Eliphas Levi

19
127

Alphonse Louis Constant (1810-1875) foi um grande Iniciado da Alta Magia. Mais conhecido como Eliphas Levi, chegou a ser o chefe supremo dos Adeptos e Magos na Europa, em 1856. Líder do Grande Domo da Europa, ao qual pertenceram o dr. Paschal Beverly Randolph, Jules du Potet e o lorde Bulwer-Lytton (este último, autor de importantíssimas obras de ocultismo, como Zanoni e Vril a Raça Futura).

Eliphas Levi é considerado, no mundo da magia branca, como um dos precursores do renascimento do atual interesse por todos os temas fantásticos. Foi abade da Igreja Católica, a qual a abandonou para dedicar-se de cheio aos estudos do Ocultismo, da Magia e da Rosa-cruz.

Eliphas Levi foi o autor de numerosos livros Arcanos, considerados peças mestras do Ocultismo. Entre seus livros mais conhecidos encontram-se o Dogma e Ritual de Alta Magia, uma obra mestra clássica da Magia, da Alquimia e do Ocultismo Vitoriano Europeu, e O Grande Arcano, onde lê-se nas entrelinhas que este grande mestre maçom conhecia profundamente a magia sexual e outras práticas profundas.

O VM Samael Aun Weor conhecia muito profundamente as obras desse grande mestre da Magia.

Uma das experiências pessoais de Samael com esse mestre da Loja Branca, no mundo astral, está relatada a seguir, mostrando a todo o mundo esotérico que tanto Samael quanto Eliphas Levi são grandes mestres cabalísticos e da magia:

Tratando-se de projeções do Eidolon e viagens suprassensíveis fora do corpo físico, temos muito a dizer.

Nos instantes em que escrevo estes trechos vêm à minha memória acontecimentos extraordinários, maravilhosos.

Repassando velhas crônicas de minha longa existência, com o ânimo de clérigo e de cela, surge Eliphas Levi.

Uma noite qualquer, fora da forma densa, andei por aí invocando a Alma daquele falecido que em vida se chamara: abade Alphonse Louis Constant (Eliphas Levi).

É óbvio que o encontrei sentado ante um velho escritório, no salão augusto de um antigo palácio.

Com muita cortesia se levantou de sua cadeira para atender respeitosamente às minhas saudações.

– Venho pedir-vos um grande serviço – disse. Quero que me deis uma chave para sair instantaneamente em corpo astral cada vez que o necessitar.
– Com muito prazer – respondeu o abade –, porém, antes quero que me você me traga amanhã mesmo a seguinte lição: O que é o mais monstruoso que existe sobre a terra?
– Dai-me a chave agora mesmo, por favor…
– Não! Traga-me a lição e com muito prazer lhe darei a chave.

O problema que o abade havia delineado resultou convertido em um verdadeiro quebra-cabeças, pois são tantas as coisas monstruosas que existem no mundo, que francamente eu já não achava solução.

Andei por todas as ruas da cidade observando, tratando de descobrir o mais monstruoso e quando cria havê-lo achado, então surgia algo pior. De pronto, um raio de luz iluminou meu entendimento.

Ah, dei-me conta, já entendo. O mais monstruoso tem que ser de acordo com a Lei das Analogias dos Contrários, o antípoda do mais glorioso…

Bom, porém, o que é o mais glorioso que existe sobre a dolorosa face deste afligido?

Veio, então, a meu translúcido a montanha das caveiras, o Gólgota das amarguras e o Grande Kabir Jesus, agonizante em uma cruz por Amor a toda a humanidade doente…

Então, exclamei: “O Amor é o mais grandioso que existe sobre a terra! Eureka! Eureka! Eureka! Agora descobri o segredo: o Ódio é a antítese do mais grandioso”.

Resultava evidente a solução do complexo problema. Agora, é indubitável que eu devia me pôr novamente em contato com Eliphas Levi.

Projetar outra vez o Eidolon foi para mim questão de rotina, pois é claro que nasci com essa preciosa faculdade.

Se eu buscava uma chave especial, fazia-o não tanto por minha insignificante pessoa que nada vale, senão por muitas outras pessoas que anelam o desdobramento consciente e positivo.

Viajando com o Eidolon ou Duplo Mágico, muito longe do corpo físico, andei por diversos países europeus buscando o abade. Mas, este, por nenhuma parte aparecia.

De pronto, em forma muito inusitada, senti um chamado telepático e penetrei em uma luxuosa mansão. Ali estava o abade, mas…

Ó, surpresa! Maravilha! O que é isto? Eliphas convertido em criança e metido em seu berço? Um caso verdadeiramente insólito, não é verdade?

Com muita veneração, muito quietamente me acerquei ao bebê dizendo:

Mestre, trago a lição. O mais monstruoso que existe sobre a terra é o Ódio. Agora, quero que cumprais o que me prometestes. Dai-me a chave…

Porém, ante meu assombro, aquele menino calava enquanto eu me desesperava sem compreender que “o Silêncio é a eloquência da Sabedoria”.

De vez em quando eu o tomava nos braços desesperado, suplicando-lhe, mas tudo em vão. Aquela criatura parecia a esfinge do silêncio.

Quanto tempo durou isto? Não o sei! Na Eternidade não existe o tempo e o passado e o futuro se irmanam dentro de um eterno agora.

Por fim, sentindo-me defraudado, deixei o pimpolho no seu berço e saí muito triste daquela casa vetusta e ensolarada.

Passaram-se os dias, os meses e os anos e eu continuava sentindo-me defraudado, sentia como se o abade não tivesse cumprido sua palavra empenhada com tanta solenidade. Mas um dia qualquer veio a mim a luz.

Recordei então aquela frase do Cabir Jesus: “Deixai que venham as crianças a mim, porque delas é o Reino dos Céus”.

Ah, já entendo, eu disse a mim mesmo. É urgente e indispensável reconquistar a infância perdida na mente e no coração. “Até que não sejais como crianças, não podereis entrar no Reino dos Céus”.

Esse retorno, esse regresso ao ponto de partida original, não é possível sem antes haver morrido em si mesmo: a Essência, a Consciência, está desafortunadamente engarrafada em todos esses agregados psíquicos que em seu conjunto tenebroso tenebroso constituem o Ego.

Só aniquilando tais agregados esquerdos e sombrios a Essência pode despertar em estado de inocência primigênia.

Quando todos os elementos subconscientes hajam sido aniquilados a poeira cósmica, a Essência é liberada. Então, reconquistamos a perdida infância.

Novalis disse: “A Consciência é a própria Essência do homem em completa transformação, o Ser Primitivo Celeste”.

Resulta palmário e manifesto que quando a Consciência desperta, o problema do desdobramento voluntário deixa de existir.

Depois de ter compreendido a fundo todos esses processos da humana psiquê, o abade nos mundos superiores me fez entrega da parte segunda da Chave Régia.

Certamente, esta foi uma série de mântricos sons com os quais se pode realizar em forma consciente e positiva a projeção do Eidolon.

Magia Elemental das Aves

Para o bem de nossos estudantes gnósticos, convém estabelecer de forma didática a sucessão inteligente destes mágicos sons:

a. Um assobio longo e delicado semelhante ao de uma ave.
b. Entonação da vogal E” (EEEEEEEEE) alongando o som com a nota RE.
c. Cantar a R fazendo-a ressoar com a SI musical, imitando a voz da criança, em forma aguda, algo semelhante ao som agudo de um motorzinho demasiado fino e sutil (RRRRRRRRR).
d. Fazer ressoar a S em forma muito delicada como um silvo doce e aprazível (SSSSSSSSS).

ACLARAÇÃO: O ponto “a” é um assobio real e efetivo. O ponto “d” é somente semelhante a um assobio…

ASANA: Deite-se o estudante gnóstico na posição do homem morto: decúbito dorsal (boca para cima).

Abram-se as pontas dos pés na forma de leque tocando-se pelos calcanhares.

Os braços ao longo do corpo, todo o veículo físico bem relaxado.

Adormecido o devoto em profunda meditação, cantará muitas vezes os mágicos sons.

ELEMENTAIS: Esses mantras encontram-se intimamente relacionados com o Departamento Elemental das Aves e é ostensível que estas últimas assistirão ao devoto com a condição de conduta reta.

O Pentagrama Esotérico de Eliphas Levi

Observe atentamente o Pentagrama Esotérico desenhado por Eliphas Levi e compare-o com o Pentagrama atual (clique aqui), corrigido pelo VM Samael Aun Weor.

19 COMENTÁRIOS

  1. Deste criança que sinto no fundo da minha alma que nasce para o caminho iniciatico, na verdade nunca fui como as outras criança enquanto a maioria queria brincar eu queria ler e por iso na minha infancia fui muito reclusa em alguns momento ate hoje me resguardo, ainda na infancia disse experiencia espirituais principalmente sonhos oniricos, porem sempre fiz de tudo pra me afastar dele achava que nao estava pronta ou nao tinha estrutura fisica, espiritual e emocional para lidar com as responsabilidade que a decisao de seguir-lo acarretaria, mas sempre que me distancia do caminho magico algo me traz de volta e como se um poder maior me levasse para ese caminho. Nasci em familia cristã e sei que entraria em confronto com ela se decidice por este caminho. Devo seguir meu coração aceitar o meu chamado iniciatico ou devo seguir somente como estudioso ocultista e me ocupar apenas em aprimorar meu espirito e fazendo o bem como tenho feito, para mim o que importa nao é seguir o caminho iniciatico, mas trilhar o caminho de luz?

    • Observação a minha referencia a leitura se dava por assuntos esotericos que sempre conversava sobre eles com naturalidade embora fosse crista-catolica crescida dentro da igreja nunca fiz uso da biblia para explicar as coisas, sempre ia alem disso. E com tempo conhece a magia e a bruxaria ancestral parecia que algo dentro de mim tinha despertado tipo um magnestismo vou ser sincera eu nao sei realmente explicar e tanto tempo reprimindo isso ta sufocando meu espirito por iso peço ajudar a você.

      • Simplesmente entre na Gnosis,ai poderia tirar todas suas dúvidas, e terá as chaves. Gnosis não é só magia, só coisas desse tipo, o mais importante é eliminar o ego

  2. Eu estava num sebo aqui aonde moro atras de livros da helena Blavatsky e no alto vi um livro vermelho meio escondido pelas estantes e quando vi era um livro de eliphas levi – a historia da magia capa vermelha me senti atraido por este livro e por dae leio alguns livros sobre ocultimo/misticismo … agora para que esse saber todo nao sei também me pergunto sempre essa “fome” por este conhecimento . Nos meus sonhos a muito tempo ajudo pessoas e enfrento meus demonios interiores e forças invisiveis mas enfrento tudo com amor e com fé em DEUS e eliphas para mim foi um inicio

  3. BOA NOITE! MEU NOME É ELIFAS LEVIS TENHO UMA CURIOSIDADE EM SABER PORQUE MEU PAI COLOCOU ESTE NOME EM MIM,SINTO AO MEU LADO SEMPRE A PRESENÇA DE ELIFAS LEVI TUDO O QUE EU FALO ACONTECE COISAS BOAS E RUINS SINTE QUE TEM ALGUEM SEMPRE AO MEU LADO ME FALANDO O QUE EU TENHO QUE FAZER.HONRRO ESTE NOME SEI QUE TEM UM MISTÉRIO A DESVENDAR. SE ALGUÉM QUIZER MANTER CONTATO COMIGO É SÓ MANDAR POR MAIL ALGUMA SUGESTÃO . MEU MAIL:[email protected] ATT/ ELIFAS LEVIS

  4. O HOMEM VIVE NO CORPO FISICO ATÉO SEU DESCORTINAMENTO DO ETERICO, E O SEU EU INTERIOR. SAINDO DO ESTADO DE ANIMAL PARA VIVER EM BENEFICIO DO SEU PROPRIO SER , COMO APARELHO RACIONAL. MAS ANTES SABENDO QUE; ha apenas uma verdade e um só DEUS, mas existem muitas realidadesnas quasis devem serem interpletada,nas quais infinitas, nas quais podemos chama-las de ; realidades de maneiras diferentes para cada nivel de consciencia.
    A realidade com conceito de verdadeabsoluta é aquela que transmite com transcendencia e razão de ser verdade.

  5. Então todo o esforço na busca é em vão se não usarmos as propriedades em nosso proveito, estamos na escola pelo nosso aperfeiçoamento e não para consertar a escola…

    • Eduardo, todo autêntico Mestre da Loja Branca traz um ensinamento duplo: Esotérico/Iniciático e Social.
      O primeiro para ensinar as pessoas a se consertarem/corrigirem…
      E o segundo para que todos, em conjunto, consertem a sociedade, a natureza…
      A questão é que estamos num momento crucial do planeta, agora é um Fim de Ciclo Planetário e a natureza está fechando para “balanço”: ou seja, não há muito o que fazer socialmente, a não ser corrigirmos nossa psique…

  6. Me desculpe se de alguma forma o que vou dizer soar como arrogância ou algo similar.
    No círculo ocultista, muito se fala em esferas, dimensões e segredo a desvendar. Levi, em sua passagem pela Inglaterra viu se cercado de pessoas ligadas ao ocultismo, que só queriam prodígios. Ora, a Fraternidade sempre terá como coluna mestra o AMOR. Se posso ser útil a quem estiver lendo este comentário, me permita então que seja: meus caros irmãos, coloquem o amor sempre na frente de qualquer curiosidade, desdobramento astral e tudo de sedutor que este universo parece oferecer. Pessoas com dons são pessoas que tem facilidade em amar os desconhecidos irmãos que temos pelo mundo,não importam o que façam.
    Todos os magos da Fraternidade, na forma física ou já fora dela, tem em comum a renúncia. Esta é chave da grande iniciação. Se queres a consciência terás que morrer todo dia, a cada instante, e sempre resistir a qualquer poder. Lembre, como diz o mestre citado acima: ter o poder e não fazer uso dele é tê lo de verdade. O que diferencia a magia branca da outra é o que os verdadeiros mestres renunciam a qualquer Causa Própria. Ou seja, não fazem uso de seu poder pra próprio uso ou a quem tem sentimento, nunca! Daí está o poder verdadeiro, e é ai que o iniciado é provado. Se queres por os pés na senda, sem essa concepção, ninguém chega a lugar nenhum, ou melhor, chega sim: a outra loja. Nem preciso citar qual é !!
    É mais fácil um neófito branco virar negro do que possam imaginar. O diferencial é a renúncia.
    Negar o poder é podê lo duas vezes, e quem pode duas vezes sabe que jamais poderá fazer uso dele, em causa própria. A eterna curiosidade por prodígios é talvez a mais perniciosa das causas próprias. Vejam a vida dos mestres e reflitam sobre o que escrevi.

    Paz profunda irmãos ! Fiat lux! Fiat Judice !

    • Caro Nadim, ótimas palavras as tuas. O que importa é continuar sempre e sempre seguindo pela Senda da Iniciação, pelo Caminho da Autorrealização Íntima do Ser, e não parar e se fascinar com as belas flores do Caminho… Palavras de Samael Aun Weor.

    • Nadim.

      suas palavras diz tudo o que que penso.

      o proprio amor já e o maior poder do mundo.

      e muito facil amar quem nos quer o bem,o dificil e amar que nos deja o mal.

      e por isto que eu não ecredito mais,na revolução dessa humanidade poque ela já nao sabe mais o que amor.

  7. Tenho clara a consciencia do trabalho na nona esfera,mas que devo fazer se a luta entre a mente e o coração me consomem.sei o que tenho que fazer mas estou a perder o combate caio e volto a CAIR e vivo revoltado.

  8. gostaria q. me fosse esclarecido porque no testo sebre cataclismo final ou defesa psíquica, disse q. o fundador da rosa cruz foi visto nas infras dimenções por ter enganado seus seguidores??? e no texto acima diz q. ele é mestre da loja branca e da rosa cruz…??? ou seja , tem algum problema seguir a rosa cruz nos dias de hoje?

    • Maria, são duas rosa-cruzes distintas. E dois indivíduos distintos…
      Não aconselhamos que você siga ou deixe de seguir qualquer religião, ordem ou seita, é importante Buscar de forma profunda e séria.
      Sugerimos que estude os fundamentos da sabedoria gnóstico-rosacruz em nosso site GnosisOnline.
      É por isso que disponibilizamos centenas de textos, para que você conheça a Essência, a Síntese de todas as sabedorias iniciáticas do passado, presente e futuro.

DEIXE UMA RESPOSTA