quarta-feira, setembro 22, 2021

Eu e Tonantzin

Home Fóruns Eu e Tonantzin

  • Este tópico está vazio.
Visualizando 1 post (de 1 do total)
  • Autor
    Posts
  • #29834
    mateus360
    Participante

    Olá pessoal, vim trazer um poema que compus esta semana, gostaria de compartilhar e saber o que acham dele *sejam francos rsrs*, pois costumo escrever poesias mas me deu vontade de fazer uma com um fundo mais esotérico =)



    Na imensidão da noite,
    Sozinho eu contemplo
    Em meio a árvores e grilos
    O vazio mágico da existência.

    Meu Ser é dois:
    É o grandioso Pai e és tu ó Musa,
    De resto nada importa,
    De resto, é o pó que enfim sobra.

    Eu consigo sentir a vida entrar
    Existir em cada átimo de minha breviedade
    Fluindo de mim para o entorno
    Ela é o sagrado sopro Divino.

    Ó Isis! Tenha dó de teu filho Anúbis!
    Não o abandone em meio a tanto caos
    Tanta perversidade que vem de dentro
    Que conspira por controle

    Dai-me as asas sagradas de Ícaro
    Que seja por uns instantes
    Para abarcar o eterno cosmos
    E nele se dissolver após a morte

    Agora! Desejo que me perfures!
    Da lança elétrica dispões
    Para junto com as flechas do Amor
    Realizar a suprema consagração:
    Morrer
    Morrer
    Nascer.

Visualizando 1 post (de 1 do total)
  • Você deve fazer login para responder a este tópico.