Dharmapalas – Os terríveis Mestres da Força

Dharmapalas – Os terríveis Mestres da Força

- emMestres da Senda
2232
7

Do sânscrito Dharam Pala, protetor ou guardião dos ensinamentos. Dentro do budismo esotérico, os Dharmapalas são seres divinos chamados de “divindades iradas”. Na verdade, são mestres da Grande Fraternidade Branca cujo Raio de ação tem íntima ligação com a Força Divina (Raio Marciano de Deus ou do Arcanjo Samael).

Os Dharmapalas são os defensores e protetores do Caminho das verdades mais elevadas, dizem que no mundo astral removem todos os obstáculos que tentam impedir a disseminação do Grande Dharma (ou Grande Obra do Pai).

Na linha vajrayana do budismo, há oito supremos reitores da Ordem dos Dharmapalas, a saber: Begtse Atma Prana, Hayagriva, Kubera Vaisravana, Mahakala, Palden Lhamo, Tshangs pa, Yama e Yamantaka.

Essas oito divindades dharmapalas são conhecidas – cada uma pode ser conhecida por designações outras – e chamados, cada um por suas específicas áreas especializadas de proteção.

Nas tankas (imagens sagradas principalmente na tradição tibetana) sempre aparece a terrível figura de Mahakala, o Supremo Deus Irado Protetor do Tibet.

Nessas tankas, Mahakala aparece na posição mais destacada, sendo rodeado por diversos Dharmapalas, e esse conjunto é o que protege os dalai-lamas e outros grandes representantes do budismo esotérico desde o mundo astral.

Dentro dos estudos gnósticos, o venerável mestre Samael Aun Weor fala (no livro A Revolução da Dialética) sobre os Dharmapalas do Tibet: Os Dharmapalas são os terríveis Senhores da Força que se lançaram contra as aberrações materialistas dos chineses comunistas.

Pessoalmente, estarei no Tibet porque neste sagrado lugar são geradas grandes coisas. Estarei ajudando os tibetanos a acabar com os vestígios da abominação deixada pelos chineses.

Shangri-lá está na quarta dimensão. Ela é uma cidade jinas. Lá se encontra o Venerável Mestre Kout-Humi.

O Tibet assemelha-se muito ao Egito e os monges não desconhecem os trabalhos de mumificação. No passado, os monges tibetanos levaram suas múmias para as crateras dos vulcões onde estão suas lamaserias.

Não tenho nenhum tipo de temor ao afirmar que sou um lama tibetano. Se perguntarem como posso me encontrar aqui e lá, respondo que isto é possível graças ao “dom da ubiquidade”.

Sim, no mesmo momento, encontro-me no Vale de Adhitatwa e aqui no México. Naquele vale são realizadas procissões sagradas. O monastério localiza-se no lado direito do vale. Antes, o monastério achava-se na terceira dimensão, mas agora, encontra-se submerso na quarta vertical. O edifício tem grandes salões internos onde são realizados trabalhos objetivos. Como lama, tenho uma pequena sala de trabalho.

Os Dharmapalas reúnem-se no pátio do monastério.

A ordem é formada por 201 membros. O Estado-maior é constituído por 72 brâmanes. Esta é a ordem que rege os destinos da humanidade.

O Tibet tem sido invadido sempre por ingleses e chineses, mas sempre tiveram de sair dali devido o terrível poder dos Dharmapalas.

Prática Gnóstica com os Dharmapalas do Tibet

Acenda três velas brancas e ore da seguinte forma:

“Meu Pai, meu Deus, meu Senhor. Tu es meu real e verdadeiro Ser.

Te suplico e te imploro para que saias de meu coração e te desloques ao Templo Coração do planeta Marte…

E dá as saudações de rigor ante os Guardiães: Jákin… Boaz…

E dentro da Santa Igreja Gnóstica de Marte, ajoelha-te aos pés do glorioso Cristo Cósmico Marciano.

Samael… Samael… Samael… Mestre Supremo do Raio da Força.

Nós te invocamos, nós te chamamos. Em nome de Cristo, pelo poder de Cristo e pela majestade de Cristo.

Antia… Da-Una… Sastása (três vezes)

Amado Arcanjo Samael, te suplicamos que envies os poderosos Mestres da Força, os Dharmapalas do Tibet, para que executem a seguinte missão:

(Aqui se menciona o que se deseja, pode ser o êxito de um empreendimento, a limpeza astral de uma residência ou templo, proteção psíquica para determinadas pessoas cujos nomes serão mencionados etc. E enquanto se pede e se mentaliza o pedido sendo executado poderosamente, e vocalizam-se os seguintes mantras:)

OM SEJA FORÇA… OM SEJA FORÇA… OM SEJA FORÇA… (três vezes)

Ssssssssssss (a letra “S” prolongada, até se esvaziar o pulmão, também por três vezes)

Samael, pedimos que nosso desejo se cumpra se for de acordo com a Vontade do Cristo Cósmico.

(Esta oração deve ser efetuada três vezes seguidas, e de preferência por nove dias, sempre à mesma hora todos os dias. Ao finalizar, lembre-se de realizar os agradecimentos sinceros. E ao final, pode-se apagar as velas, para que sejam acesas no dia seguinte.)

Posts relacionados

  • Iuri Gabriel

    Gnosis Online seria Jeová uma entidade de categoria Dharmapala, segundo o antigo testamento sua atuação se interpretada de forma literal parece meio brutal…

    • Todos os deuses, santos, avataras etc. têm uma dupla relação: pode-se referir ao Ser Interno de um mestre da Fraternidade Branca, e também pode ser a representação de uma virtude cósmica dentro de nós mesmos.
      Jeová, como “força exterior”, é o Supremo Ser que rege toda a EVOLUÇÃO ANGÉLICA E ELEMENTAL DE NOSSO SISTEMA SOLAR. E já como potência íntima, inerente ao próprio ser humano, é uma virtude do Pai Celestial que está oculta em nosso SISTEMA SEMINAL…

  • Ana Lúcia Cunha Massari

    Olá, eu tive a oportunidade de ler algumas postagens anteriores da Gnose e gostaria de saber se vcs. me enviariam revistas gratuitamente, para que eu possa ler mais e me aprofundar mais nos artigos disponíveis, só que ´como aposentada, não tenho condições de fazer uma assinatura paga, pois sou arrimo de família; ou se vcs. enviam através de e-mail os artigos? Desde já agradeço-lhes a oportunidade. Boa tarde! Ficarei no aguardo da sua resposta. Ana Lúcia.

    • Ana, entre em contato com nossos irmãos da Ageacac, da Igreja Gnóstica e do IGA, eles publicam revistas e podem enviar para você gratuitamente suas revistas.
      Bons estudos…

  • nousvate

    e verdade, o conhecimento e algo muito protegido não porque todos não tem o direito de te-los, mais sim, pra todos tenha os mesmos diretos,o conhecimento consistem em transformação de um estado a outro, que em si, comungas as forças da criação de um ponto a outro.a capacidade de interagir com os mistérios e conhece-los e fazer criar, e produzir movimentos que contribua com a vida, e que nos faz ser cidadães das loja branca.mas pra ter tais direitos, temos que ter as mãos de aço, os pez de bronze, e a cabeça de ouro. pois, e sendo um transformador de da noite em dia que nos qualificamos e magos.ao se colocar uma mão sobre a outra retemos entre as mãos a foça esférica e centrifuga,ao mudar as mãos em u giro de trezentos e sessenta graus intervimos a polaridade da foça,ou seja o mal nada mais e que as manifestação clara de sua energia,que invertida deixa de ser mal.

  • Márcia

    Boa tarde a todos. Magnífico esse texto, mais que um simples aprendizado é de grande conhecimento. Vou fazer aqui em casa. Posso pedir para que meu pai tenha sua saúde restabelecida? Muito obrigada aos senhores da Gnosis.

    • Peça o que seu coração manda, e será atendida…

Confira também

Introdução aos estudos gnósticos

“A Gnose é um ensinamento cósmico que aspira