Polução noturna e quedas sexuais

63
1344
Pantáculos

O tema polução/quedas sexuais é vital para o estudante de esoterismo gnóstico que queira avançar em suas práticas tântricas.

O trabalho com o segundo fator da revolução da consciência requer a disciplina sexoespiritual chamada Castidade Científica. Quando se fala em castidade na gnose, isso não significa ausência do ato sexual, mas sim o sábio trabalho com as energias sexuais. Pois a sabedoria esotérica da gnose ensina que há mais uma função no sexo além da reprodutiva ou mesmo, como se diz hoje em dia, “lúdica”. A “terceira via do sexo”, como preconizam os gnósticos, chama-se Suprassexualidade e é a sábia canalização de todos os elementos nutritivos e energéticos contidos nos líquidos sexuais.

Quando o estudante de gnose (na maioria das vezes adolescente) começa a trabalhar com sua libido sexual, o primeiro que ocorre é um acúmulo de sêmen em suas vesículas seminais e na próstata. Como ainda não está treinado na “canalização da energia sexual”, a natureza se encarrega de expulsar o sêmen, por meio de alguns artifícios, entre eles, os sonhos eróticos. Esse processo precisa ser muito bem compreendido para essas poluções não se tornem contínuas e crônicas.

A primeira disciplina é física, por meio de exercícios físicos saudáveis, corridas ao ar livre, alimentação à base de cereais integrais, pouca proteína animal (sem a abstenção desta, obviamente), práticas respiratórias, mantras de sublimação (tais como o Ham-Sah, Krim, Ario etc.). Já a disciplina psicológica, paralela à física, é de fundamental importância, porém não deve ser confundida com repressões.

O estudante jamais deve derramar o sagrado Vaso de Hermes. Deve cuidar de suas energias como cuida da própria vida, pois ela é a vida, é a ferramenta que pode nos transformar em Deuses, senhores do Universo, homens no mais completo sentido da palavra.

Porém, não podemos esquecer que os eus da luxúria são os grandes vilões, os causadores de nossa caída e de nossa desgraça.

Essa classe de eus é muito esperta e muito poderosa.

A polução noturna e a espermatorreia são mecanismos de escape de sêmen excedente

Quando um estudante, tanto solteiro quanto casado, começa a trabalhar com a castidade científica, está sujeito aos ataques dos eus da luxúria que se utilizam de seus poderes e de nossa identificação com as coisas da vida diária para nos fazer perder as energias que estão sendo guardadas. Aí vem as  poluções noturnas e as caídas sexuais.

A polução nada mais é do que a perda involuntária das energias sexuais enquanto dormimos.

Como ocorre isso? Além do mero acúmulo de sêmen, há o aspecto mental nesta questão. Vejamos: durante o dia andamos pela rua, no trabalho, no mercado etc., e estamos sempre nos deparando com pessoas do sexo oposto.

Como temos muitos eus da luxúria dentro de nós alguns deles se identificam com aquela moça ou aquele rapaz que vimos em determinado lugar, automaticamente nos identificamos com isso e se não está em auto-observação, esse eu da luxuria poder criar uma efígie mental. A efígie mental é como uma foto que fica gravada na nossa mente e à noite o eu da luxúria que a tempos não fornica utiliza-se dela e cria uma cena luxuriosa onde estamos tendo algum tipo de relação sexual com aquela efígie.

Pelo fato de estarmos trabalhando com a castidade, nossas glândulas sexuais estão repletas de energias e isso favorece uma caída sexual. O impulso sexual é transmitido até o corpo físico através do cordão de prata e a consequência disso é o derrame do sêmen, a perda da energia sexual mediante a polução noturna.

Isso é prejudicial tanto para o solteiro que não consegue guardar suas energias sexuais quanto para o casado que fica impedido de usá-las para a transmutação.

Compreendida a causa, o eu da luxuria, precisamos combatê-la com a transformação das impressões, morte em marcha, equilíbrio dos centros e abstinência total da carne de porco.

O trabalho com a TRANSFORMAÇÃO DAS IMPRESSÕES é algo que traz grandes benefícios para o trabalho interior, pois com ela destruímos as formas mentais que possam ser criadas pelo ego usando a DUALIDADE.

Durante o dia, em nosso ginásio psicológico, estamos em contato direto com pessoas do sexo oposto, figuras, propaganda, musicas, piadas, pornografia, etc.

Nos dias de hoje o sexo domina a mídia, pois ele vende os produtos. Os olhos da luxuria se interessam por outdoors com pessoas nuas, capas de revistas, musicas de duplo sentidos, piadas com fundo sexual etc.

Tudo isso faz parte de nosso dia e se não estivermos em profunda auto-observação estes fatos passam despercebidos e os da luxuria vão se alimentando e criando efígies mentais para roubarem nossas energias.

Para transformar as impressões é fácil, sempre que vermos uma pessoa do sexo oposto e que mexa com nossa luxuria devemos usar a DUALIDADE. Se vemos uma pessoa jovem e bonita, colocamos no lugar dela uma pessoa velha e feia. Temos que refletir no momento e compreender que aquela pessoa atraente está sujeita ao tempo e que dentro de alguns anos se tornará velha e feia. Essa técnica dá um choque nos nossos eus e assim combatemos a criação de efígies.

Aliado à transformação das impressões e à dualidade temos que estar a todo momento suplicando a nossa Divina Mãe Kundalini que elimine este defeito da luxuria, que arranque-o de nossa psique, que o desintegre.

A Morte-em-Marcha deve ser aplicada durante todo o dia.

Além das pessoas de sexo oposto temos os outros fatores que já comentamos acima.

Muitas das musicas de hoje em dia tem fundo luxurioso, é preciso evitar esse tipo de musica. Se trabalhamos num ambiente onde as pessoas ouvem ou cantam este tipo de música devemos dobrar a atenção e sempre que um eu se identificar aplicar a morte em marcha.

As bancas de revistas também são muito apelativas, vivem com fotos de pessoas nuas, revistas eróticas, pornografia, etc. sempre que entrarmos em uma banca de jornais é preciso trabalhar intensamente com a transformação da impressões e jogar a dualidade.

Na rua, nos outdoors, em todo o lugar onde o eu da luxuria possa vir a atuar e criar uma efígie mental devemos estar muito alertas, alertas como a sentinela em época de guerra.

Outra forma de se evitar as poluções, mesmo que em caráter emergencial, é reter as energias sexuais no momento exato em que percebemos que ela esteja acontecendo.

A pessoa deve contrair ao máximo seu corpo, cessar a respiração e fazer um tremendo esforço para não deixar o vaso derramar. Após isso deve seguir fazendo exercícios de respiração por pelo menos 30 minutos, para que a energia possa ser reaproveitada pelo corpo.

Aquele que vive identificado com as coisas da vida diária está sujeito as poluções e longe de atingir a castidade cientifica.

Com a identificação também desequilibramos os centros.

Com a perda da energia sexual o centro sexual vai roubar energia de outros centros e assim se misturam as forças e isso não serve para a transmutação.

Outro fato importante para se conservar as energias sexuais é a abstinência total da carne de porco e seus derivados.

O porco é um animal involutivo e sua carne está repleta de larvas astrais e de energias negativas.

A carne do porco dilata os canais por onde passa o sêmen e com isso a pessoa não consegue reter suas energias e se torna mais vulnerável tanto para as poluções noturnas quanto para praticar o arcano.

Este trabalho com a auto-observação, transformação das impressões, dualidade, morte em marcha e equilíbrio dos centros deve ser praticado diariamente pelas pessoas casadas e solteiras.

O casado tem como transmutar suas energias mediante a pratica da magia sexual.

Já o solteiro deve ir preparando os canais semi etéricos Ida e Pingala com a pratica do pranayama HAM-SAH.

O Pranayama

Pranayama é um exercício respiratório onde a pessoa sublima suas energias sexuais através de mantrans e concentração.

O HAM-SAH é bastante fácil de ser feito.

A pessoa deve tomar uma postura que lhe agrade e iniciar o trabalho respiratório.

Primeiro pronuncia-se o mantra HAM, ao inspirar, mentalmente.

HHHHAAAAMMMMMMMM…

Enquanto pronuncia-se o mantra deve imaginar as energias sexuais vibrando nos órgãos sexuais e subindo pelos canais semi etéricos Idá e Píngala até o cérebro.

Depois se pronuncia o mantra SAH, ao expirar pela boca pronunciando o som SAH (de maneira bem forte e rápida, assim: SAAA…).

Quando se pronuncia o SAH (Sá), imagina-se a energia sexual indo do cérebro para o coração e a partir daí espalhando-se por todo o corpo.

Este pranayama deve ser feito pelo menos 30 minutos diários.

No inicio deve começar fazendo 5 minutos diários e aos poucos passar para 10, 15, 20 até chegar nos 30 minutos.

O solteiro que realmente almeja despertar a consciência deve trabalhar intensamente com o fator morrer e sacrifício pela humanidade.

Trabalhando assim a Lei Divina reconhece sua obra e seu interesse em despertar e coloca uma parceira ou parceiro em seu caminho com o qual irá poder transmutar suas energias sexuais.

Sabendo utilizar as ferramentas aqui ensinadas qualquer um tem condições de manter sua castidade e controlar sabiamente as poluções e as caídas sexuais.

Pantáculos
  • Pedro

    Essa questão da energia sexual e temas relacionados é muito controvérsia. Em algumas religiões que pesquisara,maioria,a masturbação não deve ser praticada e pelo que eu pudera pesquisar gerá resultados conflituosos com o desenvolvimento interno, principalmente àqueles que buscam evoluir espiritualmente. Tenho dúvidas: 1) Se eu praticar meditação com o intuito de fazer tal energia sexual acumulada se distribuir equitativamente pelo corpo todo e em especial meditar para que tal energia venha a se transformar em acúmulo de energia mental para a telepatia,por exemplo,dará certo ? 2) As práticas masturbativas geram um entorpecimento nos corpos astral e mental,fazendo-os ficarem “duros” a ponto de que a realização de viagens astrais venha a ser dificultada? pois em meus estudos,” corpo mental” de Arthur E. Powell , é falado que qualquer ato contrário à evolução prejudica as linhas ligantes entre os corpos,e que a igreja católica usa da confissão para desfazer tal regressão, senão estou enganado.

    • Patrick

      O Venerável Mestre Samael Aun Weor, Avatar da Era de Aquário, veio para esclarecer estes assuntos para que não haja mais nenhuma controvérsia.

      Masturbação, fornicação ou qualquer ato de derramar o sagrado vaso de Hermes é um grande delito contra o Espírito Santo, e tal delito não pode ser pago com caridade, somente com dor. No sistema seminal estão os átomos crísticos, capazes de nos revolucionar e nos transformar em Deuses. Se você anela o caminho da revolução da consciência, não deve derramar o sêmen em hipótese alguma, nem mesmo em poluções noturnas. Se é solteiro, deve praticar as técnicas de sublimação sexual, para evitar as poluções e para preparar seu corpo para a prática do ARCANO AZF, quando se casar.

      Leia as obras do VM Samael, em especial O Matrimônio Perfeito.

      Paz Inverencial!

  • Flacons

    Quais livros vc recomenda para elevar a energia sexual? tanto para solteiro como para depois quando casado?

  • El Toro

    Ola, tenho 21 anos, sou solteiro e nesta fase da minha vida, estou praticando abstinência total de masturbação e tento controlar meus desejos sexuais. Falta pouco para completar 3 meses. Além do mais faço meditação diariamente, musculação e sou vegetariano. Minha dúvida é: como usar essa energia sexual para propósitos maiores? Pois as vezes me vem um impulso sexual muito forte e pela minhas poucas pesquisas que eu fiz, dá para canalizar essa energia para a criatividade, por exemplo. O que você recomenda? Estou pensando em manifestar essa energia através da música ou outra arte, o que você acha? ( OBS: não sou religioso e nem conservador, apenas tentando evoluir.) Abraços!

    • Esta fase do “solteiro abstêmio” é mais do que comum, controle com grande força de vontade sua energia criadora/sexual, com esse acúmulo seu campo áurico se ampliará ao máximo possível e atrairá, de acordo com a vontade do Pai, uma companheira para você partir para uma oitava acima, ou seja, praticar a Magia Sexual. Essa é a meta.
      Por enquanto, pratique o que for aprendendo nos estudos gnósticos para não desperdiçar sua energia criadora.

  • vinicius ikeda

    Saudações veneráveis mestres.
    Venho através dessa me colocar a serviço da verdade única do venerável mestre Samael Aun Weor.
    A alguns anos me afastei dos estudos gnósticos por motivos mundanos, hoje após 40 dias de celibato tive uma queda em meu quarto por luxuria.
    Imediatamente fui levado a esse site provavelmente para me reconectar e usar de instruções importantes para começar mais uma vez o trabalho sobre mim mesmo. já aprendi muito nessa pagina hoje sobre Ham Sa e a carne de porco conhecimentos esquecidos por mim e de muita importância.
    Tenho 29 anos pretendo me esforçar muito para praticar e estudar as virtudes gnósticas será possível depois de tantas quedas eu realmente conseguir tal feito?
    Deus abençoe vocês.
    Agradeço a divina falange.

    • Tua Estrela Interior te aguarda, sempre sorridente.

  • Leandro

    Olá, tenho dúvida em relação a manter ou não o sêmen no caso de uma pessoa solteira, tenho consciência que o sêmen é sagrado e que sua função é apenas a reprodução, pratico o celibato porém como já li aqui não é muito indicado acumular tal energia. Eu sinto uma maior dilatação da consciência quando tenho essa energia sexual guardada, sei que deveria transmuta-la mas como estou solteiro prefiro reter o sêmen ao invés de derrama-lo. Afinal que conselho vocês gnósticos podem me dar, seria melhor praticar a masturbação ou possui alguma técnica usada por pessoas solteiras ? Aguardo resposta.

    • Leandro

      Peço desculpas pelo comentário, irei praticar o mantra ham-sah.

    • Leandro, não desanime. Pratique com insistência todas as técnicas para a sublimação sexual para solteiros. No final, depois de anos e anos de prática insistente e consciente, você observará em sua vida, em sua consciência e em sua saúde uma mudança fantástica…