays, não posso dizer. Só sei que pela ciência, existem cerca de 400 espécies animais homosexuais…Para mim é algo errado e esquisito, mas conheço pessoas bem elevadas que são assim…

    • me pergunto como especies animais homossexuais podem se reproduzir.

      E digo mais. Quem entra aqui e diz QUE HOMOFOBIA E CRIME esta mentindo, ja que a PLC 122 nao foi aprovada

      • Ser gay é apenas uma experiência de vida levando em consideração que o espírito não possui sexo. Se não tivesse função a natureza já teria retirado de existência estas espécies, pois tudo que nela não tem finalidade não sobrevive mais, como os dinossauros. Vocês estão focado tanto no que é certo e errado que esquece o que é a espiritualidade verdadeira.

  8. Boa noite.Nao consegui de min mesmo comprovacoes,acabei saindo da estituicao pela segunda vez….O que fasso para conseguir ser quem realmente devo ou ainda oq quero ….Obrigado

    • Afinal, o que são comprovações? O Caminho Real é a busca de nosso Ser Interno, e essa busca não se efetua em 3 ou 6 meses, é uma busca e um aprofundamento dessa busca durante uma vida inteira.
      Não se deve desistir porque ainda não tivemos “comprovações”.
      Nossos piores inimigos são a Impaciência e a Falta de Serenidade…

  9. Exatas palavras.

    Contudo,se o Mestre estivesse vivo e nos informasse algo semelhante, com certeza iria parar nas grades.

    Os tempos mudaram e as minorias crescem até no judiciário.

  10. Achei o texto meio forte demais, devemos lembrar que Arte clássica era basicamente um ofício, os artistas pintavam por encomendas e tinham perfeita técnica devido a grande prática, com a industrialização e a evolução tecnologica e invenção da máquina fotográfica o trabalho ficou escasso, o artista buscou meios de EXPRESSAR seus sentimentos e anseios, (vide Romantismo) e aí sim o artista tornou-se livre, já que produzia o que queria e não o que a Igreja(que foi a maior financiadora de arte da história) e a côrte queria. Podemos dizer que o que acabou foi o BELO acadêmico, mas a essência é grandiosa.

    • Cara Letticia, sábias palavras as tuas, porém, são baseadas em visões acadêmicas, materialistas, da história da arte…
      No texto se fala da ARTE EM SI, e não de suas adaptações históricas, não da necessidade de os artistas sobreviverem, não da influência das instituições políticas e religiosas, mas, repito, da ARTE EM SI.
      A Arte, quando é influenciada pelo Ser Divino, exala beleza, harmonia, elevação da sociedade… mas quando a mente racional, o Ego, os interesses sociopolíticos etc. dominanam, aí vemos um verdadeiro “lixo pseudocultural”…

  11. Hitler também atacava o que ele considerava arte degenerada. Estranho, não é? A alma é expansão, e dentro de todas as religiões, existem os donos da verdade. Isso é muito perigoso, porque no fundo tudo foi exposto por algum homem que garante ter entrado em contato com algum ser superior.
    Um exemplo de arte que os donos da verdade ditam como degenerada, é do pintor alemão Franz Marc.
    Como um pintor que enxergava nas nuances das cores e formas toda a sensibilidade e doçura dos animais…pode ser considerado degenerado?
    Isso é só um exemplo!
    O que eu acho hilário é a questão abordada sobre o materialismo, no qual exalta que a arte foi se degenerando quando o materialismo foi crescendo. TSC tsc esse materialismo nunca existiu dentro da arte clássica, do dito “belo” por vocês? Muita contradição, poucas respostas e muito fanatismo. Por essa questão sempre digo que todo tipo de religião é um perigo.

    • A que donos da verdade você se refere, Marrie? O autor da presente matéria tem todo o direito de expor suas opiniões, e ele nunca afirmou que suas opiniões devem ser seguidas fanaticamente. Isso nunca foi premissa dos gnósticos, tanto os antigos quanto os de hoje.
      Uma coisa é opinar, outra é impor conceitos sem fundamento algum. E o autor baseia-se em conceitos ESOTÉRICOS, que podem ser estudados ao longo do site…

  12. será que o autor do texto ouviu todas as musicas hoje em dia produzidas para afirmar com tanta convicção que são todas degeneradas?
    cada um diz aquilo do que o coração está cheio…
    lamento muito se a vibração baixa atrai baixas reflexoes de seu próprio interior…
    mais eu acredito no milagre do amor.
    não seja uma pessoa desesperada…

    acredite no amor, ainda existem muitas coisas boa por mais que não tenha conhecimento, não significa que não exista… busque…
    em qualquer profissão existem bons e ruins mas o amor transcende a dualidade e só pode existir o belo se existir o ‘degenerado’ porem aos olhos do criador tudo é belo e tudo é valido para o crescimento da consciencia, o mal nao desaparece ele se transforma
    desejo muita paz amor e luz

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui