Anjo Adonai, o Filho da Luz e da Alegria

2
3339

O venerável mestre Samael Aun Weor, com seus poderes internos, sempre investigou personagens da história, tanto do mundo literário quando histórico e extrair de suas experiências informações valiosas para a humanidade.

Um desses personagens é um ser espiritual profundamente poderoso, um Anjo sacratíssimo, um ser de categoria elevada dentro das Hierarquias. Esse ser é um mestre da Fraternidade Branca e é conhecido por Anjo Adonai.

O Anjo Adonai é citado em algumas obras ocultistas, especialmente em Zanoni, de autoria do romancista inglês Edward Bulwer-Lytton, e em um livreto de Samael Aun Weor intitulado Tratado Esotérico de Teurgia.

anjo-adonai1

Segundo o VM Samael, o Anjo Adonai é o representante máximo do “Raio Positivo da Lua”. Isso significa que nosso planeta recebe duas influências cósmicas vindas diretamente de nosso satélite lunar (seu aspecto superior, divino, e não esse cadáver que gira ao redor da Terra), uma positiva e outra negativa.

O supremo representante da energia negativa da Lua é um ser tenebroso de nome Bael (como se lerá mais adiante, neste texto), e o supremo representante da energia positiva do Raio da Lua aqui na Terra é justamente o Anjo Adonai.

Como sabemos, a Lua influencia decididamente em nossas emoções e em nosso Corpo Emocional (corpo astral ou corpo de desejos). Existem as emoções positivas, regidas pelos Anjos Lunares, como Adonai (por isso este anjo é chamado de “o Anjo da Luz e da ALEGRIA). E as emoções negativas, tais como o mau humor, a depressão, a tristeza, o desejo de suicídio etc. são regidos pelas entidades tenebrosas, como o citado demônio Bael.

Vejamos o que o VM Samael comenta sobre esse fantástico Ser chamado Anjo Adonai.

(Conferência O Falso Sentimento do Ego) Pergunta: Mestre, como poderia explicar-nos o fato de que o Anjo Adonai tenha Carma?
Samael Aun Weor: Bem, Adonai, o Filho da Luz e da Alegria, que eu saiba não tem Carma. Se demorou a eliminar algum elemento indesejável, isso já passou.

P: Venerável Mestre, pelo que compreendi, o Carma de Adonai se devia às lembranças da Alma…
ADONAI3SAW: Bem, mas isto é uma conjectura, e devemos basear-nos em fatos. Não sei se Adonai tem Carma, pelo menos não fui informado sobre isso, esta é a verdade. Pelo que entendi, não tem Carma.

No momento, tem corpo físico e vive na Europa, é um Adepto maravilhoso, pertence ao Círculo Consciente da Humanidade Solar, que age sobre os Centros Superiores do Ser; vive como um desconhecido na Europa, na França…

(Tratado Esotérico de Teurgia) Em certa ocasião, concorreram a nós Adonai, o Filho da Luz e da Alegria, e o Mestre Zanoni. Um de nós, um tanto surpreendido, aguardou. Então, ambos, Adonai e Zanoni, disseram ao surpreendido investigador que cortasse com sua Espada um estranho fio que havia no solo.

Alguém o havia prejudicado com estas más artes, e lhe haviam causado grande dano. Logo, o Mestre Zanoni e Adonai, ambos, curaram o corpo astral do investigador, e o sanaram.

(O Matrimônio Perfeito) Para se compreender o Absoluto, deve-se conhecer profundamente a si mesmo. O Absoluto está dentro de si mesmo, e o Absoluto é profundamente individual, pois o Absoluto é o “Glorian”.

Quem invocar o grande Anjo Adonai se dará conta que ele já se uniu com o Glorian. Ao invocar esse sublime Ser, o primeiro que aparece ante o clarividente é o Raio Dourado e inefável de Adonai, e logo, desse mesmo raio, sai o grande Anjo da Luz com sua túnica dourada e suas grande bandas de ouro luminoso, que caem de sua cabeça até os pés.

A aura de Adonai está cheia de luz e música, e o Anjo Adonai me presenteou um grande medalhão de ouro com uma grande corrente. Esse medalhão me permite manejar as vibrações universais.

Sem embargo, e apesar de ser tão glorioso esse Anjo, e apesar de já ter se unido com o seu Glorian, ainda não tem o direito de ficar no Absoluto, pois ainda não se libertou das leis da Natureza.

(O Livro da Morte) Pergunta: Meu filho está doente há cinco anos. Já gastamos muito com médicos, que não encontram a causa exata de sua enfermidade. Uns dizem que talvez seja um choque nervoso, outros supõem que foi vítima de trabalhos de bruxaria, já que era um rapaz bastante inteligente nos estudos. Qual é a sua opinião?

SAW: Ressalta a todas as luzes com inteira claridade meridiana um castigo, um carma mental pelo mau uso de sua mente em vidas anteriores. Se você quiser que seu filho se cure, lute por curar outros enfermos mentais a fim de modificar a causa que produziu a doença. Lembre-se que somente mudando a causa é que se altera o efeito. Infelizmente, os enfermos têm uma acentuada tendência a se encerrar em seu próprio círculo, rara vez na vida se vê o caso de um doente preocupado em curar outros doentes.

Se alguém o fizer, com isso aliviará suas próprias dores. Eu a aconselho, já que nesse caso preciso o seu filho não poderia se dedicar a cuidar de ninguém, faça-o você mesma em nome dele. Não se esqueça das obras de caridade. Preocupe-se com a saúde de todos os doentes mentais que encontre no caminho. Faça o bem às toneladas. Tampouco se esqueça de que no mundo invisível há muitos Mestres que podem ajudá-lo nesse caso específico.

Gostaria de me referir especialmente ao glorioso Anjo Adonai, o anjo da luz e da alegria. Esse Mestre é muito sábio. Se você se concentrar intensamente, rogando a ele em nome de Cristo para que cure seu filho, estou seguro que de forma alguma se negará a fazer esta obra de caridade… Porém, não se esqueça: a Deus rogando e com o malho dando. Faça o bem às toneladas e suplique… esse é o caminho!

ADONAI4(O Quinto Evangelho) Faz alguns dias, ocorreu-me invocar, nos Mundos Superiores, o Anjo Adonai, o Filho da Luz e da Alegria, e Mestre do Conde Zanoni, descrito tão sabiamente por Bulwer-Lytton em sua novela Zanoni. Bem, é claro que aquele Anjo concorreu ao meu chamado, e nos sentamos a dialogar deliciosamente…

Porém, algo muito interessante me foi dito pelo Anjo: mencionou-me determinado filósofo que, em um tempo, esteve conosco no Movimento Gnóstico e que agora é um detrator da Grande Causa. E me disse: “Esse cavalheiro despertou no mal e para o mal…” Dias depois, tive de confirmar, ou verificar, as afirmações do Anjo Adonai, o Filho da Luz e da Alegria.

Certamente, encontrei nos Mundos Internos o citado cavalheiro, o homem estava completamente desperto, porém no mal e para o mal…

Quando, em meus estudos esotéricos, me tocou visitar a Lua Negra, por exemplo, ali me encontro com todos esses Diabos Vermelhos de que nos fala o Livro dos Mortos dos antigos egípcios, totalmente despertos…

E quando penetramos nos Mundos Infernos, nesses 9 Círculos Dantescos, descritos pelo Dante em sua Divina Comédia, e situados dentro do coração da Terra, encontramos todas essas gentes das Trevas totalmente despertas no mal, por certo, e para o mal…

É que por meio de procedimentos técnicos e científicos também se pode despertar, porém, no mal e para o mal.

Os Diabos Vermelhos, por exemplo, sabem demasiadamente o que os aguarda. Eles não ignoram que involuindo no tempo, dentro do mundo soterrado, através dos 9 Círculos Dantescos, um dia terão se desintegrado, reduzido a poeira cósmica no coração da Terra.

Não ignoram que a Essência escapará dentre esse Ego, quando o Ego tiver morrido no coração da Terra.

E isso lhes agrada, e quando são advertidos, não mostram nenhum arrependimento pela Morte Segunda, sabem que sua Essência, algum dia, depois de escapar do coração da Terra, entrará em uma nova Evolução, na superfície e sob a luz do Sol.

Sabem que sua Alma voltará a ser Gnomo entre as penhas, brincando; mais tarde vegetal, depois animal, e por último, reingressarão ao estado humano em qualquer Idade, em qualquer Eternidade… Isso não o ignoram.

Não ignoram que, quando se vem a este mundo físico, lhe são dadas 108 vidas. Posso dizer que todo ser humano tem direito a 108 existências no cenário da vida, e que cumpridas as 108 vidas, se não se autorrealiza, então desce aos Mundos Infernos, involui no tempo, reduz-se a pó, para reiniciar uma nova marcha, uma nova jornada para dentro e para cima. Isso eles não ignoram, estão despertos, porém, no mal e para o mal.

Assim, portanto, o importante é despertar na LUZ. Mas isso não é possível por meio de técnicas, somente através da Santidade, dissolvendo o Ego, reduzindo-o a poeira cósmica, custe o que custar.

ADONAI6

(O Matrimônio Perfeito – O Guardião do Umbral Astral) A Larva do Umbral está armada de um terrível poder hipnótico. Realmente, esse monstro tem toda a horrível fealdade de nossos próprios pecados. É o espelho de nossas próprias maldades. A luta é espantosa frente a frente, corpo a corpo.

Esse monstro foi criado pelo discípulo através de suas inumeráveis reencarnações do passado. E agora fica na obrigação de embelezá-lo.

O Guardião do Umbral se embeleza pouco a pouco, conforme vamos embelezando nosso “eu animal” ou Satã.

Nosso eu animal nutre-se de nossos próprios defeitos, e conforme vamos lhe tirando esses defeitos que o nutrem, ele vai diminuindo e embelezando-se, e o Guardião do Umbral, que é o fundo interno desse Satã, qual espelho desse eu animal, vai se embelezando pouco a pouco, até se converter em uma criança cheia de radiante beleza.

Então, já teremos nos unido com o Íntimo, e esse Guardião do Umbral voltará novamente a se unir conosco e se converterá em um corpo de recordações.

O Guardião do Umbral do Anjo Adonai tem a aparência de uma criança de extraordinária beleza.

(Tratado Esotérico de Teurgia) Depois de termos finalizado a investigação esotérica da primeira Invocação dessa Grande Conjuração dos Sete, que em outro tempo o Sábio Rei Salomão nos legara, propusemo-nos a investigar a segunda Invocação, que literalmente diz assim: Em nome de Gabriel, que Adonai te mande e te afaste daqui, Bael.

Sabemos que Gabriel é um Anjo Lunar. Sabemos que Adonai é um Anjo precioso. Porém, ignorávamos quem seria Bael. Por que se teria de conjurá-lo em nome de Adonai? Esses eram enigmas para nós, E tínhamos de descobri-los.

Uma noite, em corpo astral, invocamos Bael. Bael era um rei tenebroso que vivia em uma caverna do Deserto de Gobi. Ali, instruía seus discípulos. Ensinava a Magia Negra das Esferas Sublunares. Adonai, o Filho da Luz e da Alegria, era seu oposto. Essas duas Antíteses da Filosofia estavam intimamente relacionadas com os Raios da Lua. A presença de Bael era por demais tenebrosa, em grande maneira.

Coroado de Rei, seus olhos, separados, e firmes suas espessas sobrancelhas. Seu nariz romano; seus lábios grossos; seu rosto redondo. Vestia túnica de mago negro. Ferido por nossa conjuração, tremia ante nós. Não fizemos com ele muita amizade. Seu caráter foi inabordável.

Outra noite, os investigadores invocamos Adonai, o Filho da Luz e da Alegria. Uma criança, como que de poucos meses de nascido, concorreu a nosso chamado e nos atacou com uma força terrível e sinistra. Tivemos de nos valer de todas as nossas forças anímicas e espirituais para tratar de vencê-lo. Porém, tudo foi inútil. Aquela criança estava dotada de uma força onipotente…

Alguém nos disse que amistosamente lhe déssemos a mão. E assim o fizemos. Estendemos-lhe nossa mão, com o ânimo de saudá-lo. Ele, então, correspondeu fraternalmente e estreitou sua mão com a nossa. Esse era o Guardião do Umbral do Anjo Adonai, o Filho da Luz e da Alegria.

O mais interessante é pensar que o Anjo Adonai, apesar de sua imensa perfeição, ainda conserva o Guardião do Umbral, o Eu Psicológico, o Ego Reencarnante que todos devemos decapitar e dissolver para encarnar, dentro de nós mesmos, o Cristo Interno.

Quão difícil é conseguir a Perfeição! Um Anjo tão precioso como Adonai e, sem embargo, é duro pensar que ainda conserva o Eu Psicológico, restolho de velhas recordações…

Outra noite, a mais profunda, a mais quieta… nós, os investigadores, invocamos o Anjo Adonai. O precioso Anjo nos enviou por outros anjos um presente divino: Um medalhão que pendia de uma corrente de ouro. Dito medalhão nos confere o poder de mudar de Plano Cósmico instantaneamente. Com esse tesouro precioso, podemos entrar em qualquer departamento do Reino.

zanoniNos fizemos muito amigos do precioso Anjo Adonai, o Filho da Luz e da Alegria, Mestre de Zanoni. Todos sabemos que Zanoni recebeu a Iniciação Cósmica na Torre de Fogo da Velha Caldeia dos sábios. Desde então, Zanoni recebeu o Elixir da Longa Vida, ele pôde conservar seu corpo físico durante milhares de anos… O Grande Mestre Zanoni se deixou cair porque se apaixonou por uma atriz de Nápoles, e o resultado de seu erro foi a guilhotina. Ali o Grande Mestre morreu!

Nós, os investigadores, aprendemos muitas coisas do Anjo Adonai: Sabedoria inefável. Em certa ocasião, concorreram a nós Adonai, o Filho da Luz e da Alegria, e o Mestre Zanoni. Um de nós, algo surpreendido, aguardou. Então, ambos, Adonai e Zanoni, disseram ao surpreendido investigador que cortasse com sua Espada um estranho fio que havia no solo.

O surpreendido investigador, entre perplexo e grato, obedeceu e cortou aquele fio com sua Espada Flamígera. Feita essa obra, entendemos que havia sido liberado de um feitiço fatal, de uma má corrente, de um ato de Magia Negra…

Alguém o havia prejudicado com essas más artes, e lhe havia causado grande dano. Logo, o Mestre Zanoni e Adonai, entre ambos, curaram o corpo astral do investigador, e o sanaram.

(As Três Montanhas, cap. 42) Uma noite qualquer, não importa agora a data, nem o dia, nem a hora, fui transportado ao castelo de Klingsor, localizado exatamente em Salamanca, Espanha… Não é demais lembrar agora, com grande ênfase, que nesse velho castelo, citado por Wagner em seu Parsifal, funciona o Salão da Bruxaria. O que então vira, na tétrica morada das harpias, foi certamente horripilante.

Sinistras feiticeiras de esquerdos conciliábulos, tenebrosos, atacaram-me muitas vezes no interior do castelo. Entretanto, defendi-me valorosamente com a flamígera espada…

Meu velho amigo, o Anjo Adonai, que por estes tempos tem corpo físico, teve de me acompanhar nesta aventura.

Não eram vãs, não, as elucubrações desses grandes videntes do astral que se chamaram alquimistas, cabalistas, ocultistas etc. O que agora víamos dentro desse antro era certamente espantoso. Muitas vezes desembainhei a flamígera espada para lançar chamas sobre a fatal morada do necromante Klingsor.

De forma inusitada, Adonai e eu nos acercamos de algumas feiticeiras que arrumavam a mesa para o festim… Em vão atravessei com a espada o peito de uma dessas bruxas; ela permaneceu impassível. Inquestionavelmente, estava desperta no mal e para o mal. É ostensível que eu quis fazer chover fogo do céu sobre aquela fortaleza horrenda.

castelo de klingsor

Fiz esforços supremos, senti-me desmaiar. Nesses instantes o Anjo Adonai acercou-se da janela dos meus olhos para ver o que ocorria dentro de mim mesmo… Imaginai, por um momento, qualquer pessoa detendo-se ante a janela de uma casa para observar através do vidro e ver o que acontece no interior da mesma… É ostensível que os olhos são as janelas da alma e os anjos do céu podem ver através desses cristais o que acontece no interior de cada um de nós.

Feita a singular observação, Adonai retirou-se satisfeito. Meu próprio castelo interior, a morada de Klingsor, havia sido incinerado com o Fogo Íntimo…

banner-adonai

  • Marcia Regina

    Palavras que alimentam nossa alma. Maravilhosos ensinamentos. Ave, Venerável Mestre. Imensa Gratidão.

  • NOUSVATE

    muito interesante ouvir todos esses relatos do mestre samael, muitas coisas me faz lembrar e indagar.
    os milhares de ângulos que as realidades pode se apresentar.

    despreendidos das formas aceitavel e conceitos humanos tem realidades o onde somente a consciencia pode ver a verdade.,

    “A RAZÃO”O PROPOSITO”OPORQUE”
    tudo esta ligado a uma razão e um proposito, inicialmente nos perdemos nas realidades porque nao compreendemos a razao e proposito de todas as cosias.

    o conhecimento profundo nos da a luz da compreençao,vemos o proposito da existencia seja ela da luz ou das trevas.entendemos seus propositos e suas razoes.e compreendemos que a verdade tanto pode estar presas em allguma dessas razoes ou soulta alem dessas questoes.