Krishnamurti

Krishnamurti

- emMestres da Senda
11692
22

O VM Samael Aun Weor sempre dizia que seu Ser Interno tinha uma ligação muito íntima, especial, com Krishnamurti. Se o Mestre Samael “sonhasse” com algo que estava ocorrendo com Krishnamurti, essa ocorrência acontecia fisicamente com o próprio Samael. Em 1977, o Mestre sonhou que Krishnamurti havia desencarnado. Alguns meses depois (em 24 de dezembro), ele, Samael, abandonava seu corpo.

Na sua obra Revolução da Dialética, o Mestre Samael fala que Krishnamurti tem uma relação muito íntima com a estrela Alcione. Isso significa que Krishnamurti é na verdade o bodhisatva (a manifestação humana) do Deus Alcione, conhecido entre os gnósticos como o Meritíssimo e Supremo Senhor das Plêiades.

Para quem não sabe, a constelação das Plêiades é formada por inúmeras estrelas, das quais temos 8 principais:

Alcione e mais sete estrelas, das quais o nosso sol (esotericamente chamado de Ors) é o sétimo. Ou seja, nosso sol Ors e outros seis sóis giram em redor de Alcione!

Sobre a humana pessoa do Mestre Alcione, Krishnamurti, leiamos as experiências internas e o parecer pessoal do Venerável Mestre Samael Aun Weor:

Quando Annie Besant ocupava a presidência da Sociedade Teosófica, houve um conflito dentro dessa maravilhosa organização, cuja fundadora foi a Grande Iniciada Helena Petrovna Blavatsky.

O problema que se apresentou foi o caso Krishnamurti.

A senhora Besant levantou o dedo para assegurar aos quatro ventos que o rapaz indiano era a reencarnação vivente de Jesus Cristo. Leadbeater, o Grande Clarividente, e muitos outros teósofos eminentes, estavam totalmente de acordo com a senhora Besant e juravam que o jovem era Jesus Cristo reencarnado novamente.

Todavia, relembramos a fundação daquela ordem chamada a Estrela do Oriente, cujo único propósito era receber o Messias. Mais tarde o mesmo Krishnamurti a dissolveu.

Naquela época houve uma divisão no seio da Sociedade Teosófica.

Alguns asseguravam que Krishnamurti era o Messias, outros não aceitaram esse conceito e se retiraram da Sociedade Teosófica.

Entre aqueles que se retiraram figura o dr. Rudolf Steiner, poderoso clarividente iluminado, fundador da Sociedade Antroposófica.

A obra de Steiner é grandiosa. Seus livros são poços de profunda Sabedoria.

Também se separou da Sociedade Teosófica o grupo espanhol Marco Aurélio*.

A cisão que teve no seio daquela famosa Sociedade Teosófica foi um verdadeiro fracasso.

Necessitamos analisar o caso Krishnarnurti.

Enquanto alguns estão convencidos de que ele é a reencarnação de Jesus Cristo, outros dizem que é um ignorante, e que o único que sabe é dirigir automóveis, jogar tênis etc.

Em resumo: Em que ficamos?

O mais curioso e estranho é que os maiores clarividentes da Sociedade Teosófica se dividiram em dois grupos opostos. Surgem estas perguntas absolutamente lógicas: Por que se dividiram os clarividentes? A fim de que?

Os clarividentes viram o Ser Interno do rapaz hindu. Porque então não puderam fazer um acordo? Acaso alguns clarividentes veem numa forma e outros em forma distinta? É possível que os clarividentes se contradigam uns aos outros? Se os clarividentes viam o Ser Interno de Jiddu Krishnamurti, por que motivo não estiveram de acordo, num mesmo conceito?

Com a vista física mil pessoas ao verem um objeto dizem: Esta é uma mesa, uma cadeira, uma pedra etc. etc. Ou ao ver uma pessoa todo o mundo diz se é uma mulher ou um homem etc.

Que se passa então com a clarividência? Por que motivo os clarividentes não puderam entrar num acordo no caso concreto do jovem indiano? Não há dúvida de que Krishnamurti foi um verdadeiro quebra-cabeça para a Sociedade Teosófica.

O mais grave é ver os clarividentes lutando entre si.

Isto é algo que confunde a mente dos que começam nestes estudos.

Krishnamurti caiu no ceticismo e permaneceu assim por vários anos, por fim raciocinou e começou sua missão.

Todos nós, os irmãos Endotéricos Gnósticos, nos propusemos investigar nos Mundos Superiores o caso Krishnamurti.

Depois de pacientes trabalhos chegamos as seguintes conclusões:

Primeira: Todo homem é um trio de corpo, alma e espírito.
Segunda: Quando o espírito vence a matéria é um Buda.
Terceira: Quando a alma se purifica e santifica-se, passa a chamar: Bodhisatva.
Quarta: O Espírito de Krishnamurti é um Buda.
Quinta: A Alma de Krishnamurti é um Bodhisatva.

Na Ásia existem muitos Budas que ainda não encarnaram o Cristo.

Dentro de cada homem há um Raio que nos une ao Absoluto. Esse raio é o nosso resplandecente Dragão de Sabedoria, o Cristo Interno, a Coroa Sefirótica.

Os Budas não encarnaram o Cristo, logo não se cristificaram.

O Buda do hindu Krishnamurti já encarnou seu Resplandecente Dragão de Sabedoria, seu raio particular, seu próprio Cristo Interno.

Annie Besant

Quando Besant, Leadbeater e outros clarividentes estudaram o caso Krishnamurti ficaram deslumbrados com a Luz esplendorosa daquele Buda cristificado, mas como não conheciam o Esoterismo Crístico creram de pés juntos que Krishnamurti era a reencarnação de Jesus Cristo.

O erro não esteve na clarividência, o erro localizou-se na falta de cultura intelectual. Eles não conheciam o Setenário Teosófico.

Eles só conheciam o corpo, a alma e o espírito, mas ignoravam o mais além… Todo homem tem um Raio, o Cristo Interno, que o une ao Absoluto.

Eles viram o Deus Interno de Krishnamurti e creram que era Jesus de Nazaré, esse foi o erro. O mais grave foi o dano que fizeram ao rapaz hindu. Quando se diz a um Bodhisatva que ele é um mestre, ele se perde, destrói-se, fica complexado.

Annie Besant

O jovem viu seus instrutores lutarem entre si por causa dele e o resultado foi um trauma psicológico para sua humana personalidade.

Krishnamurti tem um trauma psicológico.

Não há dúvida que lhe fizeram um grande dano. Se os hierarcas da Teosofia o deixassem em paz, se ele tivesse desenvolvido livremente na Índia, então sua obra teria sido maravilhosa.

O grande Buda de Krishnamurti não pôde dar toda sua mensagem porque o Bodhisatva tem um trauma psicológico.

Se examinarmos a doutrina de Krishnamurti, vemos que o melhor é o budismo. Desgraçadamente, não conhece o Esoterismo Crístico.

Krishnamurti bebeu na fonte do Evangelho Budista. Lastimamos que tenha olvidado o Esoterismo Cristão.

Mais tarde mesclou a Filosofia Budista com a Filosofia Oficial do mundo ocidental.

A doutrina de Krishnamurti é o resultado dessa mescla. É o Budismo. A Doutrina da Era de Aquário é o resultado da mescla do Esoterismo Budista com o Esoterismo Cristão. A doutrina de Krishnamurti é o Budismo Livre, mas a fonte viva dessa doutrina é o Evangelho Maravilhoso do Senhor Buda.

Nós não estamos contra o senhor Krishnamurti, unicamente lamentamos que o Buda Interno desse filósofo hindustani não tenha podido dar toda a Mensagem. Isso é tudo.

Quando um clarividente descobre que o Íntimo (o Espírito) de alguma pessoa é Mestre, o melhor é calar, para não destruir a pessoa.

Quando alguém chega a saber que seu Ser Interno é Mestre, enche-se de orgulho e soberba. (fortuitamente, Krishnamurti sabe ser humilde).

Existem também Bodhisatvas caídos. Esses são piores que demônios!

A ninguém se deve dizer que é Mestre. O clarividente deve ser prudente. O clarividente deve saber calar.

O espírito de um homem pode ter alcançado o grau de Mestre em alguma reencarnação antiga. O Bodhisatva (alma do Mestre) pode ter caído mais tarde e viver agora na senda do mal.

O mestre não cai. Quem cai é o Bodhisatva (alma) do Mestre.

Besant e seu jovem pupilo, Krishnamurti

O clarividente deve ser prudente e antes de anunciar a um mestre, aguardar com paciência muitos anos para ver como se comporta na vida o homem de corpo e osso, o Bodhisatva Terrenal. O mestre pode ser muito grande lá em cima, mas o homem de carne e osso aqui em baixo é perigoso.

Em todo caso por seus frutos os conhecereis.

Blavatsky diz que o mistério da dupla personalidade é um dos maiores mistérios do Ocultismo.

Todas as lutas e erros da Sociedade Teosófica são a causa do trauma de Krishnamurti. O caso Krishnamurti é importantíssimo.

O Dr. Steiner conhecia os mistérios crísticos e por isso não se deixou confundir. Steiner era gnóstico.

Steiner não aceitou que Krishnamurti fosse a reencarnação de Jesus Cristo.

Muitos seguiram a Steiner e muitos à senhora Besant.

O clarividente Steiner tinha uma vasta cultura intelectual. Por isso, não caiu nesse erro, ele era um verdadeiro ROSACRUZ-GNÓSTICO.

*O grupo teosófico independente “Marco Aurelio” foi fundado em 1911 na Galícia (Espanha) e teve, entre muitos outros membros, Mario Roso de Luna, o grande estudioso dos fenômenos Jinas, e Ramón María del Valle-Inclán, escritor e poeta, muito citado pelo VM Samael Aun Weor.

Posts relacionados

22 Comments

  1. EU SOU O QUE SOU

    Queres me arrastar para. este forum?
    Ja matou o idignado ego ou(sujeito inferior)…
    Em breve suscitarei os entraves(mensagens sem respostas)
    Sobre o “Si”e mim…

    Assim seja

  2. Devo dizer que a Doutrina do Mestre Samael é pesada demais para mim, as vezes após ler alguns de seus livros sinto me arrasado, atirado no chão sem animo nenhum. Não estou criticando o Mestre pois fico assim justamente por crer em tudo o que ele ensina… mas nos livros de Krishnamurti eu consigo me encontrar, compreender e seguir em frente com muita força de vontade…

    1. Compreendemos sua condição emocional, Alexandre, isso passa praticamente por todo estudante gnóstico. Samael pertence ao RAIO DA FORÇA, diferentemente de outros mestres, que são mais, digamos, “carinhosos” em suas exposições doutrinárias.

  3. Olá, por favor gostaria de esclarecer uma dúvida.
    De acordo com o texto Krishnamurti Cristificou-se. Poderia me dizer se além dele, outros Mestres se Cristificaram nesses 2000 anos? É que recentemente ouví numa conferência em uma Instituição Gnóstica que somente 3 Mestres se Cristificaram após Jesus. Foram eles: Maomé, Samael e Lakshimi. Fiquei muito confusa pois sempre tive a idéia que Krishnamurti, Sivananda, Luxemil e outros haviam chegado à Cristificação. Obrigada.

    1. “De mil que me buscam, um me acha; de mil que me acham um me segue e de mil que me seguem um é meu.”
      Realmente, conseguir a CRISTIFICAÇÃO é algo raríssimo e impressionante.
      No entanto, quantificar quantos se cristificaram após Jesus não nos toca conhecer, até que participemos ativamente de algum Templo da Santa Igreja Gnóstica dos mundos internos (ali nos resolverão todos os cálculos sagrados).

      1. Obrigada! :)

    2. EU SOU O QUE SOU

      Assim mesmo dito,se faz uma correção;nada de tudo que se comenta,se é necessário abrir-se o verbo.
      Não é pratica exercer-se de domínio angular,das coisa de deus.
      Sobre esta figura antológica,krishnamurti,só é necessário esclarecer-te,que onde vem um,vem o outro,cristos.
      Krishnamurti,krishna e Jesus o Cristo,são os mesmos.
      Ambos “Tem Kristo”.
      Krishnamurti,é um avatara dos azuis e
      grande iniciador,para os pensamentos subterfugiosos…
      Quem advém o cristo,tem como portador,o cristo interno!
      Alguns seres neste sistema,já não pertencem há outras crenças e clientes(satã e o testador vermelho)pois são de fato,da raça de cristal pura.

      Assim seja

  4. EU SOU O QUE SOU

    saudações.
    Shsva Yahvéh,são uma só manifestação de Deus uno.
    Krishna e Cristo Jesus são um só,em suas manifestações.
    Krishnamurti é avatara dos dois.”Personificação.
    Saudações

  5. Krishnamurti mesmo diz que todos explicam as causas das coisas escrevem livros inteiros porém cada um de acordo com seu condicionamento…e nom fim de tudo a violência continua então o que..vemos o mesmo aqui nesses debates….enquanto se sentir ofendido por algo escrito e responder sempre vai haver o condicionamento e a não individualidade que é o SER como o Mestre Samael complementa…Deve se refletir muito antes de dar uma opinião porque enquanto ouver condicionamento na mente vai haver respostas caprichosas e cheias de conflito.

  6. O maior equivoco desta matéria foi ao dizer q krishnaji nao deixou a “mensagem toda”. Para se afirmar que ele não deixou a mensagem toda é necessário que a pessoa q escreveu saiba “qual é a mensagem toda”.. qual seria..pra afirmar que algo está incompleto deve ter um modelo de “completude”. Essa afirmação é meramente um julgamento!!! Simplesmente O QUE É, É! Parem de tolices… criam expectativas em relação à outra pessoa e a julgam quando esta não corresponde seus sonhos e desejos imaturos.. como seria essa tal “mensagem completa” ?? se não esta completa o que faltou? e como vcs sabem o que falou e o que deveria ser dito? não fantasiem…!

    1. Pelo visto, você visita o GnosisOnline eventualmente.
      Sugiro que se aprofunde nos estudos gnósticos, leia os livros de VM Samael Aun Weor, leia também suas conferências, sugestões de práticas e exercícios etc.
      E tire você mesmo suas conclusões sobre o que seja essa “completude” do Ensinamento Iniciático rumo ao Ser Divino…

    2. nao se irrite. o mestre Samael fala como um mestre do invisivel…,e que lá tem graus e graus, Krishnamurti poderia aprofundar tambem em outros aspectos da sabedoria como os mistérios sexuais, as dimensões superiores etc…

  7. Rodrigo cougo

    O maior equivoco desta materia foi ao dizer q krishnaji nao deixou a “mensagem toda”. Ora, como querem reduzir o TODO em algumas definiçoes, na limitaçao das palavras? Krishnaji viveu magestralmente, ajudando a revolucionar a psique humana, nao dando a resposta mastigada, isso nao existe! Assim como Jesus, Buda, Confucio, entre outros mestres, tbm nos deram um ponto d partida baseado em fatos e magnificamente na logica, direto e reto. Nao compreende aquele q busca na vida as coisas mastigadas qdo, na verdade, ninguem pode camimhar com os teus pés!.

  8. devemos receber com agrado as manifestações desagradáveis de nossos semelhantes. cada um q apresente sua obra.

    1. Estudantado Gnóstico vamos parar de repetir idéias e conceitos do Mestre Samael, Samael é Samael, e nós somos nós, tenhamos personalidade própria, o que me chamou a atenção não é nem o texto que pouco sabe de krihsnamurti, mas a sensação de que a dissolução do EGO anda em baixa: (Devemos receber com agrado as manifestações “desagradáveis” de nossos semelhante),-embora a Gnose seja meu foco principal não consigo ver luz em nenhuma escola gnóstica, mas como disse nosso amigo, cada um que apresente sua obra…
      Paz inverencial.

  9. interessante e muito legal!

  10. E dificil acreditar nos outros eu me identifico com krishnamurti tantissimo, para mim era uma mente simples, que entende a mecanica das coisa, a raiz das coisas e esclarece.Aquilo que dizem sobre Krishnamurti eu nao creio, prefiro nao entitular-lo, rotular-lo, porque nao tem importancia, Jesus quando souberam quem eram o cruxificaram,para que eu me ilumine eu tenho que saber de mim, e nao me preocupar com aquilo que e o outro, se eu fico buscando no outro eu nao me ilumino.cuidemos de nos, porque ainda temos muito estrada ate a iluminacao.

  11. Krishnamurti é realmente maravilhoso! Me identifico muito, mas muito mesmo com ele, simplesmente ouvindo atentamente à suas ”conferências”. Uma pena mesmo ele não ter ensinado o Tantrismo sagrado à humanidade, pois muitos que, de fato, o escutaram, podem ter se perdido mais tarde justamente por não terem os profundos conhecimentos do sexo. Tive um sonho com ele há alguns dias atrás, em que ele me uma missão/desafio. Estávamos em uma casa velha, e então ele me pediu que saísse de lá e ir dar uma caminhada nas ruas por algum tempo, para observar que defeito que se manifestava naquele momento… Um dos defeitos observados foi o ”eu olhador”, direcionado a uma bela mulher loira em uma loja qualquer na pequena cidade. Então, retornei à velha casa, onde ele estava deitado em profunda meditação, mas em seguida abriu os olhos e começou a falar comigo. Uma pena eu não ter anotado o que ele teve de falar. Mas ao menos a lição foi compreendida…

  12. Mario Mendonça Fernandes

    Bodhisattva todos somos de algum Mestre,Anjo,Deus ou Demônio as limitações do corpo fisico nos impedem de recordar as nossas atuações no astral ou partes Krishnamurti é a prova

    1. Nem todos são Bodhisatvas, mas todos, com trabalho, podem ser =)

  13. Krishnamurti não completou sua mensagem? Sua mensagem é clara e bastante evidente: não há religião, não há crença correta, o que existe é o homem, pelo próprio homem.

    A doutrina de Krishnamurti não é budismo, pois não há nenhuma suposição sobre outras vidas. A doutrina dele se resume ao entendimento da vida, DESTA vida.

    1. Os ensinamentos e dicas desse grande mestre da Luz são maravilhosos, obviamente. Mas faltou somente a prática TÂNTRICA que altera profundamente a psique humana.
      A Gnose ensina que o processo do descobrimento, da observação e da compreensão são os primeiríssimos passos.
      Mas falta a última etapa, que é a da Iluminação Radical. Isso é o que o tantrismo preconiza…

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Confira também

A origem do casamento arranjado

A Sociedade Akaldam, em Cairona (hoje Cairo), estabeleceu