Suástica – Significado esotérico

34
2129

A piscina sagrada, ou lago iniciático que representa os mistérios divinos nos domínios do Santo Graal, simboliza o Mercúrio da filosofia secreta, esse vidro líquido, flexível, maleável, contido em nossas glândulas sexuais.

Filipus Teofastrus Bombastus de Hohenheim (Aureola Paracelso) disse que dentro do Ens Seminis encontra-se toda a Ens Virtutis do fogo. Depois do radiante Sol e suas labaredas crepitando na orquestração inefável das esferas, é o Mercúrio da filosofia secreta, a Ens Seminis, a água caótica do primeiro instante, o elemento feminino eterno, a Grande Mãe ou Vaca nutridora, o próprio fundamento de toda a vida cósmica.

Transmutar inteligentemente essa água da vida, o mercúrio sófico dos sábios, livre em seu movimento, significa trabalho intensivo no Laboratorium Oratorium do Terceiro Logos.

Está escrito em caracteres de fogo no grande livro da vida que na cruz jaina ou jina esconde-se milagrosamente o segredo do Grande Arcano, a chave maravilhosa da transmutação sexual.

Não é difícil compreendermos o significado da própria suástica dos Grandes Mistérios. No êxtase delicioso da alma que anseia podemos e devemos nos pôr em contato místico com Jano, o austero e sublime Hierofante Jina, que outrora ensinara em nosso mundo a ciência dos Jinas.

No Tibet secreto existem duas escolas que se combatem mutuamente: a Mahayana e a Hinayana. Estreita é a porta e apertado o caminho que conduz à luz, e poucos são os que a encontraram. O caminho Hinayana, búdico e crístico, é citado nos livros sagrados e mencionado nos quatro evangelhos. As almas puras em estado beatífico perfeito podem experimentar, diretamente, a íntima relação existente entre a suástica e o caminho Hinayana.

Tinha razão a grande mártir do século 19 HPB, ao dizer-nos que a suástica das fusaiolas é o símbolo mais sagrado e místico. Ela brilha, com efeito, sobre a cabeça da grande serpente de Vishnu; o Shasta Ananta das mil cabeças que no Patala ou região inferior habita.

Avançando com a cruz às costas para o Monte das Caveiras podemos verificar que nos antigos tempos as nações puseram a suástica à frente de todos os seus símbolos sagrados.

A plena lucidez do espírito nos permite compreender que a suástica é o Martelo de Thor, a arma mágica forjada pelos pigmeus contra os gigantes ou forças titânicas pré-cósmicas, opostas à lei da harmonia universal: o martelo produtor das tempestades que os Ases, ou Senhores Celestes, usam.

No Macrocosmo de infinitos esplendores, seus braços dobrados em ângulo reto expressam a rotação terrestre, sempre incansável, e o movimento renovador do jardim cósmico.

No Microcosmo a suástica representa o homem assinalando com a direita o céu. Com a esquerda, como sombra fatal de inverno, dirige-se para baixo, como a mostrar, com infinita dor, o nosso aflito mundo. Por isso, a suástica é um signo alquímico, cosmogênico e antropogênico, sob sete diferentes chaves interpretativas.

Enfim, como símbolo vivente da eletricidade transcendental, é o Alfa e o Ômega da força sexual universal que desce pelos degraus de ouro do espírito até o mundo material. Por ele torna-se evidente que, aquele que chegar a abranger integralmente todo seu místico significado, torna-se livre de Maya (ilusão).

A suástica é o moinho elétrico dos físicos, nela escondem-se os terríveis mistérios do Lingan-Yoni.

O Sexo-Yoga hindustani com todos os seus perfumes orientais; o erotismo misterioso do Kama Kalpa; o Sahaja Maithuna com suas posições sexuais ardentes como o fogo, estão obviamente selados com a cruz suástica.

O pau vertical da Santa Cruz é masculino, viril, poderoso; a linha horizontal é feminina, deliciosa. No cruzamento desses dois eternos vástagos encontra-se a chave de todo o poder.

A suástica é a cruz em movimento; o sexo em plena atividade; transmutação sexual em ação. Bem-aventurado o sábio que, amando a uma mulher, submerja ditoso nos sacros mistérios eróticos de Minna. As pavorosas trevas de um verdadeiro amor, que é irmão da morte, permitir-lhe-á sublimar e transmutar o Mercúrio da filosofia secreta.

A noite encantadora do amor simboliza tanto a vulgar infraescuridão da ignorância e da magia negra, como a superescuridão do silêncio e o segredo augusto dos sábios (os Yarsha e Rajkshas do Mahabharata).

Com palavras de diamante está escrito no livro de toda a criação: “Quem quiser subir deve primeiro baixar”.

A conquista do ultra mare vitae ou mundo superliminar e ultraterrestre, seria absolutamente impossível sem a sábia transmutação do Mercúrio Sófico.

hamsa

As suaves donzelas e os sábios varões do Amen Smen, o paraíso egípcio, sofreram demasiadamente no Averno, vivendo às margens do Lago Estige, tu o sabes. Transmutar a água em vinho, tal como nos ensinou o grande Cabir Jesus nas Bodas de Canaã, é mais amargo que o fel.

A branca pomba do Espírito Santo cernida nas armas e bordada nos mantos dos cavaleiros do Santo Graal, o cisne sagrado, o Hamsa milagroso, a ave Fênix do paraíso, a Íbis imortal, resplandecem maravilhosamente sobre as águas profundas da vida.

Dentro do profundo Lago Estige, nas terríveis profundidades do Inferno, surgem deuses que se perdem no Espaço Abstrato Absoluto.

A luz sai das trevas e o Cosmo brota do caos…

(Samael Aun Weor, O Parsifal Desvelado)

  • Agnes

    Existe algum livro que fale sobre essa questão do giro da suástica?Ou mesmo da súastica em si? ou alguma fonte(livro sagrado) que contenha isso mesmo que indiretamente…estou fazendo uma pesquisa, gostaria de mencionar mas preciso de fontes para interpretação…
    Ou mesmo da súastica em si.
    Grata.

  • jamal

    Meus caros…bom dia
    O que é que vocês fumam? Quanta loucura, contradição…São dogmáticos, sectários, sem contar o preconceito, dizem sobre liberta-se do ego, e só vejo egos por aqui, presos a objetos míticos, períodos míticos, presos ao passado, confusos entre si. Saiam e vivam, olhem pela janela, o sol brilha e o dia é a o próprio universo, podemos senti-lo e percebê-lo já que a nós que aqui estamos foi dado o presente um breve instante de consciência que é a vida. O que vocês buscam? Não há nada para buscar…não há mestres, não há discípulos, encontrem-se em si mesmos…o universo pulsa dentro do peito e ele é pura expansão.

    • Jemuel

      Isso acontece porque você olha através do seu próprio cristal psicológico: você nos outros o que tem dentro. Prova disso é que se preocupa com as outras pessoas ao invés de se preocupar consigo, o que seria mais produtivo.

      Não perca o seu tempo com os defeitos alheios, cuide de sua própria vida, olhe para si mesmo e se ocupe com seus próprios problemas, pois com certeza eles são muitos.

  • Luiz

    No meu entender só existe uma unica suástica e 2 pontos de vista diferentes, veja, mesmo a suástica no peito do Buda para quem observa ele com a suástica ela gira para a esquerda mas para ele, esta girando para a direita como a nazista, interessante não ?
    A suástica é a energia cósmica criadora e manifesta nossa vontade e açôes seja qual for nossa intenção.Felizmente existem poucos que sabem usar este poder supremo .

  • Jietsurio

    Por favor, vc´s podem me indicar “O livro” pra eu aprender sobre Hatha Yoga? Pelo menos iniciar…. Obrigado.

    • Pratique YOGA DA SAÚDE… Este curso encontra-se na Área Reservada…

  • Jietsurio

    Qual o segredo contido na direção da suástica? Vejo umas nos sentido horário e outras no sentido anti-horário… Há alguma relação entre positivo e negativo? Obrigado Mestres.

    • Não há direção negativa ou positiva no caso das suásticas, a levogira (da direita para a esquerda) atrai poder material, êxito, prosperidade etc. Já a dextrogira atrai espiritualidade, meditação, introversão etc.
      Não há positividade ou negatividade como no caso do Pentagrama…

      • Jietsurio

        Mas como é permitido a uma pessoa, como no caso de Hitler, simplesmente pegar um símbolo dessa grandeza e vira-lo do avesso… Ele devia ser um mago negro muito forte, porque isso deve ter algum tipo de patente pelas grandes hierarquias, não sei… só despertando mesmo pra entender as coisas. Ando feliz porque esses dias sonhei que pilotava um avião.

        • Jemuel

          A Suástica em sentido anti-horário signica a queda no inconsciente, enquanto a outra significa a emersão da consciência desde as trevas do inconsciente. Uma é o sol surgindo e a outra é o sol desaparecendo.

  • Mik

    Muito legal o texto. E todos os síbolos se mostram como algo a mais para me ensinar. Símbolo lindo,significado grandioso! Obrigada!

  • saudaçõesVMGNOSES ao meu ver mesmo a suastica invertida usada p/ adolf hitler não faz mal algum ,pois ela apenas nos mostra o ciclo negativo, acho que o verdadeiro sabio deve conhecer os dois lados da moeda,(,quando nos orientados por mestre de luz ,mesmo que saiibamos jamais ,vamos usar nossos conhecimentos para á destruição)

  • saudações:VMGNOSIS,eu intendo que Adolf Hitler era iniciado nos autosmisterios ,pois so assim poderia usar a suastica no emblema de suas tropas,o proposito foi bom ,porem este lider foi tolhido pelo ingamo de uma iniciação negativa.obrigado

  • Mario Mendonça Fernandes

    Eu entendo que a suastica é uma runa e é a runa gibor não a mesma que a masonaria usa mas com o mesmo significado ler os misterios das runas de samael aun veor

  • tiago

    O AUTOR SE EQUIVOCOU COMPLETAMENTE, HAJA VISTA QUE A SUASTICA NAZISTA É EM SENTIDO HORARIO E NÃO ANTI-HORARIO COMO AFIRMOU.

    • Você é que se enganou, véio.
      A suástica nazista é LEVOGIRA (gira da direita pra esq.).
      A suástica esotérica é DEXTROGIRA (da esq. pra dir.).
      ENTENDEU?????????

      • Lito

        O “tiago” tem razão. A suástica levogira, gira como uma ventoínha a esquerda e a dextrogira a direita. A visão do Eu anímico (ontológica) a enxerga como dextrogira, enquanto a espiritual (noológica), enxerga a levogira. Isso porque a dextrogira em sentido horário, representa o sentido da evolućão, da esquerda para a direita, do mesmo modo que escrevemos em nossa língua. Já que nossa linguagem tem origem no sentido evolutivo. Da esquerda para a direita. Já a levogira, que foi usada no nazismo, Genghis Khan e até mesmo algumas tribos da América do Norte, é da direita para esquerda, que representa o sentido contrário ao evolutivo. Ou seja, da direita para a esquerda, que representa o homem em busca da origem espiritual.

      • Jemuel

        Vocês estão errados. O giro da suástica é definido pela direção dos “pézinhos”, sempre ao contrário, como acontece com qualquer corpo flexível quando deslocado em certa direção: ele se curva na direção oposta.

        Por tal razão, a suástica hitleriana está girando na direção contrária ao relógio, pois é o desenho de uma cruz cujos madeiros flexíveis estão envergados pela inércia do movimento.

  • Jogmar

    Em países que sofrem de atraso cultural crônico, as pessoas não se preocupam em estudar e se informar, daí tantas idéias errôneas.

    Vejam que as suásticas nos braços e quadros dos nazistas giram em sentido anti-horário, enquanto as suásticas dos povos que citei giram em sentido horário. Aprendam a prestar atenção. São duas suásticas diferentes, com significados OPOSTOS.

    Hitler inverteu a direção da suástica quando firmou o pacto com o Homem das Luvas Verdes. A suástica que gira em sentido anti-horário, segundo Jung, significa a queda nas trevas do inconsciente, a perda da consciência. Já a suástica que gira em sentido horário, significa a consciência que nasce, emergindo de dentro da escuridão.

  • Jogmar

    Até no norte da África há lugares que usam a suástica, assim como entre alguns povos indígenas, indianos, iranianos, afegãos, paquistaneses, japoneses, chineses mongóis, tibetanos e outros. E eles nada tinha a ver com nazistas e hitlerianos.
    Além disso, de onde vocês acham que vieram os povos arianos? Não vieram do norte da Europa, como todo mundo pensa. Vieram da região onde hoje estão o Irã, o Afeganistão e o Paquistão. E esses povos, que são MESTIÇOS, se orgulham de sua origem ariana sem nenhum problema.

  • ROSINDA

    Para mim a suastica e` um simbolo de separatividade, e de endeusamento ao masculino, por isso Hitler a usou como simbolo de Poder, nesta Era que finda, governada por energias masculinas… estamos iniciando uma Nova Era, que sera` de unidade, para o bem maior de todos. Vamos esquecer esses simbolos e outos conceitos que so` trouxeram sofrimento, dor e separacao… tudo tem um tempo, e isso ja` nao serve (gracas a Deus) Estamos iniciando um novo ciclo que sera governado pelas energias femininas que pelas suas caracteristicas, mais amorosas, menos competitivas e possessivas nos trarao a Grande Era Douradas que todos anseosamente esperamos…

    • Rosinda, medite nisto: TODOS os símbolos duais (como a estrela de seis pontas, as suásticas levógiras e dextrógiras, a cruz, sempre são símbolos UNIFICADORES, não destacam nem o masculino nem o feminino. Esses símbolos sagrados TRANSCENDEM e HARMONIZAM o Tin e o Yang, o masculino e o feminino.
      Os períodos em que as mulheres prevaleceram sobre os homens (em diversos campos da vida social) também trouxeram catástrofes e injustiças. Por quê? Porque essa doença chamada EGO (ou Egoísmo) existiu, como existe ainda hoje.
      Uma sociedade sem Ego, cara amiga, é o ideal, sem predominâncias de espécie alguma!

    • Jemuel

      Acontece que feministas são vítimas do complexo da inveja do pênis e enxergam domínio masculino em todo lugar.

  • HumildeAprendiz

    Texto muito interessante, mas aonde entra Hitler em tudo isto? E por que a figura do buda está fazendo um sinal de invocação demoníaca? Perdoem-me se fui muito direto nas perguntas, mas ainda não consegui entender por que a suástica, adotada por Hitler no seu massacre na II guerra foi tão exaltada nesse texto e por que o Buda na figura, utiliza um sinal muito comum entre os ocultistas e praticantes de magia negra. Esclareça-nos por favor gnosisonline.

    • O próprio texto já se explica. A suástica é um dos símbolos mais sagrados de todos os tempos, ninguém tem culpa se este símbolo foi usado na Alemanha por loucos.

      • ICARUS

        HUMILDE APRENDIZ,

        OBSERVE ATENTAMENTE A SUASTICA NAZISTA E A SUASTICA SAGRADA, A PRIMEIRA GIRA POSITIVAMENTE E A SEGUNDA NEGATIVAMENTE !!! OBSERVE COM ATENÇÃO

        UM ABRAÇO,
        ICARUS

        • Iniciante

          O símbolo da mão na imagem com o Buda, nada mais é do que um mudrá usado em meditações para alterar fluxos energéticos.
          Sobre o que é demoniaco, aconselho você ler as obras dos tais “demonios” para ver o que seu discernimento diz a respeto, eu aconselho o Bhagavad-Gita de Krishna.

          Se não em engano é apenas o PRITHVI MUDRA.

  • José Carlos

    Para mim esses evangelhos e bíblias não passam de bobagens que vieram pra confundir a mente já adormecida do homem. O conhecimento, através da Gnose, mostra o caminho de modo claro, sem dogmas e medos; a maior preocupação é darmos início ao combate do “eu” luxurioso, que é o responsável por tanto sofrimento e dor, e que nos rouba toda a energia pra combater os demais defeitos. É só observar que a origem de tantos crimes está, sempre, relacionada com o mau uso do sexo sagrado.

  • Fausto Néfi

    Texto muito revolucionário e elucidativo como sempre. Agora, permitam-me fazer três perguntas. Foi dito que nos evangelhos foram citados o Budismo Hinayana, exatamente onde? Nas Bodas de Canaã houve realmente o que, o casamento de Jesus com Madalena? E afinal de contas sem ter a finalidade de fazer comparações, quem é mais “evoluído”, Jesus ou Buddha, até porque os ditos de Buddha sempre soam mais sábio e profundo, levando em conta que muito pouco que contém nos evangelhos realmente é um dito 100% Jesus e que o Jesus Gnóstico nem parece com o que está nos 4 evangelhos?

    • Olá, Fausto. A filosofia do budismo hinaiana, ou theravada, é a da necessidade da morte do ego nos detalhes, no dia a dia, é transformar a nossa vida cotidiana como instrumento para a autorrealização; e é o que se vê nos Evangelhos: encarnar o Cristo por meio da Iniciação diária…
      O casamento em Caná, ou Canaã, foi o primeiro “milagre” produzido por Jesus no Novo Testamento; assim se mostra a necessidade de iniciarmos nosso processo de Cristificação por meio da Alquimia (Boda = Casamento; transformar a água em vinho = Magia Sexual, Alquimia Sexual).
      Não podemos comparar Jesus e Buda, dizer que um é superior a outro pelo simples fato de que Buda nos trouxe a Doutrina do Buda Interior e Jesus ensinou a Doutrina do Cristo Interno. As duas mensagens se complementam para quem não está infectado com a “doutrina da separatividade”.

  • nousvate

    o fato de que Abraão teve dois filhos um da escrava”homen carnal”, e outro da livre”cristo”Se juntarmos os dez mandamentos de moises com a lei do sete, temos 17e que 1+7=6 este ultimo o “6”e a estrela de davi.

    As causas,e razoes que e cristaliza nossa obra nos espaço obstrado,que juntos estes misterios nos tras a necessidade de organiza-la em nosso proprio universo e organizar nosso propio mundo do pincipio ao fim.

    ” Os números, através de alegorias, mostram-nos muitos aspectos do mistério que devemos venerar. Já o primeiro número, o um, indica a unidade da divindade. Dele se escreveu no Deuteronômio (6,4): “Ouve, ó Israel! O Senhor teu Deus, é o único Daí que nos Atos dos Apóstolos (4,32) se tenha escrito: “Eram um só coração e uma só alma”(8) E o número um diz respeito ainda à unidade. e à perfeição de uma obra que representa o proprio infinito.”

    A unidade e perfeita por que não esta fragmentada namultiplicidade da existência.

    “‘qual a únca cor que não sofre influncia das damais corres?”

    • Everton

      1+7=6?????

      • Salomão

        Lembra do bizarro, inimigo do super homem? lá tudo é o contrário, os ladróes quando assaltam, ao invés de roubar, dão dinheiro. Esta conta é do mundo do bizarro 7+1=6. affffffff

        • Jack

          Ele quis dizer 7-1, mas na numerologia, que eu saiba, sempre se deve somar, menos quando os números da conta forem maiores que 9, nesse caso devesse diminuir.