O caminho da autorrealização

3
3588

Chegou o momento de compreender, de forma séria, o Caminho que conduz à Autorrealização Íntima do Ser.

Muito se falou sobre os Três Fatores da Revolução da Consciência – Morrer, Nascer e Sacrifício pela Humanidade. Convém entender que todos os seres humanos levamos, dentro, uma criação equivocada. É necessário eliminar essa criação e fazer uma nova, porque só assim conseguiremos alcançar o milagre de nossa Cristificação.

Os velhos alquimistas medievais dizem, de forma enfática, que se deve eliminar o mercúrio seco. Isso, ao qual aludem os velhos sábios medievais, não é outra coisa que o conjunto de agregados psíquicos inumanos que personificam nossos erros e que levamos em nossa psique a cada hora, a cada momento. Desafortunadamente, a Essência, a Consciência, se encontra engarrafada nesses elementos inumanos.

Quando os mesmos forem erradicados de nossa psique, quando foram desintegrados, então a Essência, a Consciência, fica liberada e vem o despertar. Se isso não fosse assim, a Consciência não estaria adormecida.

É lástima que os seres humanos, por ignorância (que é o pior vício), andem pelas ruas com a Consciência adormecida. Chegou, pois, a hora de despertar, o mercúrio seco deve ser eliminado.

Da mesma forma, diz-se que se deve eliminar o enxofre vermelho, o enxofre arsenicado ou enxofre venenoso – sábias alegorias dos alquimistas medievais. O enxofre arsenicado, ou venenoso, de nosso corpo não é outra coisa senão o fogo animal que subjaz nos submundos animais desta criatura humanoide, equivocadamente chamada homem.

No caminho da Magia prática, diz-se textualmente que o fogo astral da Terra está representado sempre com o Selo Gnóstico: com a serpente com cabeça de touro, ou com cabeça de bode ou com cabeça de cachorro. Não há dúvida que esse fogo astral da Terra, simbolizado com a serpente com cabeça de bode, é uma alegoria (clara e específica) do fogo animalesco, da horrível serpente Píton etc., e representa sempre a Loja Negra.

A serpente, simbolizada com cabeça de touro, representa o verbo, a palavra, a luz (isso o sabem muito bem os cristãos). A serpente com cabeça de cão é uma alegoria viva do mercúrio da filosofia secreta, mediante o qual se pode realizar a Grande Obra.

Em síntese, há duas serpentes: a que sobe pela espinha dorsal e a que se precipita desde o cóccix até os infernos atômicos. A primeira é a Kundalini, a segunda é o Abominável Órgão Kundartiguador; a serpente de bronze que sanava os israelitas no deserto, no dia criador, e a serpente Píton (a de sete cabeças) que se arrastava pelo lodo da terra e que Apolo, irritado, feriu com seus dardos.

Então, meus queridos amigos, há uma dupla luz astral, e quero que ponham clara atenção nisso.

Chegou a hora de entender que a luz arsenical, de todos os alquimistas medievais, é a serpente tentadora do Éden, o Abominável Órgão Kundartiguador, a cauda pictórica de Satã, a víbora infernal. A outra, a serpente de bronze, é uma sábia alegoria do que devemos fazer.

Tal alegoria refere-se à serpente Kundalini, à serpente ígnea de nossos mágicos podperes. Porém, essa outra serpente que Apolo fere é, certamente, o fogo animalesco.

Alguém poderia fazer-se amo e senhor do fogo, se consegue eliminar, de sua natureza íntima, o enxofre arsenical, o fogo infernal. Como consegui-lo? Trabalhando na Grande Obra do Pai.

Michael tem o pé posto sobre o Dragão. Decifrando isso, direi: eliminando os Eus, os elementos inumanos, conseguiremos atravessar o Dragão para nos convertermos em reis e sacerdotes para sempre.

Assim, reunidos todos aqui, esta noite, devemos compreender o que é o Caminho da Iniciação.

Somente se pode descobrir os agregados psíquicos na inter-relação, na vida prática: na rua, na casa etc., permanecendo alertas e vigilantes como o vigia em época de guerra. Essa inter-relação nos permite descobrir nossos agregados psíquicos.

Defeito descoberto deve ser julgado profundamente e, depois, desintegrado. Mas isso não seria possível se não contássemos com um Poder superior à mente, pois, nunca se poderia eliminar um defeito se não fosse por esse Poder que reside no esperma sagrado. Esse poder é o de nossa Divina Mãe Kundalini, a serpente ígnea de nossos mágicos poderes.

Só Ela pode desintegrar os erros: rogando-Lhe, suplicando-Lhe, em meditação profunda, para que desintegre o defeito que tivermos descoberto.

É necessário morrer, e só morrendo advém o novo. Se o grão não morre a planta não nasce.

Chegou o momento de compreender que há necessidade de criar os Corpos Existenciais Superiores do Ser, mediante o cumprimento do Dever Cósmico. Quando aprendemos a transmutar o esperma sagrado em energia criadora, de fato trabalhamos de acordo com a filosofia secreta, e é com o mercúrio, meus queridos irmãos, que podemos criar os Corpos Existenciais Superiores do Ser. O mercúrio vermelho, fecundado pelo enxofre, se cristalizará no Corpo Astral; o mercúrio, fecundado pelo enxofre, se cristalizará no Corpo Mental. Etc.

Assim, é necessário transmutar para formar os Corpos Existenciais Superiores do Ser. Quando o tivermos conseguido, receberemos os princípios anímicos e espirituais. Então nos converteremos em verdadeiros Homens, em homens reais, pois do jeito que estamos, somos só animais intelectuais, equivocadamente chamados homens.

Sacrifício pela Humanidade: não poderíamos encarnar o Cristo Íntimo sem o Sacrifício pela Humanidade, sem o sacrifício por todos os seres humanos. É necessário levar o ensinamento a todos os rincões da Terra. Na medida em que dermos, nos será dado. Com a vara que medirmos, seremos medidos.

Trabalhem, irmãos, com os Três Fatores da Revolução da Consciência para se convertam em Homens Reais, verdadeiros, divinos e inefáveis.

Essa é a missão que estamos cumprindo: ensinando a criar Homens verdadeiros, divinos, reais.

Devemos cooperar com este Grande Experimento.

(Samael Aun Weor, conferência O Caminho da Autorrealização)

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui