Samael e as pirâmides cósmicas de Teotihuacan

6
1385

Qual é a verdadeira origem das Pirâmides de Teotihuacan?

Para Samael, Teotihuacan é um Espaçoporto. O Mestre Samael, ao lado de uma das pirâmides de Teotihuacan, com seu grupo de estudantes, assim diz:

“Bem, estamos aqui em Teotihuacan que, traduzido, significa Cidade dos Deuses; esta é sem sombra de dúvida a cidade dos Deuses. Aqui está a Pirâmide do Sol, é uma pirâmide gigantesca, maravilhosa, e não há dúvida de que esta pirâmide ou estas pirâmides, para falar mais claro, são mais antigas que as do Egito, e isso é o que muitos ignoram.

Realmente, estas pirâmides foram construídas na época dos Atlantes. Muitos dizem que foram construídas pelos astecas, porém, a meu modo de ver e entender, é inquestionável que não foram os astecas, mas foram, repito, diretamente os atlantes.

Observem esta massa que têm à vossa frente, tão gigantesca, a Grande Pirâmide do Sol, a qual tem quatro pisos, tem quatro plataformas.

Eu poderia dizer, em linguagem hebraica, que a primeira plataforma é o Yod, que a segunda é o He, a terceira é o Vau e a quarta é He, neste caso seria o Yod-He-Vau-He dos astecas. Falando na linguagem puramente cosmológica, posso dizer-lhes que no ponto mais cêntrico da Pirâmide que temos à frente, está exatamente a “Capital da Nova Era de Aquário”! Este é o centro magnético da nova Era de Aquário.

Muitas gerações construíram estas pirâmides, foi obra de “titãs atlantes”. Aqui, por exemplo, quando desencarnavam nas Épocas Solares dos astecas os indivíduos do sexo masculino eram trazidos até aqui e se lhes fazia o culto funeral. Quando eram mulheres, pois estas eram levadas à Pirâmide da Lua, e lhes faziam a cerimônia funeral.

O que interessa de tudo isso é saber como uma pirâmide é masculina; esta que estamos subindo é Solar, e a outra é feminina, é Lunar, e se chama Pirâmide da Lua.

A Pirâmide do Sol é a grande canalizadora das poderosas energias da Constelação de Aquário. Por isso Samael foi enviado para o México, para lá iniciar a Era de Aquário...
A Pirâmide do Sol é a grande canalizadora das poderosas energias da Constelação de Aquário. Por isso Samael foi enviado para o México, para lá iniciar a Era de Aquário…

Vocês veem ali uma espécie de pórtico? (Samael pergunta a seus acompanhantes, e estes responde: Sim, Mestre, estamos vendo). Bem, pois aí havia duas colunas, era muito mais alto, por aí entrávamos; e digo por aí entrávamos porque eu vinha por aquela época dirigindo, guiando, a muitas peregrinações da Atlântida. Refiro-me à época em que o continente atlante não havia submergido.

Havia uma cidade poderosa chamada Sâmlios na língua atlante. Chegávamos aqui no México, ao país de Anáhuac, e nós os iniciados atlantes entrávamos por esta porta.

O que vocês estão vendo naquela plataforma era um Altar de sacrifícios, aí havia uma enorme pedra de sacrifícios que já não vejo. Tiraram-na e era aí precisamente que se sacrificavam os animais aos Deuses.

Porém, depois, quando o México asteca degenerou-se pela época de Moctezuma, aí já eram sacrificados seres humanos. Sacrifício aos Deuses, sobretudo a Tlaloc. Porém, aí entrávamos a pôr as vestimentas sagradas, tirar as roupas de viagem e mudar pelo atavio sacerdotal; os régios trajes esotéricos que se usavam aqui nos cultos solares, os cultos do fogo. Normalmente eram feitos os ritos na parte mais alta, onde havia um Santuário que já foi derrubado através do tempo, que já não existe.

Esta grande pirâmide e a da Lua estavam rodeadas de muitas árvores gigantescas, agora o terreno está árido como se vê, e de longe eu recordo que quando vinha conduzindo as peregrinações atlantes, víamos as tochas desde muito longe, observando os iniciados astecas que subiam e desciam as escadarias.

Todo mundo se punha alegre, e o povo se dispunha a festejar nossa chegada. As ruínas das casas das cercanias das pirâmides eram os aposentos dos sacerdotes e suas famílias, já não sobraram senão ruínas.

As pirâmides recebem as influências de Órion, das Plêiades, de Sírius e outras potências cósmicas

Nos tempos da Atlântida havia dois lugares de peregrinação muito notáveis: um para o Egito e o outro para o México. Antigamente, o Egito se chamava Nília e o Cairo, Cairona. Então, muitas cidades tinham outros nomes. Quando nos tempos da Atlântida, os que não iam ao Egito vinham para cá, para Teotihuacan, às pirâmides, ou também para as do Yucatán, na terra sagrada maia.

A raça asteca segue vivendo; grande parte do povo mexicano é asteca, segue de pé. Só que já não possui a cultura antiga, à exceção da que se conserva em segredo, em templos secretos e sítios iniciáticos. Quando os espanhóis se acercaram, quando já estavam chegando a estas pirâmides, elas foram cobertas de terra, de maneira que quando os espanhóis chegaram já não tinham visto as pirâmides por nenhuma parte.

Tudo se cobriu com terra para evitar a profanação, porém, tempos mais tarde não faltou quem as descobrisse. Melhor tivesse sido que as pusessem em estado de Jinas, que as tivessem passado ao hiperespaço.

Num certo dia, na Pirâmide do Sol, recebi uma mensagem telepática espiritual. Um tempo depois de obter essa informação sobre as pirâmides, viajei com minha filha à Cidade dos Homens Solares. Ao chegar com reverência e respeito, pedimos permissão aos Guardiães Internos da cidade para penetrar, em nome do Cristo Quetzalcóatl, de nosso Pai Tonatiuh, de nossa Mãe Divina Tonantzin.

Também com reverência interior solicitamos a Coatlicue e seu filho, o pai de nossa cultura, Huitzilopóchtli, para que fizessem descer todos os turistas que naquela quarta-feira se encontravam na parte superior da Pirâmide do Sol. Exatamente ao iniciar a subida faltavam 20 minutos para o meio-dia.

À medida que subia com Energia Determinativa, os homens, mulheres e crianças que havia em cima, na parte alta da pirâmide, começaram a baixar, desciam e em alguns minutos ficou totalmente despejada e vazia. Senti muita alegria ao saber que os Deuses de Anahuac me haviam escutado.

Escutado a este pobre mortal do lodo da terra. Já na cúspide e despejado o ambiente, totalmente só com minha filha, com força determinante me sentei no centro da pirâmide, em posição de lótus, sentado com minha filha sobre minhas pernas. A “voz do silêncio” assim me indicou que fizesse.

Não raro são vistos focos de luz, óvnis e misteriosos seres vestidos de branco na grande pirâmide mexicana da Serpente Emplumada
Não raro são vistos focos de luz, óvnis e misteriosos seres vestidos de branco na grande pirâmide mexicana da Serpente Emplumada

Concentrado profundamente, ao meio-dia em ponto. O astro-rei, nosso Sol no zênite, exatamente vertical sobre minha cabeça e na cabeça física sideral da Pirâmide, a qual é o vórtice de força condensador supremo da energia cósmica, que, por este centro penetra ao interior do planeta a energia cósmica necessária para o equilíbrio “geofísico” de nosso mundo.

Senti nesse instante uma profunda descarga de corrente solar, e um fluxo, um jorro de luz incandescente física e espiritual desceu do próprio Sol, trespassando minha cabeça física e sideral, inundando com essa luz energética todo o meu sistema nervoso cerebral, concentrando-se essa energia em seu passo na base de meu cérebro e na raiz de meu nariz, ativando-se imediatamente esses centros energéticos.

A energia solar desceu por todo o meu corpo e, nesse estado de sensibilidade vi como inundou de cima abaixo, em seu descenso, toda a minha coluna vertebral, tanto física como internamente. Inundando todo o meu universo interior, até chegar à base do cóccix, onde houve uma explosão magnética, um choque energético com esse Centro…

Uma estranha Luz brilha na principal pirâmide de Teotihuacan, sempre ao meio-dia, nos equinócios e solstícios. A Energia Cósmica ali reinante é inefável e maravilhosa.

Para logo tão tremenda energia proveniente do coração do Sol, chocar, fazer contato com a base superior da pirâmide, sobre a qual estávamos sentados. E que anteriormente, no físico, existia um Teocalli (altar sagrado). Logo, vi perfeitamente como desceu o fogo solar ao interior da pirâmide até sua base, para se concentrar e se depositar em um gigantesco diamante localizado no hiperespaço, na quarta vertical, pelos construtores da pirâmide.

Esse diamante foi trazido do “Sol Central Alcione”, que é o centro de gravitação de sete Sóis, do qual o nosso é o sétimo. Esse diamante é maior do que 3 bolas de basquete juntas. Parece com um romboide com muitos cortes. Nas “Chaves” (de Enoque), nos é explicado que devemos ver o cúmulo das Plêiades como um dos centros-chave para a Programação da Luz.

As Plêiades, na Constelação do Touro, não devem ser entendidas como um “controle umbrático para a medição dos sistemas planetários”, senão, de acordo com Enoque, as Plêiades são medidas de todos os relógios de tempo astrofísicos de medição. Esses relógios de tempo em nosso planeta Terra estão localizados no retículo magnético e enfocados na Grande Pirâmide deTeotihuacan.

Esses campos magnéticos estão alinhados através de uma “Antena” de energia magnética, que é a base superior da Pirâmide, concentrando-se no grande diamante, para logo distribuir-se a toda a superfície do planeta, para o equilíbrio geofísico deste; e esta antena e outras em nosso planeta estão balanceadas pelos polos magnéticos Norte e Sul.

Samael sempre levava seus discípulos às pirâmides mexicanas, tanto física quanto astralmente, para lhes mostrar o Ponto Focal da Era de Aquário
Samael sempre levava seus discípulos às pirâmides mexicanas, tanto física quanto astralmente, para lhes mostrar o Ponto Focal da Era de Aquário

E há tempos em que as tremendas radiações de nosso Sol e o do Sol Central Alcione bombardeiam este ponto magnético piramidal e os demais.

Como ao ser bombardeados pela radiação eletromagnética monstruosa gerada pelas explosões atômicas dos loucos da Terra; estes campos magnéticos serão postos em desequilíbrio “Cataclísmico”, fazendo girar a capa tectônica para novos meridianos magnéticos, os quais encontram seu equilíbrio equatorialmente.

De uma vez, que o homem entenda que a Pirâmide do Sol, localizada em nossa terra mexicana, em Teotihuacan, é um modelo geofísico para essas mudanças magnéticas, ele deve reconhecer que ela é a pedra fundamental colocada diretamente no centro da Terra.

Bem, polarizado o meu corpo físico, minha alma e meu Ser com este centro piramidal de Teotihuacan, minha consciência foi transferida, transportada ao centro do diamante. Realizou-se a transferência consciente da consciência.

As pirâmides foram construídas pelos cientistas atlantes para que as energias do nosso planeta se reequilibrem

Com os sentidos desta, pude observar, dentro de um universo de luz branco-diamantina, um gigantesco “Cosmoporto” que desde épocas remotas, que se perdem na noite aterradora dos séculos, opera neste lugar desde muito antes da submersão atlante.

O Cosmoporto está cheio de naves interplanetárias, de diferentes tamanhos e modelos, provenientes de outros mundos, sóis da galáxia e de outras galáxias. Este gigantesco Cosmoporto é a sede central de contato de todos os mundos e sóis de Alcione em nosso planeta, ou seja, é a base central de operações das Plêiades localizada em nosso mundo Terra.

Pude observar homens do espaço de diferentes mundos vestidos com trajes dourados como o ouro puro, porém, o mais fantástico de tudo é que Teotihuacan, no interno, no Mundo das Causas Multidimensionais em todo o seu conjunto piramidal, é de ouro puro, como as três pirâmides fundamentais: A de Quetzalcoatl (o Cristo), a de Tonatiuh, o Sol, e a da Lua Tonantzin.

Também na quarta vertical a Cidade dos Deuses Solares, resplandecendo no hiperespaço como um sol inefável, temos um gigantesco cosmoporto. Inquestionavelmente, a cidade física de Teotihuacan não poderá ser destruída nem pelos terremotos nem pelo Cataclismo Final.

Inúmeras naves são fotografadas sobre as pirâmides, tanto as mexicanas quanto as egípcias e também de outros sítios
Inúmeras naves são fotografadas sobre as pirâmides, tanto as mexicanas quanto as egípcias e também de outros sítios

Conservar-se-á, porque é o eixo central geofísico de nosso mundo e sobre as ruínas, em uma oitava superior, ressurgirá de novo a Cidade dos Deuses, dentro de uma nova terra, purificada pelos elementos, com mais esplendor e beleza. Teotihuacan é, pois, um Portal para a Quarta Vertical e para a Raça Futura…

  • Gabriela

    Sacrificio Humano?
    Deuses Solares?…
    Gostaria que me explicassem isso.
    Desde já agradeço.

  • dhayana

    voce nao teria algum documentario ou poderia me recomendar algum….

  • cris

    Grande ser vm samael, graças temos que voz dar por desvelar tão vasto conhecimento…….

  • maurilio luiz guimaraes pedroso

    como samael diz nao acredito que forao os mais os toltecas e muito menos os mexicano que construiram as piramides foram os atlantes ou ancestrais deles pois temos que pensar na tecnologia que foi usada tem muito mais misterios ai vamos estudar e fazer progressos e que nao fazemos uma passagem mediocre aqui na terra um fortes abraço aqueles que sabem

  • ¿Tienen versión en español de la presente?Gracias