Livros apócrifos mencionados na Bíblia, mas perdidos

145
5969
Pantáculos

Teriam os livros bíblicos, chamados Apócrifos, informações secretas e fantásticas capazes de modificar nossa visão dos Ensinamentos de Cristo para a humanidade?

Se não, então por que foram extirpados abruptamente da Bíblia? Reconhecemos que sem uma Chave, nenhum livro sagrado pode nos dar as informações necessárias para a autorrealização espiritual, mas seu conhecimento esclareceria inúmeros pontos doutrinários da Sabedoria Crística.

Observe em seguida a lista, possivelmente completa, dos livros “perdidos” da Bíblia.

Velho Testamento

1. Livro do Convênio (Êxodo 24:4, 7)

2. Livro das Guerras (Números 21:14)

3. Livro de Jasher (Josué 10:13) e (2 Samuel 1:18)

4. Livro dos Estatutos (1 Samuel 10:25)

5. Livro dos Atos de Salomão (1 Reis 11:41)

6. Livro de Natã (1 Crônicas 29:29) (2 Crônicas 9:29)

7. Livro de Gade (Mesmo do número 6)

8. Profecias de Aías (2 Crônicas 9:29; 2:15; 13:22)

9. Visões de Ido (Mesmo do número 8)

10. Livro de Semaías (2 Crônicas 12:15)

11. Livro de Jeú (2 Crônicas 20:34)

12. Atos de Uzias, Escrito por Isaías (2 Crônicas 26:22)

13. Livros dos Videntes (2 Crônicas 33:19)

14. Profecias de Enoque Jude 14

15. Comentários de Mateus de Nazaré (Mateus 2:23)

Escritos perdidos do Novo Testamento (ou seja, somente mencionados, mas infelizmente totalmente perdidos)

16. Epístola Perdida de Paulo (1 Coríntios 5:9)

17. Segunda epístola perdida de Paulo (Efésios 3:3-4)

18. Terceira epistola perdida de Paulo (Colossenses 4:16)

19. Epístola perdida de Judas

Os livros da Bíblia Apócrifos (Escritos do Velho Testamento)

20. Tobit

21. Judite

22. Adição do livro de Ester

23. Sabedoria de Salomão

24. Eclesiásticos ou a Sabedoria de Jesus

25. Baruque

26. A Carta de Jeremias

27. Oração de Azarias

28. Canção dos Três Judeus (estes são os livros perdidos de Daniel)

29. Susana

30. Sino e o Dragão

31. I Macabeus

32. II Macabeus

33. III Macabeus

34. IV Macabeus

35. I Esdras

36. II Esdras

37. Oração de Manassés

38. Salmo 151

Novo Testamento

Escrito do Novo Testamento que foi eliminado, mas mencionado

39. Livro de Maria

Os seguintes textos perdidos são mencionados em História Eclesiástica, de 337 d.C., pelo bispo Eusébio de Cesaréia, o qual os suprimiu por considerá-los “heresias”.

40. Atos de Paulo

41. Atos de André

42. Atos de João

43. O Proto-Evangelho

44. Infância I

45. Infância II

46. Cristo e Abgarus

47. Nicodemos

48. O Credo dos Apóstolos

49. Laodiceanos

50. Paulo e Sêneca

51. Paulo e Theca

52. Revelação de Pedro

53. Epístola de Barnabas

54. O Evangelho Perdido de Acordo com Pedro

55. Evangelho de Tomé

56. Evangelho de Matias

57. Clemente I

58. Clemente II

59. Efésios II

60. Magnésios

61. Tralianos

62. Romanos II

63. Filadelfos

64. Smaraneas

65. Policarpo

66. Filipenses (II)

66. Evangelho referido somente pela letra Q

Algumas destas podem ser referência nos escritos por Marcion, 150 d.C., e Muratória, 170 d.C.

67. Sheppard de Hermas

68. Hermas I (Visões)

69. Hermas II (Mandamentos)

70. Hermas III

71. Cartas de Herodes e Pilatos (Ref. para o julgamento de Cristo)

Os seguintes são uma lista de Escritos Apócrifos que não mais existem; no entanto, eles são mencionados e referidos em outros, mais recentes, no século 4º d.C.

72. O Evangelho de André

73. Outos livros abaixo de André

74. Evangelho de Afiles

75. O Evangelho de Acordo com os Doze Apóstolos

76. O Evangelho de Barnabé

77. Os Escritos de Bartolomeu, o Apóstolo

78. O Evangelho de Bartolomeu

79. O Evangelho de Basilides

80. O Evangelho de Cernithus

81. A Revelação de Cernithus

82. Uma Epístola de Jesus Cristo para Pedro e Paulo

83. Vários outros livros abaixo do nome de Cristo

84. Uma Epístola de Cristo (produzido por Maniqueu)

85. Um Hino, ensinado por Cristo para seus Discípulos

86. O Evangelho de Acordo com os Egípcios

87. Os Atos dos Apóstolos II

88. O Evangelho de Ebionitas

89. O Evangelho de Encratites

90. O Evangelho de Eva

91. O Evangelho de Acordo com Hebreus (ou Hebreus II)

92. O Livro de Helkesaites

93. O Falso Evangelho de Hesíquius

94. O Livro de Tiago

95. Os Atos de João

96. Evangelho de Jude

97. Evangelho de Acordo com Judas Iscariotes (recentemente descoberto, causando furor no meio teológico. Para saber mais sobre o Evangelho de Judas Iscariotes, clique aqui.)

98. Atos do Apóstolo Leucius

99. Atos do Apóstolo Lentitus

100. Atos do Apóstolo Leontius

101. Atos dos Apóstolos Leuthon

102. Os Falsos Evangelhos, publicado por Lucianus

103. Atos dos Apóstolos (usado por Manichees)

104. O Evangelho de acordo com ou de Marcion

105. Livros abaixo de Mateus:

– O Evangelho de Matias
– As Tradições de Matias
– O Livro de Matias
– O Evangelho de Merinthus

106. Evangelho de Acordo com os Nazarenos

107. Os Atos de Pedro e Thecla

108. As Pregações de Pedro e Paulo

109. As Revelações de Paulo

110. O Evangelho da Perfeição

111. Atos Adicionais de Pedro

112. A Doutrina de Pedro

113. O Evangelho de Pedro (não confundir com o Evangelho de acordo com Pedro)

114. O Julgamento de Pedro

115. As Pregações de Pedro

116. As Revelações de Pedro

117. Os Atos de Filipe

118. O Evangelho de Filipe

119. O Evangelho de Scythianus

120. Os Atos dos Apóstolos, por Seleucus

121. A Revelação de Estêvão

122. O Evangelho de Titan

123. O Evangelho de Tadeu

124. Os Atos e o Evangelho de Tomé

125. O Evangelho da Verdade

126. Contra a Heresia

Números 66 (abaixo) e 72 a 126 somente existem nas referências, eles nunca foram encontrados, mas estão sendo ou foram conhecidos. Conhecidos porque muitos cristãos antigos referiam-se a eles em suas cartas (não oficiais, como as Epístolas) e outros tantos escritos religiosos. Alguns eruditos ainda debatem a legalidade destes escritos:

Modernas descobertas de textos considerados totalmente perdidos

Escrituras Bíblicas

127. Livro de Moisés

128. Livro de Abraão (127 e 128, foram encontrados em tumbas egípcias em 1830)

129. Profecia de José do Egito 2 Néfi 3

130. Profecia de Zenoque 1 Néfi 19

131. Profecia de Neum (mesmo # 130)

132. Profecia de Zenos (mesmo # 130)

Incensos

145 COMENTÁRIOS

  1. 02/05/14
    Qual a diferença entre: principados, potestades, dominadores e forças espirituais do mal?

    Todos são demônios, mas cada um atua em um lugar diferente.

    “porque a nossa luta não é contra o sangue e a carne, e sim contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes.” Efésios 6;12

    Provavelmente você já ouviu falar destes nomes que nos mostram quem são os verdadeiros inimigos dos cristãos, porém será que você sabe como e onde cada um destes atua, visando a destruição e a aflição do ser humano?

    Principados:

    Esses demônios ocupam a posição de autoridade política sobre reinos, países, estados e municípios. De modo semelhante aos reis, presidentes, governadores e prefeitos, os principados têm estabelecido sua autoridade maligna sobre diversas nações.

    Agem inclusive através dos governantes, como foi o caso de Herodes, que tentou matar o recém-nascido Jesus (Mateus 2,16). Tal ordem havia sido dada no antigo Egito, quando os israelitas haviam se multiplicado.

    “porque eles são espíritos de demônios, operadores de sinais, e se dirigem aos reis do mundo inteiro com o fim de ajuntá-los para a peleja do grande Dia do Deus Todo-Poderoso.” Apocalipse 16,14

    Potestades:

    Visando o domínio completo, as potestades estabelecem seu reinado no poder religioso. São as potestades que dirigem a orientação espiritual dos povos e controla suas religiões. São responsáveis pela criação e desenvolvimento de todas as religiões da humanidade.

    Foi esta classe de demônio que agiu sobre os principais sacerdotes, o Sinédrio e também sobre Caifás, para que viessem prender, julgar e por fim crucificar Jesus (Mateus 26,57-68).

    Possuímos grandes exemplos na história humana, sobre a ação dos principados e potestades unidas. Quem não se lembra da Inquisição da Igreja Católica, onde milhares de pessoas que contrariavam a igreja (que possuía o domínio sobre o governo) eram queimadas vivas?

    No século passado, os principados e potestades foram os causadores da 2ª guerra mundial, onde o governo nazista (principado) e o governo religioso católico (potestades) perseguiram piamente os judeus, negros, etc.

    Atualmente temos o exemplo de países onde o governo, adeptos da religião muçulmana perseguem os cristãos até a morte.

    Dominadores:

    São espíritos que agem no intelecto humano. Fazem as pessoas viverem escravas da ceticismo, o que é contrário a fé. Por conta da atuação na mente humana, faz com que os seus dominados tenham o anseio frenético por mais conhecimento.

    Esse é um dos motivos que muitos descrentes chamam aqueles que possuem fé de alienados.
    Adão e Eva foram vítimas do anseio de saber mais e acabaram se afastando do Criador.

    Além do corpo físico, o ser humano possuí alma e espírito. Satanás sabe que o espírito está ligado a razão e a alma as emoções, por isso atuam de modo a fazer o espírito se entupir de conhecimento e a alma de emoções produzidas pelas artes.

    Forças espirituais do mal:

    Estão incluídos nesta classe os espíritos que atuam na saúde causando enfermidades, causadores de depressões, aflições, medos, desejo de morte, desastres, etc. Agem nas pessoas em geral, sem distinção de raça, credo, cor, posição social ou conta bancária.

    Nossa luta não é contra os seres humanos em si, mas sim contra os espíritos que estão por detrás deles. OS ANJOS CAÍDOS …NA BÍBLIA, DEUS não aprova quaisquer práticas que desvirtuem o casamento ou a sexualidade. O sexo foi estabelecido no Éden quando DEUS uniu ( homem e mulher ), como uma só carne e ( não deu margem para que fosse praticado de maneira despreocupada ou inconsequente ), pelo contrário, em toda a trajetória do povo de Israel o Senhor deixou claro que um dos segredos do êxito estaria em ( seguir os conselhos divinos e fugir do mau exemplo de nações vizinhas ), quanto à adoração de vários deuses e tudo que isso acarretava como orgias e bebedeiras. Aliás, a embriaguez que leva a uma dificuldade de racionalmente estar em contato com DEUS, por causa da ( alteração fisiológica ), também não tem a aprovação divina. Os episódios que envolveram Noé, Ló, o rei Elá e outros demonstram claramente que o uso de bebidas alcoólicas em excesso não teve bons resultados. MATEUS 24:35 ***Com toda a certeza eu vos afirmo, que não passará esta geração até que todos esses eventos se realizem. O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras jamais passarão. Só Deus sabe o dia e a hora exatos. AMÉM !!!

    • Paulo, parabéns por essas explanações, são úteis para nossas reflexões. E queremos contribuir para a SUAS meditações também, dando o ponto de vista gnóstico, e não literal da Bíblia. O ponto de vista gnóstico reflete-se no Trabalho Interior, ou seja, tentamos jogar tais ensinamentos bíblicos para o nosso aperfeiçoamento interior.
      Tais Potestades, Dominações etc. não se referem somente a entidades do astral inferior que dominam as massas humanas. Referem-se, esses ensinamentos bíblicos, a ENTIDADES PSICOLÓGICAS dentro do próprio ser humano. Essas interferências referem-se a arquétipos mentais que devem ser dissolvidos: defeitos psicológicos (EGO), conflitos mentais, objeções, fantasias, traumas, fobias, hábitos etc.
      Tudo isso precisa ser dissolvido por meio da COMPREENSÃO e da ORAÇÃO a Deus…
      Lembre-se que as forças tanto divinas quanto mentais estão DENTRO DE NÓS. Existe também uma potência crística (Cristo Íntimo) dentro de nós que precisa ser posta em prática para que ELE nos “Salve”.
      Jesus e seus Apóstolos vieram para nos ensinar justamente isto: A DOUTRINA DO CRISTO DENTRO DE NÓS…

  2. Deus nos criou ???? ou Nós criamos Deus????
    esta pergunta foi feita a tempos será que e recebemos obrigatoriamente doutrinas e passamos a acreditar desde que nascemos em alguma religião de acordo com nossa cultura, será que Deus realmente existe ou foi uma invenção para termos um alento nas horas difíceis, o universo foi criado a partir de poeira as quais foram se juntando e criando nosso universo???
    será mesmo que a cada explosão é criado um novo elemento químico e que ao longo do tempo as combinações desses elementos nos criaram?? Ou será que fomos trazidos de outro lugar para povoar a terra e um dia iremos para outro lugar??
    Acredito que estas perguntas dificilmente terão as respostas esperadas e convincentes, há muitos anos estamos procurando saber se estamos só no universo e acho que ainda levarão muitos outros anos para obtermos estas respostas.
    se paramos para observar o universo e seu tempo nós vivemos tão pouco que não teria sentido um ser Divino criar o homem para viver tão pouco tempo nesse lugar maravilhoso.

  3. Amigo, e quanto aos mórmons? A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Ultimos Dias… tenho amigos que falam que realmente é a Igreja de Jesus, eles falam que Jesus falou para Joseph Smith que seria a igreja dele, a religião dele… E eu nao creio nisso… Creio que Jesus não veio para fundar um igreja ou religião. A verdadeira Igreja de Jesus, somos nosso interior, nosso EU Superior. O verdadeiro templo de Jesus é nosso corpo, bem já como ensinava Buda bem antes, que o templo de orações somos nós mesmos. Então não gosto muitos dos mormons por isso… e tbm eu sou reencarnacionista… não li sobre reencarnação à luz do gnosticismo… vocês acreditam na reencarnação? Eu sei que vocês não acreditam na reencarnação da forma espirita… da forma que os espiritas falam, e também não aceitam muitos ensinamentos do espiritismo, assim como a mediunidade… Mas então.. o que o gnosticismo ensina sobre a reencarnação, e a mediunidade? Os mediuns não conseguem falar com entes queridos que já morreram? Os livros de Allan Kardec então é uma farsa? Desculpe essas várias perguntas, mas é porque gostaria de aprender mais sobre essas coisas, e por isso tenho dúvidas. Paz e Luz a todos, que Jesus nos iluminem sempre!

    • Todas as religiões, seitas, linhas de pensamento existentes e que já existiram merecem nosso respeito, mesmo que não comunguemos com certas linhas de pensamento de tais escolas.
      A Gnose pode ser considerada a UNIVERSIDADE DO ESPÍRITO, e todas essas escolas são necessárias até que estejamos prontos para beber da grande fonte do Conheecimento…

    • Olá.
      Os livros apócrifos não foram retirados abruptamente da Bíblia. Isso é projetar nosso modo de ser sobre uma situação totalmente alheia à nossa. Por isso precisamos tomar alguns cuidados na compreensão de eventos dos quais estamos tão afastados.
      Os livros apócrifos datam em sua maioria dos seculos III/IV, e um dos critérios de acolhida dos livros que viriam a formar o Novo Testamento era exatamente a antiguidade: não é à toa que os escritos neotestamentários datam todos do século I.
      Algo que tem muitíssimo peso no entendimento desse assunto eh a ortodoxia: os livros do Novo Tesamento estão em conexão com o Antigo Testamento. Já os apócrifos não apenas deixam de apresentar tal conexão como também rompem com aquilo que foi ensinado no Antigo Testamento em preparo ao Novo. Os livros canônicos foram gestados dentro das primeiras comunidades cristãs, herdeiras de Jesus e dos apóstolos, próximas a eles no tempo e no espaço. Já os apócrifos…

      Algo que ajuda muito: a Patrística. Os escritores dos primeiros séculos fizeram várias exortações contra as doutrinas que se opunham à Bíblia. Logo, não eh correto dizer que os Evangelhos gnósticos só foram descobertos em 1945 com Nag Hammadi. Esses textos já eram mencionados, às vezes em sua inteireza, pelos chamados Pais da Igreja.
      Mais uma vez, não nos esqueçamos que não devemos jamais tentar compreender um outro contexto cultural e histórico a partir de nossas próprias categorias, não inocentemente. Mais: somos filhos da suspeita e achamos que estão sempre escondendo algo de nós…

      Abraço,
      uli

    • O que acontece eh o seguinte:
      os livros não foram “extirpados”. Eles não entraram no cânon simplesmente porque não estavam na mesma linha de raciocínio e em continuidade com as Escrituras Hebraicas e com a mensagem pregada pela Igreja cristã.
      Repare que os pais da Igreja desde sempre refutaram esses livros, mencionando-os. Eles fazem menções de partes inteiras dos apócrifos. Ora, se eles pudessem “ocultar” ou “banir” alguma coisa, teriam alertado contra???
      Logo, eh errado dizer que eles só vieram a ser conhecidos em 1948!!! Nós sabemos desses livros desde sempre.
      O problema eh o alarde que se faz sobre os apócrifos. Some-se a isso a nossa mania pela suspeita: gostamos de achar que esconderam algo da gente nós finalmente descobrimos. Além do gosto pela suspeita (nossa autoestima é alta!), amamos a sensação da descoberta.
      Interessante eh que entramos em contato com a informação a título de “ocultamento”.
      Existe um projeto na divulgação desses materiais. Veja o caso do ev. de Judas: foi descoberto em 2001 se nao me engano e somente publicado em 2008. Por que tanto tempo? Simples: existe uma agenda para publicar esses livros sempre na época do Natal e da Páscoa. Objetivo: minar a fé;)

      • Não podemos ser tãooo simplistas assim, Ulisses, os textos foram EXTIRPADOS, sim senhor. Pessoas ignorantes, não iniciadas nos MISTÉRIOS do Conhecimento Superior foram arrancando aqui, extirpando ali, adulterando acolá… A história do cristianismo é recheada de dramas e tragédias únicas na história humana…
        A GNOSE DE JESUS PRECISA SER REVALORIZADA. AINDA HÁ TEMPO!!!

  4. OI pessoal
    Boa Tarde, acho que chegamos o momento de TODOS acordarmos deste sono profundo,que fomos submetidos durante 2000 anos. Basta de dogma. Estamos na era de TECNOLOGIA, COMPUTACAO, PROGRAMACAO e mais, e tudo pra funcionar, usa linguagem baseada na LOGICA. E tudo que foge a Logica, requer uma investigacao profunda, me desculpem dizer isto: ha mtos contos na Biblia que fogem a Logica, pra um leitor critico.Entao, acho que estes livros foram retirados/escondidos com um “bom” preposito.

    • Amamos a suspeita. Já nascemos suspeitando. Nossa autoestima eh tão alta que gostamos de que alguém esteja escondendo algo de nós.
      Melhor do que ter alguém escondendo alguma coisa da gente, é descobrir a verdade!!!
      Preste atenção que existe uma agenda de divulgação dos livros apócrifos: Natal e Páscoa. Isso dá ibope.
      Esses livros não foram incluídos no cânon porque não estavam em linha de continuidade com o Antigo Testamento o porque não estavam de acordo com a mensagem da Igreja primitiva. Logo, os primeiros cristãos os rejeitaram.
      Quem queria crer, cria!!!!
      Os Pais da Igreja falaram bastante a respeito dos apócrifos: não escondiam nada. Se tivessem o poder de esconder algo, teriam refutado????

  5. Olá a todos!
    Os livros aqui mencionados como “suprimidos” e os de conteúdo marcionista têm em comum umas características muito úteis:
    I) geralmente são do séc. IV d.C , ou seja, já estão distantes cronológica, geográfica e doutrinariamente dos acontecimentos! Veja o caso de Eusébio em 337!

    II) Não apresentam coerência com o restante da experiência da fé hebraica e da fé cristã, estando em linha de ruptura tanto com os escritos do Novo quanto do Antigo Testamento. É o caso de Marcião: não existe a menor base para o que ele defendia nas Escrituras Hebraicas: ele próprio não as aceitava.
    Todos os livros do NT tem seus fundamentos no AT, inclusive os primeiros cristãos liam o AT!!!! Como então as ideias de Marcião, que rejeitava totalmente o AT seriam acolhidas pela Igreja cristã?? É uma questão de coerência e fundamentação hiostórico-doutrinária. Se esses livros estivessem lá, estarim em total contradição com os demais…
    Simples assim, ok?

    Abraço a todos.

    • Marcião, como discípulo do Apóstolo Paulo, quis que o mundo soubesse (como seu mestre o queria) que nascia uma nova onda cósmica para a humanidade, e esta nada mais tinha a ver com o antigo testamento, era uma força avassaladora absolutamente distinta dos dogmas judaicos. Para ele, o ensinamento crístico nada tinha a ver com o judaísmo, não era uma variação do judaísmo, ou, como queiram, o ensinamento crístico não era um NEOJUDAÍSMO, mas algo totalmente distinto, diferente e afastado do AT.
      Por isso Marcião é considerado um autêntico gnóstico!

        • …sou alem de pesqizador estudante e observador da verdade e da fe,ja li quase todos os livros apocrifos e sou muito grato ao Pai das luzes eternas pelo q aprendi lendo tanto a biblia,livro de mormon,e os evangelhos gnosticos todos se completam formando uma corrente de luz…

      • Verdade.
        Deixe-me apenas fazer uns comentários:
        1) um “ensinamento crístico” remete a “Cristo”, e “Cristo” é um termo veterotestamentário;

        2) a estratégia de Marcião foi muito boa: promover sua crença desacreditanto o Antigo Testamento e expurgando o Novo Testamento daquilo que ele achava que não tinha valor – “se aquilo ali está errado, logo eu estou certo…”.

        • Na verdade, a intenção tanto de Marcião e outros mestres gnósticos não era denegrir o Antigo Testamento, em sua essência esotérica, mas menosprezar as interpretações PROFANAS que se deram e ainda dão.
          Veja o caso das seitas católica e evangélicas, que dão interpretações literais aos ensinamentos sagrados da Bíblia.
          O que os gnósticos sempre defenderam foi (e é): SOMENTE PODE INTERPRETAR CORRETAMENTE UM LIVRO SAGRADO QUEM TRILHA A SENDA DA INICIAÇÃO.

  6. Olá, queridos.
    Sobre os livros mencionados na própria Bíblia, não devemos enquadrá-los na categoria dos apócrifos. Eles são sim, fontes a que os próprios autores bíblicos recorreram. Nós fazemos a mesma coisa quando escrevemos nossas monografias e trabalhos acadêmicos: incluímos uma notinha de rodapé cintando o autor de onde retiramos uma informação X. Isso significa que nossas citações derrubam ou contradizem nosso texto??? Muito pelo contrário: elas fundamentam o que estamos a dizer.
    Pensem comigo: vocês acham que algum redator bíblico iria citar como fonte algo que contradiria aquilo que eles mesmos estão escrevendo. Não: eles citam, inclusive sabendo que as pessoas à época tinham acesso aos materiais que eles citavam!!!
    Esses materiais se constituíam como recursos e fonte de pesquisa. Só isso.

  7. Gostaria de comentar sobre um outro livro que pouca gente conhece e que também relata a história de judeus descendentes de José, filho de Jacó, que deixaram Jerusalém antes que fosse destruída, cerca de 600 a.C. e chegaram às Américas. Há uma pesquisadora israelita, Hadassah Yashurun, que confirma essa origem, como também esclarece o destino de outras tribos perdidas de Israel após a Diáspora. Trata-se do registro conhecido com o Livro de Mórmon: um outro testamento de Jesus Cristo. A Bíblia também menciona sobre o aparecimento desse registro nos últimos dias, citado como a “Vara de José” em Ezequiel 37, entre outros. Boa pesquisa a todos.

  8. Bem acho importante a busca pela verdade. conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará. Vamos fazer como salomão Pedir sabedoria.
    Agora o Livro de Enoque e o livro dos jubileus Temos que dar um credito apesar de não constar na bíblia mas e um livro que tira todas as duvida e questionamentos tipo: Com quem Caim casou? como Caim morreu? e outras muitas duvidas. dinossauros achados arqueológico que intrigam a fé cristã leia esses dois livros. Enoque e o Livros dos Jubileus.

  9. Não sou mais cristão faz um tempo,perdi à confiança nas igrejas em geral,acredito na existência de Deus e estudo algumas religiões sem me prender a elas (inclusive o cristianismo) mas apenas tirando o melhor delas,seus ensinamentos,suas virtudes e usando em minha vida.
    Me interessei por esses livros e vou buscar saber mais sobre eles,havia cansado das desculpas,das explicações sem sentido e da manipulação nas igrejas,mais sinto que posso tirar algum proveito disso,também não acho que eu possa voltar a ser cristão,até porque ao fazer isso sinto que estou me definindo e me limitando a saber mais,adoro conhecer o melhor das outras religiões e a comunidade cristã da onde moro exige um nível alto de comodismo e conformidade,uma mente fechada.

  10. boa noite estou pesquisando qual livro para fazer pedidos gostei bem desse sait ,sou evangelico mas respeito quem de paulo quem d e apolo.obrigado
    claudio

  11. Eu gostaria muito de conhecer estes livros,apenas por curiosidade,pois os que estão na Biblia sagrada e que o mundo todo tem o livre acesso,já é o suficiente para crermos em Deus, e, em seu filho Jesus cristo . eu prefiro pensar que se Deus permitiu que os homens escondecem eles é por que não farian nenhuma falta.

    • Marilene, com todo respeito, esse raciocínio é de um comodismo incômodo. Indica uma resignação, um conformismo que é típico da maioria da humanidade, que se contenta com com o panis et circus.
      Rebele-se, amiga, principalmente contra você mesma.
      O Cristo veio à terra para que fôssemos revolucionários, rebeldes e guerreiros para lutarmos contra o que a Bíblia chama de “O Príncipe deste Mundo”, as forças das trevas que nos mantêm presos e acomodados.

      • deus jamais mandou cristo para fazermos guerra ele mandou que ama-se uns aos outros não nos odiar esses livros são para tirar as pessoas do seus caminhos porque se o ensinamento de jesus e bom se mudamos para melhor porque não crer que ele e o único salvador se so ensina coisas boas so coisas de dus

        • sim devamos amar os humanos mas temos que odiar o diabo pois ele n e de deus so tenta nos destruir 24 HRS por dia.nos devemos nos revoltar contra ele e roubar das suas garras nossas vitorias.e sim devemos sentir odio dele.Jesus Disse:eu vim trazer a espada e n a pás.mas ele veio trazer a espada ao diabo e n anos! por isso n devemos Amalo mas sentir odio Dele!

  12. 01)se deus mandou noe colocar um casal de cada espécie de animal na arca como ficam os peixes nessa??????? 02)no paraiso eram:adao,eva,abel e caim sendo que caim matou abel e fugiu para uma cidade ao oeste do paraiso.pergunta????? de onde surgiu essa cidade e esse povo se eram somente adao,eva,abel e caim???? 03)a que raça pertencia o gigante golias???? esta escritoque rea filisteu??mentira!golias nunca foi filisteu explico no vale entre os filisteus e os israelitas surgiu um gigante chamadogolias e que tomou partido dos filisteus portanto golias nunca foi um filisteu

    • Enquanto você ler a Bíblia (e outros livros sagrados) com os olhos e com a mente, em vez de com o coração (Intuição), haverá sempre confusão nas interpretações…

    • Francisco,
      Golias era filisteu: “Não sou eu filisteu e vós servos de Saul?” (1 Sm 17:8). Caso vc tenha alguma referência bibliográfica sobre o assunto, em envie.
      A existência de raças de gigantes é atestada pela arequeologia.
      Os peixes ficaram em seu habitat natural: a água. Nunca ouvi dizer que Noé tivesse um aquariozinho para eles. Estudemos a Bíblia, mas tragamos junto o cérebro;)
      Caim e Abel já não estavam no Paraíso.
      Sobre Caim, ele não fugiu para o oeste, mas sim para o leste, na terra de Nod. De qq modo, a base para a sua resposta está em Gn 5:4.

    • Oi, Flavia, não precisa dar seu braço :) pois muitos deles já estão sendo traduzidos ao português, porém, a maioria se perdeu totalmente, e não há mais como recuperá-los na íntegra…
      A não ser que você saiba despertar o dom sagrado da VIAGEM ASTRAL e ler os originais desses textos chamados de “apócrifos” nos Templos da Grande Fraternidade Branca.

  13. Realmente o desaparecimento desses livros foi percussor de um atraso de conceitos vitais no mundo.Nao devemos nos preocupar com eles, eles existem e estao sendo guardados pelo vaticano a sete chaves pois se viesse ao mundo os destruiria.Temos que ter em mente que cristo vai voltar e vai abrir estas portas porque isso e profecia e uma nova era vai ser formada atraves da verdade.So devemos nos preocupar de despertar nossa conciencia para podermos entender as realidades que o grande mestre revelara.

    • Viviane Cristo não vai mais voltar (não fisicamente), mas as portas, como você diz, já foram abertas e essa velha crença já está com os dias contados. O espiritualismo chegou pra ficar através de mentes novas, e de maneira irreversível. Ou seja, toda esta maneira de “pregar’ a palavra de Deus já está ultrapassada. Mas devemos respeitar a crença dos nossos irmãos, em um dia chegará a vez da mente deles se abrir e essa consciência cósmica se espalhará por este “primitivo” planeta.

  14. Adicionalmente…acho que os apócrifos devem ser lidos, até para fazer nossa própria crítica…
    Eu mesmo, guardei a lista e irei procurar na internert…vou tirar o que têm de bom e o de ruim, irei descartar!

Deixe uma resposta