sexta-feira, setembro 24, 2021

A LEI DO PÊNDULO, A ENTROPIA E OS DESÂNIMOS

Home Fóruns A LEI DO PÊNDULO, A ENTROPIA E OS DESÂNIMOS

  • Este tópico está vazio.
Visualizando 1 post (de 1 do total)
  • Autor
    Posts
  • #29712
    imported_Ali
    Participante

    Uma dica pra você, caro amigo desanimado e de “saco cheio” da “vida gnóstica”: vai por mim, pegue um livro qualquer do mestre Samael e leia um capítulo por dia… faça isso, leia este capítulo e que ele sirva de material para tuas meditações… medite, peça Força ao teu Ser Divino, e que somente Ele purifique sua mente de todos os eus de desânimo, fraqueza, confusões, apatias, preguiças mentais etc.

    Você vai notar uma coisa que já me ocorreu (e obviamente a muitos estudantes gnósticos): a leitura e posterior meditação no tema darão um ânimo e um entusiasmo que você “pensa” que perdeu, mas estava ali, meio que “entropizado”, “caidão”…

    Mas são somente fases, o que importa é você tomar consciência disso, são fases que pertencem à LEI DO PÊNDULO: um dia estamos entusiasmados pela gnose, por Samael, pelo autoconhecimento, pela autorrealização etc. E no outro dia estamos aí, confusos, duvidosos, cansados, sem perspectivas, sem futuro, sem nada…

    SOMENTE COMPREENDA QUE ESTAMOS TODOS NA LEI DO PÊNDULO…

    Se você pensa que só os reles mortais têm desânimos na vida, ledo engano, meu caro amigo Buscador: até os grandes mestres, desde os citados na Bíblia – como Jesus, Moisés, Paulo de Tarso, Pedro, Jacó, Abraão etc. – até os mais conhecidos no Oriente, como o Buda Sidarta, Maomé e tantos outros…

    Quanto mais praticamos, quanto mais lemos, quanto mais meditamos, quanto mais nos relacionamos com outros companheiros simpatizantes e estudantes da Gnose sagrada, mais ânimo, esperança e entusiasmo teremos pra seguir adiante.

    Cito um exemplo meio drástico, tirado dos cases gnósticos: uma vez o VM Samael estava passando por umas provas duríssimas e nada, absolutamente nada, dava certo em sua vida, tanto interna quanto externamente… Os Anjos do Karma caindo de pau em cima dele, a esposa-sacerdotisa e família o criticando desesperadamente, Ele não conseguia um tostão furado nem pra comprar comida para as crianças…

    Sentindo-se desesperado, Samael saiu do corpo físico e decidiu invocar seu Real Ser para implorar-lhe que o tirasse desse caminho e o jogasse de vez ao Abismo, para que pagasse seus karmas e pronto!!!

    Então, no astral apareceu, em vez de aparecer-lhe o Ancião dos Dias, surgiu uma belíssima mulher, e o mestre perguntou: mas quem é você? A mulher: Sou Samael!!!

    Era umas distintas Partes do Ser de Samael, sua Divina Walkíria Interior, sua Budhi. Ele escutou serenamente os lamentos do bodhisatva e imediatamente os ‘dois’, que na verdade são um só, foram ao Ancião dos Dias e ela, Budhi, afirmou, em tom quase ameaçador: ‘Se o Senhor não diminuir os processos de meu Amado eu também irei junto com ele para o Abismo!!!’

    O Ancião, então, todo-misericordioso, resolveu “desapertar” um pouco as cobranças junto ao bodhisatva humano e as coisas começaram a melhorar gradativamente… não muito, mas o suficiente para dar uma respirada e tirar os desânimos que o bodhisatva de Samael estava sentindo ininterruptamente…

    Veja você o quão urgente se torna que todos vençamos o Eu do Desânimo… Esta é uma força mental poderosa que o Inimigo Secreto ativa em nosso interior, infectando o corpo astral e nos desviando do Real Caminho!!!

    A Mãe Divina nestes momentos é fundamental, para que não voltemos para a “horizontal” novamente!!!

Visualizando 1 post (de 1 do total)
  • Você deve fazer login para responder a este tópico.