sábado, setembro 18, 2021

O Matrimônio perfeito- Introdução

Home Fóruns O Matrimônio perfeito- Introdução

  • Este tópico está vazio.
Visualizando 1 post (de 1 do total)
  • Autor
    Posts
  • #29383
    Anonymous
    Participante

    O matrimonio perfeito

    Por Samael Aun Weor

    Este livro foi escrito para poucos, digo para poucos porque os muitos não o aceitam, não o compreendem, não o querem.
    Quando saiu a primeira edição de “O Matrimônio Perfeito”, houve um grande entusiasmo entre os estudantes de todas as Escolas, Lojas, Religiões, Ordens, Seitas e Sociedades Esotéricas. O resultado desse entusiasmo foi a formação do Movimento Gnóstico; que começou com alguns poucos compreensivos e logo tornou−se internacionalmente reconhecido. Muitos estudantes do Ocultismo estudaram este livro, poucos o compreenderam.
    Muitos, entusiasmados pelo tema encantador de “O Matrimônio Perfeito”, ingressaram nas fileiras do Movimento Gnóstico.
    Hoje, podemos contar nos dedos aqueles que permaneceram fiéis à Gnose.
    Muitos juraram lealdade diante do Altar da Gnose, mas na verdade quase todos violaram seus juramentos. Alguns pareciam verdadeiros Apóstolos, e duvidar deles pareceria até um sacrilégio. Porém, com o tempo tivemos que nos convencer, com infinita dor, de que eram também traidores. Muitas vêzes bastou a esses falsos irmãos ler um livro ou escutar um conferencista novo recém chegado à cidade, para que se afastassem do Movimento Gnóstico.
    Nesta batalha pela Nova Era Aquária, que se iniciou no dia 4 de fevereiro de 1962, entre duas e três horas da tarde, tivemos que aprender que o Abismo está repleto de equivocados sinceros e de gente de ótimas intenções.
    O Matrimônio Perfeito e o Cristo Cósmico constituem a síntese de todas as religiões, escolas, ordens, seitas, lojas, iogas, etc.etc. É na verdade uma lástima que tantos, que encontraram a Síntese Prática, tenham saido dela, para cairem no intrincado labirinto das teorias.
    Conta a tradição que no centro do Labirinto existia a Síntese, isto é, o Lábaro do Templo. A palavra Labirinto, etimologicamente vem da palavra Lábaro.
    Este último era uma acha de duplo fio, símbolo da força sexual, masculino−feminina. Quem encontra a Síntese, realmente comete a maior das tolices quando sai do centro e volta aos complicados corredores de todas as teorias que formam o labirinto da mente. Cristo e Magia Sexual representam a Síntese Religiosa.

    Se fizermos um estudo comparativo das religiões, descobriremos que no fundo de todas as escolas, religiões e seitas esotéricas, existe o Falismo.
    Recordemos a Peristera, Ninfa do cortejo de Vênus, transformada em pomba pelo Amor. Lembremos a Vênus Virtuosa, recordemos as procissões do Deus Príapo na velha Roma Augusta dos Césares, quando as Sacerdotisas dos Templos, cheias de êxtase, portavam majestosamente um enorme Falo de madeira sagrada. Com justa razão disse Freud, o fundador da Psicanálise, que as Religiões têm origem sexual.
    No Matrimônio Perfeito encerram−se os Mistérios do Fogo. Todos os cultos ao fogo são absolutamente sexuais. As vestais foram verdadeiras sacerdotisas do Amor. Com elas os sacerdotes célibes alcançaram o
    Adeptado. É lamentável que as modernas vestais (as monjas) não conheçam a chave da Magia Sexual. É uma lástima que os modernos sacerdotes tenham esquecido a chave secreta do Sexo. Sentimos profunda dor ao
    vermos tantos ioguis que ignoram a chave suprema do Ioga, a Magia Sexual, síntese suprema de todos os sistemas de Ioga.
    As pessoas enchem−se de horror quando conhecem a Magia Sexual, porém não se envergonham quando se entregam à satisfação de todos os refinamentos sexuais e de todas as paixões carnais. Aqui tens, querido leitor, a Síntese de todas as religiões, escolas e seitas. Nossa doutrina é a Doutrina da Síntese.
    Na noite profunda dos séculos existiram poderosas civilizações e grandiosos Mistérios. Jamais faltaram as Sacerdotisas do Amor nos Templos. Com elas praticaram a Magia Sexual aqueles que se tornaram Mestres da Loja Branca.
    O Mestre deve nascer dentro de nós com a Magia Sexual. No país ensolarado de Kem, lá no velho Egito dos Faraós, quem divulgasse o Grande Arcano (a Magia Sexual), era condenado à pena de morte; cortava−se−lhe a cabeça, arrancava−se−lhe o coração e suas cinzas eram jogadas aos quatro ventos.
    No país dos Astecas, homens e mulheres, aspirantes ao Adeptado, permaneciam horas inteiras acariciando−se, amando−se e praticando Magia Sexual, dentro dos pátios dos templos. Aquele que derramasse o “Vaso de Hermes” nessas práticas do templo era decapitado, por haver profanado o Templo. Todos os sistemas de auto−educação íntima têm como última síntese prática a Magia Sexual. Toda Religião, todo culto esotérico tem como síntese a Magia Sexual (o Arcano A.Z.F.).
    Nos Mistérios de Eleusis existiam bailes ao nú e coisas inefáveis. A Magia Sexual era a base fundamental desses Mistérios. Então, ninguém pensava em “porcarias”, porque o sexo era profundamente venerado. Os Iniciados sabem que no sexo opera o Terceiro Logos.
    Escrevemos este livro com inteira clareza, develando o que estava velado.
    Aquele que quiser realizar−se a fundo, agora poderá fazê−lo, porque aqui está a guia, aqui está o ensinamento completo. Por ter ensinado a Senda do Matrimônio Perfeito tenho sido molestado, humilhado, caluniado, perseguido, porém isso não me importa. No princípio, as traições e as calúnias doíam−me
    muitíssimo. Agora, tornei−me de aço e todas essas coisas já não me fazem sofrer. Sei muito bem que a humanidade odeia a Verdade e não gosta dos profetas. Assim, é apenas normal que me odeiem por haver escrito este livro.
    Uma só coisa perseguimos, uma meta, um objetivo: a Cristificação.
    É necessário que cada homem se Cristifique. É necessário encarnar o Cristo.
    Neste livro levantamos o véu dos Mistérios Crísticos. Explicamos o que é o Princípio Crístico. Convidamos a todos os sêres humanos a seguirem a Senda do Matrimônio Perfeito para que logrem a Cristificação. Explicamos que o Cristo não é um indivíduo, mas um princípio universal, cósmico, impessoal, que deve ser assimilado por cada homem, mediante a Magia Sexual. Naturalmente, tudo isto escandaliza os fanáticos, porém a Verdade é a Verdade e temos que dizê−la, mesmo que nos custe a própria vida.
    Os ensinamentos do Zend Avesta, à semelhança dos princípios doutrinários encontrados no Livro dos Mortos dos Egípcios, contêm o Princípio Cristo. A llíada de Homero, a Bíblia Hebráica, assim como os Eddas Germânicos e os Livros Sibilinos dos Romanos, contêm o mesmo princípio Cristo. Isto é o
    suficiente para demonstrar que o Cristo é anterior a Jesus de Nazaré. Cristo não é um só indivíduo; Cristo é um Princípio Cósmico que devemos assimilar dentro de nossa própria natureza física, psico−somática e espiritual, mediante a Magia Sexual.
    Entre os Persas, Cristo é Ormuz, Ahura−Mazda; o terrível inimigo de Arimã (o satã que levamos dentro de nós). Entre os indús, Krishna é o Cristo. O evangelho de Krishna é muito semelhante ao de Jesus de Nazaré. Entre os Egípcios, Cristo é Osiris e todo aquele que O encarnava era de fato um Osirificado. Entre os Chineses é Fu−Hi, o Cristo Cósmico, que compôs o “I−King”, livro das leis, e nomeou Ministros Dragões. Entre os Gregos, o Cristo chamava−se Zeus, Júpiter, O Pai dos Deuses. Entre os Astecas é Quetzalcoatl, o Cristo Mexicano. Entre os Eddas Germânicos é Balder, O Cristo que foi assassinado por Hoder, Deus da Guerra, com uma flecha de agárico. Assim, poderíamos citar o Cristo Cósmico em milhares de livros arcaicos e velhas tradições que vêm de milhões de anos antes de Jesus.
    Tudo isto convida−nos a aceitar que o Cristo é um Princípio Cósmico contido nos princípios substanciais de todas as Religiões.
    Realmente, só existe de fato uma Religião, única e Cósmica. Esta Religião assume diferentes formas religiosas, segundo os tempos e as necessidades da humanidade. As lutas religiosas são absurdas, porque no fundo todas as religiões são unicamente modificações da Religião Cósmica Universal. Desde
    este ponto de vista, afirmamos que este livro não está contra nenhuma religião, escola ou sistema de pensamento. O que fazemos neste livro é unicamente entregar à humanidade uma chave, um segredo sexual, uma chave com a qual todo ser vivente pode assimilar o Princípio Cristo, encontrado no fundo de todas as grandes religiões do mundo.
    Reconhecemos a Jesus − lesus − Zeus − Júpiter, como o novo Super−homem que assimilou totalmente o princípio Cristo, e de fato converteu−se em um Deus−Homem. Por isso devemos imitá−lo. Ele foi um
    homem completo, um verdadeiro homem, no sentido mais completo da palavra. Porém, foi mediante a Magia Sexual que ele logrou assimilar, de forma absoluta, o Princípio Cristo Universal e Cósmico. Aqueles poucos, bem compreensivos, devem estudar o Evangelho de João, capítulo 3, versículos 1 a 21. AIí, o devoto do Matrimônio Perfeito encontrará pura e legítima Magia Sexual, ensinada por Jesus. É claro que o ensinamento está em “chave”, porém quem tenha entendimento entenderá intuitivamente.
    A humanidade moderna cometeu o erro de separar o Grande Mestre Jesus de todos os seus antecessores que, como Ele, também se Cristificaram; isto prejudicou a humanidade atual. Necessitamos compreender, cada vez melhor, que todas as Religiões constituem uma única Religião.

    Maria, a Mãe de Jesus, é a mesma Isis, Juno, Deméter, Ceres, Maya, etc., a Mãe Cósmica, o Kundalini (fogo sexual), do qual sempre nasce o Cristo Cósmico.

    Continua

Visualizando 1 post (de 1 do total)
  • Você deve fazer login para responder a este tópico.