O Selo de Samael. Sua Vinda p/ O Brasil

Home Fóruns Esoterismo Gnóstico O Selo de Samael. Sua Vinda p/ O Brasil

Este tópico contém 3 respostas, possui 0 voz e foi atualizado pela última vez por  O Cisne 10 anos, 9 meses atrás.

Visualizando 5 posts - 1 até 5 (de 5 do total)
  • Autor
    Posts
  • #29721

    O Cisne
    Membro

    Ali, Gostaria de saber o seguinte sobre o Selo de Samael, reli no site a respeito do Selo de Mestre
    Samael: Existe alguma relação deste selo com o
    livro As Partes do Ser e com o lançamento do livro no Brasil?

    Não sei se o que vou falar adiante é uma tonica minha, ou uma tonica geral.
    O texto do Selo fala em união. Sinto a necessidade desta união, porem sei que a união
    de escolas é impossível, porque exigiria sacrificios de todas as partes e existem coisas
    que a gente não sacrifica por medos, medos de estar errado ao fazê-lo. Sempre busquei
    a união de todas as coisas, é facil ver diferenças entre os Mestres, e sempre busquei
    ver o que podia unir os diferentes Mestres, e buscando vi que aquilo que são diferenças
    podem ser harmonizadas com um entendimento da base, da formação de um ensinamento.
    Se um ensinamento obedece certas diretrizes, desde que dado por um Mestre
    este ensinamento pode ser real e dar os resultados que se propoe. Adoum
    deixa implicito numa obra que ‘cada qual prega no mundo aquilo que mais necessita’, por isso
    falei a respeito da tonica individual. Esta aparecendo
    mestres por tudo quanto é canto, que desunem por causa da heresia da separatividade,
    eles contribuem com esta heresia, estou falando dos mestres que não são, dos mitomanos.

    Gostaria também de saber se o selo veio para o Brasil para este motivo, de união, e também por que ficou
    longe dos olhos do publico durante tanto tempo.

    O Brasil, não sei quantos sabem mas Brasil, em hebraico, se não me engano pronuciam eles:
    Brzl, que é o mesmo nome para ‘ferro'(em hebraico).
    Este Selo no Brasil, será que cumpre alguma missão planetária? Porque estamos exatamente na Kali Yuga
    e o Brasil, bem como outros países, China e India, são ricos em Ferro. Será que há alguma relação?

    Talvez pareça gratuitas estas interpretações de Judaísmo e Brasil, na verdade, tanto na America quanto
    no Brasil, a presença judaica é muito forte, uma presença cultural mas também uma espiritual: Judas Iscariotes
    disse que aquilo que Jesus fez, foi para preparar a questão da Nova Civilização, quer dizer, Varios Judeus trabalhando
    em prol de algo que vai começar aqui ‘no Mayab dos Andes, berço da Nova Civilização’. Não me
    recordo a tribo indigena que chama o Rio Solimoes, de slomhos, quer dizer, shlomo, Salomão. Os Judeus
    não varrem a sujeira para fora da casa, além deles o povo Guarani e no Brasil, os mineiros fazem o mesmo.
    Há uma fortissima recorrencia judaica aqui, na gnose então, Samael, Yohani, Jonas, Guardiao de Avataras,
    fariseus, talvez alguns essenios, conheci uma senhora que dizia ter vivido nos tempos de Jesus, e ela me disse
    que via Jesus, igual a gente vê um vizinho. Ainda há Baal Zebuth, Adonay também
    veio para cá, Judas Iscariotes com O Voo, fora as muitas coisas que não sei. Culturamente, o nome de
    colombo na verdade era Christophorus Columbus, e lembro de um texto em que dizia que
    ele havia sido dicipulo de Mestre Samael. Ele, Cristovão Colombo, era Judeu. O nome Brasil talvez,
    possa ser interpretado de uma maneira negativa por causa do
    ferro sendo que estamos na idade do ferro, mas o bom, era que no inicio, o que chamamos de Brasil, era
    ‘Vera Cruz’, ou seja, A Cruz Verdadeira, e se é verdadeira é de Jesus Cristo!!!

    Há quem relacione o lugar biblico chamado ofir, com o país Peru, Ophir-Peru, assim como Inca e Cain.
    Olha o que diz o Hino do Peru: ‘A su sombra, vivamos tranquilos,y al nacer por sus cumbres el Sol,
    renovemos el gran juramento que rendimos al Dios de Jacob.’ quer dizer, do Deus de Jacob, Yako’ v, IAO.

    ‘Renovamos o Grande Juramento dado anteriormente em Israel’, que é outro nome de Yakov, só pode ser.

    No tópico dedicado ao lado desconhecido do Voo,
    falei da questão estranha no seio da America, me parece, novamente personalissimamente,
    que há uma relação de petroleo com liberação de conhecimento, e essa questão dos
    EUA, Colombia, Venezuela,isto, tomara Deus que não, pode trazer guerra, e guerra,
    para o 4c, chega no momento de liberação de Conhecimento interno e esoterico,
    tomara que esteja errado em relação a uma possivel guerra, mas é terrivel que
    a Venezuela esteja comprando armas justo da Russia, e se acertando com os países
    mulcumanos(ahmadinejad), enquanto os EUA abraçam a Colombia, assim como abraçam Israel. Não sei se sabe, mas
    as guerras contra Iraque e Afeganistão, cumpria, de tabela, a missão de acuar Russia. A Russia é uma dos
    países mais ricos no mundo em Petroleo.

    #33935

    Caríssimo, os selos sempre existiram e sempre existirão ao longo de toda a história humana, pois são objetos mágicos, trabalhados teurgicamente, em que se veem influxos de energia poderosíssimos. O Selo da Luz, ou Selo de Samael, teve a báraka de um dos instrutores do VM Samael, quando este último passou por provas que somente são dadas aos altos iniciados. Este era um mestre maia desconhecido para os profanos, segundo o mestre Samael, e somente os de consciência desperta o conhecem. Ele é, segundo as tradições, um dos guardiães das Américas, apesar de seu bodhisatva ser um índio humilde do interior do México (ou era, não sei se já desencarnou).

    A função dos Selos da Luz é justamente de influenciar as almas, as mentes e os corações dos “formadores de opinião” para que estes levem a cabo o governo de seus povos; também a aura desses Selos serve para abastecer o Átomo Nous das pessoas mais sensíveis, mais receptivas espiritualmente (ou seja: para aquelas que não se degeneraram por completo, que não caíram em completa Eikásia mental), para que elas tenham mais anelos em seu Trabalho Interior.

    O Selo de Samael, segundo nos foi relatado por instrutores gnósticos, tem exatamente esta função, a de insuflar mais anelos pela autorrealização nos corações do estudantado gnóstico.

    Mas também podemos citar outros selos, que tiveram influência decisiva nos destinos dos povos: um deles é a ponta da LANÇA DE LONGINUS, a que feriu o peito de Jesus em sua crucificação, e segundo tradições, encontra-se agora em um museu da Áustria, bem guardadinho, para que nenhum maluco o tenha em mãos. Todos os que tiveram o Selo de Longinus (ou Lança de Longinus) obtiveram grande poder político e econômico na Europa; Hitler por exemplo.

    Outro objeto sagrado é o famoso SELO DE SHAMBHALA, que esteve nas mãos do famoso explorador teosófico NICHOLAS ROERICH.

    (Falarei sobre esse Selo em breve.)

    #33936

    Há uns dez anos atrás, passei cerca de uma semana no Mato Grosso do Sul por assuntos profissionais. Eu sentia uma felicidade indescritível, uma harmonia fantástica, sem nenhum motivo aparente. Eu me sentia no paraíso, flutuava. Uma energia ímpar que senti em raros momentos na vida e de forma menos intensa – todos ligados ao trabalho interno. Parece uma espécie de “assinatura energética crística”. Aquela sensação perdurou por uns três dias depois que voltei ao Paraná. Muito anos depois, tomei conhecimento do Selo de Samael. Ao ler sobre o assunto, tive certeza de que essa era a origem daquela sensação. E mais tive a intuição de que a área próxima onde se encontra o Selo tem uma grande proteção e que vai sobreviver a grande tragédia que se aproxima da humanidade. Não quero criar nenhuma celeuma com essa afirmação. Sou uma pessoa comum, que luta contra seus defeitos e não quero influenciar ninguém com essa afirmação. Apenas dou um testemunho sobre a sensação que tive.

    #33937

    Parabéns por essa experiência, caro Senhor… :)

    Uns meses atrás li um depoimento interessantíssimo do senhor Geoffrey Hodson, eminente líder teosofista e grande clarividente, sobre a imantação de alguns objetos na Igreja de São Germano (Saint Germain). Hodson pediu a dois de seus acompanhantes que colocassem suas alianças, anéis e pingentes no altar dessa igreja, que tinha uma ligação psíquica com o famoso Conde de Saint Germain. O senhor Hodson fez umas orações e imediatamente esses objetos foram imantados pelo próprio Conde, no mundo astral… E tais objetos se tornaram ímãs poderosíssimos de bênçãos e proteção para seus proprietários…

    Porém, existem objetos que são consagrados para cumprir missões muito específicas. Relatei anteriormente sobre o SELO DE SHAMBHALA, o qual foi levado desde a longínqua Ásia, por ordem dos mestres da Grande Loja Branca, até a Europa, no início do século 20, para o estabelecimento e organização da Liga das Nações (a ONU da época).

    Esse Selo ficou guardado em um lugar secreto, longe das mãos dos Homens de Negro, a corporação da Loja Negra ativa até os dias de hoje e que tenta sabotar toda e qualquer atividade em prol da humanidade…

    O Selo, até o início da Segunda Guerra Mundial, tentou criar condições sociopolíticas para o início da Era de Aquário, porém, tudo em vão. Nos Mundos Internos houve terríveis guerras entre a Sagrada Ordem do Tibet e o Clã dos Dag-Dugpas, e isso se refletiu, no Plano Físico, na Segunda Guerra… O Selo então retornou ao seu lar original, a torre mais alta da cidade sagrada de Shambhala.

    Shambhalla é uma cidade subterrânea em estado Jinas, fortificada à semelhança de Jerusalém, repleta de templos e igrejas, e em sua torre mais alta foi depositada novamente a relíquia sagrada imantada pelos altos sacerdotes dessa cidade. É uma pequena pedra negra de basalto, de 5 a 7 centímetros de comprimento, com estranhas incrições em uma de suas faces escuras. Este Selo se encontra dentro de uma pequena caixa, cujo interior é recoberto com veludo especial.

    Os rituais e práticas especiais da Gnosis Samaeliana, quando bem dirigidos, atraem a energia poderosíssima desse sagrado SELO DE SHAMBHALLA, cidade sacratíssima que tem como REGÊNCIA TRINA (ou Triunvirato Sinárquico):

    – Jesus o Cristo
    – Melquisedeck e
    – Sanat Kummara

    Voltando a Roerich: Depois de cumprir sua missão, Nicholas Roerich mudou-se para Nova York e ali manteve um instituto de pesquisas para a paz mundial, influenciando, com sua arte e seus escritos, até mesmo o presidente dos EUA.

    #33938

    O SELO DE SAMAEL E O APÓSTOLO JUDAS ISCARIOTES

    Alguns meses após o desencarne do VM Samael Aun Weor, precisamente em 1978, foi descoberto um dos textos mais impressionantes e revolucionários de todos os tempos: o EVANGELHO APÓCRIFO DE JUDAS ISCARIOTES

    Mera coincidência ou os dedos de Deus movendo os fios das Forças Espirituais que devem mover a “evolução” da humanidade?!? Eu, sinceramente, não acredito em simples coincidências!!!

    O Selo de Samael foi levado até a América do Sul e ali se encontra, para nosso benefício, e especialmente (não unicamente, reitero) para os lumisiais gnósticos.

    De uma forma ou de outra, forças espirituais guardam os povos da América do Sul, e entre essas forças, os mestres maias do Raio da Liberdade… Um desses grandes mestres maias, que se encarnou certa vez na Terra Santa, se chamou Judas de Kariot.

    Não à toa, saiu o livro O VOO DA SERPENTE EMPLUMADA por estas plagas sul-americanas, explicando e redimindo o nome sagrado do mestre Judas. E nestas mesmas terras encontra-se o Selo de Samael, oculto em algum lugar para benefício da humanidade… Simples coincidências? Eu não acredito em coincidências, meus caros!!!

    Forças especiais protegem os povos latino-americanos, especialmente do Sul, e por algum motivo, este Selo de Samael possui ligação com dois grandes mestres da Loja Branca, os quais guiam os sul-americanos: Judas Iscariotes e João Batista!!!

    O Trabalho é interno; isto é o óbvio ululante, mas uma ajuda de fora, de mestres que nos amam intensamente, é bem-vinda. E sábios são os que souberem aproveitar essa ajuda…

Visualizando 5 posts - 1 até 5 (de 5 do total)

Você deve fazer login para responder a este tópico.